Americano comunidade online

O INSTITUTO IBERO-AMERICANO DE COMPLIANCE (IIAC) é uma organização que possui o propósito de difundir a cultura da integridade e a prática do Compliance nos países da comunidade ibero-americana.Foi criado para levar as melhores práticas de Governança e Compliance às empresas, entidades e organizações, visando sempre a excelência nas áreas em que atua, em prol de uma cultura ... O Instituto Nacional de Avaliação e Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior (INAREES), informou esta quarta-feira, em Luanda, em forma de alerta, que o Instituto Guarise- Angola, especializado em promover graduações à distância, não é reconhecido pelo ministério e que não tem autorização para ministrar este curso no país. O meu ponto de escrever isso é que sempre existiu uma pigmentocracia na comunidade afro-americana. No início do século 20, existiam muitos igrejas, clubes sociais e escolas dos negros onde a aceitação de um afro-americano dependeu do tez do pele do candidato. O teste foi chamado de “teste de saco de papel marrom”, uma pessoa foi ... Moçambique assume hoje a presidência em exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) na cimeira anual da organização, que este ano decorre em formato virtual por causa ... CAMPEONATO AMERICANO DE RESISTÊNCIA: Filipe Albuquerque no pódio das 6 Horas... Desporto. EUROPEU DE FUTEBOL DE PRAIA: Portugal revalidou o título. ... A comunidade portuguesa na cidade de Newark despediu-se de 2016 como manda a tradição e deu as boas-vindas a 2017 de forma alegre e... Você nunca teve um passaporte americano, Seu passaporte expirado foi perdido, roubado ou danificado, Você tinha menos de 16 anos quando seu passaporte mais recente foi emitido, Seu passaporte mais recente foi emitido há mais de 15 anos. Documentos necessários: Preencher e imprimir o formulário DS-11 online nome do Presidente dos Estados Unidos e do povo americano, gostaríamos de lhe . ... de participar na sua comunidade e sugestões sobre como fazer isso. Este guia fornece um resumo geral dos direitos, responsabilidades e procedimentos : relacionados a residentes permanentes. Para obter informações mais específicas e Pátio do SCP é local de encontro da comunidade portuguesa. Newark Clubes portugueses reabriram as suas portas. Alguns já no interior, outros mantiveram espaço exterior. Newark. Corina apresentou novo trabalho discográfico. 08/09/2020. 0. Newark. 7 comunidades linguísticas para aprimorar suas habilidades em idiomas 16.08.2020. O que são comunidades linguísticas? Elas são plataformas onde os usuários podem praticar um idioma juntos, compartilhar e debater diferentes materiais de estudo, comunicar-se com falantes nativos, receber dicas para melhorar seu inglês, etc. Na comunidade de aprendizado da 17 Minute Languages você pode se comunicar em inglês Americano com outros estudantes e fazer novos amigos. Está incluso no curso de inglês Americano: Com o curso de inglês Americano para principiantes você irá adquirir um vocabulário básico de mais de 1300 palavras e rapidamente atingirá o nível A1/A2 ...

Sobre o blecaute do sub.

2020.06.05 23:58 modsbr Sobre o blecaute do sub.

Olá, pessoal.
Nós gostaríamos de esclarecer alguns tópicos sobre o blecaute feito como forma de protesto no brasil.
Em primeiro lugar, o objetivo não era dar visibilidade ao assassinato de George Floyd, já que isso seria completamente desnecessário. Acreditamos que muitos usuários daqui (praticamente todos) tenham ciência do ocorrido e também dos protestos que tomaram os EUA. Na verdade, a intenção por detrás da ação é cobrar do Reddit medidas concretas de enfrentamento ao racismo, pois, se a sociedade americana chegou a esse ponto, foi em decorrência de décadas de omissão e descaso, como pode ser observado na postura da plataforma e sua morosidade ao lidar com comunidades que incentivam o racismo ou que "apenas" oferecem uma plataforma para racistas despejarem sua retórica desumana sem qualquer restrição, muitas vezes por trás do argumento rasteiro de que precisam ter liberdade de expressão.
Não agimos apenas em solidariedade aos nossos camaradas americanos, agimos também porque a realidade brasileira está repleta dos mesmos problemas que eles enfrentam lá. Diariamente, vemos as consequências de séculos de acumulação de riqueza em poucas mãos, adquirida à custa de povos escravizados; vemos como isso levou à marginalização de uma parcela majoritária da população; vemos como tantas pessoas vivem em condições indignas e são submetidas à violência estatal; vemos como, para tantos, uma suposta ordem é mais importante do que a preservação de vidas; vemos pessoas submetidas a socos e pontapés quando têm sorte, e, quando não têm, levando um tiro ou oitenta; vemos como, em plena pandemia, uma mãe é obrigada a continuar trabalhando na casa de uma madame e levando seu filho para o trabalho por caprichos de uma elite sem consciência; vemos, por fim, um vídeo que mostra como o descaso mata.
É assim que chegamos ao blecaute. Moderadores de todos os subs também são obrigados a lidar com ferramentas inadequadas, incompletas e ineficazes, sendo praticamente impossível bloquear em definitivo a participação de qualquer pessoa, por piores que sejam suas ações. Lembram do usuário do spam de cuidado? Ele teve mais de cem contas banidas por nós sem que tivéssemos qualquer certeza de que era uma só pessoa, todas elas por racismo, homofobia ou conteúdo "anticomunista" cujo autor curiosamente se dedica a negar o holocausto. Ele só começou a ter suas contas suspensas sistematicamente pela plataforma e sofrer sanções mais severas quando seus bots de spam começaram a abusar dos recursos do site. Quem souber procurar encontra um relato do próprio.
Nesse meio tempo, ainda estávamos tendo que lidar com xingamentos, ameaças, doxxing e roubo de identidade por outros usuários que não conseguiam aceitar as nossas regras. Mesmo levando o caso à polícia, sabem qual apoio tivemos do Reddit? Nenhum. Nada. Zero. A plataforma sabe que somos nós, as comunidades, que garantem a existência do Reddit e seu funcionamento. Entretanto, o apoio a quem mantém as mesmas comunidades é inexistente. O desenvolvimento de novas ferramentas ou medidas de segurança também. Nem mesmo as falhas de segurança são resolvidas.
Porém, jamais teríamos aderido a um protesto online caso não houvesse uma oportunidade real de conquistar resultados concretos, por menores que sejam. Lembrem-se que o Reddit possui duas fontes de renda: coins e ads. Para que ambos gerem dinheiro, é necessário que, em primeiro lugar, as comunidades estejam abertas e os usuários vejam as propagandas; em segundo, que as comunidades cumpram o seu propósito e funcionem bem, já que é para interagir nelas que os usuários compram coins. Fechar tantas comunidades ao mesmo tempo nada mais é do que uma demonstração de força. E a mensagem não poderia ser mais clara: se tudo continuar como sempre, podemos prejudicar o tráfego do site e também a sua receita. Ainda mais nos dias de hoje, em que mídias sociais precisam se manter relevantes para não serem substituídas pela próxima grande novidade, isso é uma ameaça concreta.
Entendam, senhoras e senhores, um protesto só funciona se gera instabilidade, insegurança ou prejuízo. Qualquer reivindicação fora disso irá falhar. Olhem para o passado e comparem as conquistas de movimentos grevistas com as conquistas de passeatas na praia pedindo paz. Percebam que um dos boicotes mais famosos da história só conseguiu seu objetivo quando quase pôs em colapso a economia de uma cidade. E, mesmo assim, a conquista foi um pouco mais do que migalhas.
Enfim, nós sentimos que alguns usuários tenham ficado confusos e sem informações, porém o protesto foi marcado com pouca antecedência e não tivemos muito tempo para avisar. Reconhecemos o inconveniente, mas as razões e a importância de nos posicionarmos falaram muito mais alto. Sabemos também que muitas pessoas vão reclamar quando têm a normalidade de suas vidas interrompida, ainda que seja o simples acesso a um site como o Reddit, mas não conseguem olhar para seus semelhantes que lutam por coisas muito mais elementares na vida e ter compaixão, que dirá então sacrificar um pouco de seu conforto e estender a mão. É por isso tudo que aderimos ao protesto, especialmente porque percebemos que as condições são favoráveis para finalmente mudar algo. Faríamos de novo quantas vezes fosse necessário.
No final das contas, lamentamos mesmo é que não temos poder pra fazer mais.
submitted by modsbr to brasil [link] [comments]


2020.03.16 01:32 diasextra MEGAHILO DE INFO RECURSOS SOBRE EL COVID-19

Traducido desde https://www.reddit.com/canada/comments/fghd23/psa_regarding_covid19_a_warning/

INTRO:
Si tan solo te interesa como evitarlo salta a la sección de REDUCCIÓN DEL RIESGO. De todas formas, para entender la dimensión del reto al que nos enfrentamos, se recomienda leer el documento entero.
El objetivo de este documento es simple: es mejor verse involucrado en algo que comprendes para poder tomar buenas decisiones. Tambien intenta reducir la ansiedad y el pánico armándote con los datos, todo ello sin minimizar los riesgos del COVID-19.
El documento ha sufrido cientos de iteraciones gracias a la retroalimentación de la comunidad global, incluyendo personas en zonas de contagio como Seattle, Australia y el área de LA. Aunque todos los datos han sido meticulosamente obtenidos de expertos en sus respectivos campos, tú eres el responsable de tu propia salud y de informarte adecuadamente.
Más aún, la contextualización de la información es un reto activo, como pasa al intentar mantenerse al día en una situación cambiante. La palabra final la tendrán siempre las autoridades competentes en materia de salud.
Ahora prepárate porque esto va a ser un tanto duro.

CONTEXTO:
Un estudio reciente en profunidad ha mostrado cuan increiblemente infeccioso es el COVID-19. Desafortunadamente su propagación no se ha ralentizado y el virus solo ha sido contenido en China a través de un esfuezo hercúleo.
En otras palabras, tal como ha dicho el propio director de la organización mundial de la salud:
Esto no es un simulacro.
Las malas noticias: Actualmente hay más de 100.000 casos globales confirmados del virus y la OMS recientemente lo ha clasificado como una pandemia. Ahora parece que esta extendido, lo que quiere decir que es probable que se esté produciendo una transmisión silenciosa entre humanos en la comunidad.
Las buenas noticias: el conocimiento es un arma que vence a este tipo de cosas. Funcionó en 1918 contra la gripe española cuando esencialmente abandonamos las prácticas medievales del sangrado (ya sabes, cuando te ponían sanguijuelas porque creían que eso lo curaba todo). Y las medidas implantadas entonces han funcionado contra muchos otros brotes desde entonces: viruela, MERS, SARS, Ébola, etc. Todo lo que no sea llamar a la actuación de la OMS contra la viruela heroísmo científico se queda corto.
Y de esta manera, cien años después de 1918 aquí estamos, de nuevo, enfrentándonos al mayor reto de nuestra generación.
El problema es que en estos días estamos tan inundados con tal cantid de información que cuando una amenaza real aparece queda enterrada bajo una montaña de paja. Y aunque este documento no cubre todo ni mucho menos ojalá ayude a ver a través de la paja y dé a los que acaban de encontrarse con esta amenaza la oportunidad de ponerse al día con rapidez.

Así que adelante, conoce a tu enemigo
No lo subestimes.
Preparate para la guerra.

IMPORTANTE:
- El modo principal de transmisión es a través de las vias respiratorias, por inhalación de particular en suspensión de infectados: toser, estornudar y posiblemente también respirar es lo que las crea. Pero también te puedes infectar dando la mano, besando a alguien con la enfermedad o tocando una superficie contaminada (dispersión de las particulas; piensa en una pequeña explosión con onda expansiva). Esto incluye barandillas, pomos y manillas de puertas, botones de ascensor y superficies susceptibles de recibir los resultados de toses y estornudos. Dispersión de toses o estornudos significa básicamente que cada vez que alguien estornuda o tose se forma una nube de partículas que aterrizan sobre el área colindante en un radio de 2 metros aproximadamente, quizas más. Las particulas aterrizan sobre esas superficies y la gente que pasa las toca, tocando luego sus teléfonos o sus caras, lo que a su vez lleva al contacto con ojos, boca o nariz, iniciando la infección. Por lo tanto es mejor mantener una cinta sanitaria a 2 metros de distancia de las personas que tosen o estornudan y tratan cualquier superficie pública como si estuviera contaminada. Aquí un video sobre el tema.
https://www.youtube.com/watch?v=2bI5pQGXl2o&feature=youtu.be
para leer más sobre el tema: https://www.npr.org/sections/goatsandsoda/2020/03/05/812570693/how-coronavirus-spreads-a-cough-in-your-face-or-a-kiss-on-your-cheek

- [ESTUDIO PENDIENTE DE VERIFICACIÓN DE PARES] Parece existir evidencia de que el virus puede transmitirse si se está cerca de un contagiado simplemente con que respire. Michael Osterholm, PhD, MPH, director del Centro de Investigación y políticas para Enfermedades infecciosas de la universidad de Minnesota: "Los hallazgos del estudio confirman que el COVID-19 se extiende simplemente a través de la respiración, incluso sin toses. No se olviden de lavarse las manos, pero al mismo tiempo tenemos que hacer entender a la gente que si no quieren infectarse no pueden estar alrededor de gente. El distanciamiento social es la herramienta más efectiva de la que disponemos hasta el momento. Fuente:
http://www.cidrap.umn.edu/news-perspective/2020/03/study-highlights-ease-spread-covid-19-viruses
(Es importante entender que el estudio habla de pacientes sintomáticos y no hace ningún tipo de afirmación acerca de transmisión asintomática. Además el estudio aún no ha sido verificado por pares, solo se incluye aquí debido a las implicaciones de lo que afirma y pensando que un exceso de precaución no es dañino.

- [ESTUDIO PENDIENTE DE VERIFICACIÓN DE PARES] Un nuevo estudio indica que el COVID-19 puede sobrevivir en suspensión en el aire hasta 3 horas y varios días en superficies, dependiendo del tipo de superficie (hasta 3 días en plástico, hasta 2 días sobre metal, hasta un día en cartón)
ARTICULO: https://thehill.com/policy/healthcare/487110-tests-indicate-coronavirus-can-survive-in-the-air
ESTUDIO: https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.03.09.20033217v1.full.pdf

- [ESTUDIO PENDIENTE DE VERIFICACIÓN DE PARES] Nuevos análisis parecen indicar que las personas infectadas que no presentan síntomas podrían ser el principal modo de transmisión en mayor medida de lo que se creía.
LINK CNN con MULTIPLES ESTUDIOS: https://www.cnn.com/2020/03/14/health/coronavirus-asymptomatic-spread/index.html

- Hasta 1 de cada cinco personas infectadas podría requerir hospitalización
FUENTE 1: https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/who-china-joint-mission-on-covid-19-final-report.pdf
FUENTE 2: https://medium.com/@amwren/forget-about-the-death-rate-this-is-why-you-should-be-worried-about-the-coronavirus-890fbf9c4de6
Pero esto es una sobresimplificación ya que la métrica está muy influenciada por el sobreriesgo en personas mayores y aquellos pacientes con comorbilidades. Además las métricas difieren dependiendo de la región y la capacidad de realizar tests: https://www.statnews.com/2020/03/10/simple-math-alarming-answers-covid-19/

- Aquí hay un desglose de lo anterior: aproximadamente 80% de los pacientes confirmados por laboratorio presentan la variante suave a moderada que incluye casos con y sin neumonía. 13.8% presentan la variante severa requiriendo hospitalización y 6.1% son críticos requiriendo ingreso en UCI (fallo respiratorio, shock séptico y/o fallo multiorgánico) (Datos a fecha 20 de febrero de 2020, basada en el informe de la OMS sobre los 55.924 casos confirmados en China) ACTUALIZACIÓN: La Sociedad Europea de Medicina de Cuidados Intensivos está reportando una tasa del 10% de ingreso en UCI y ha dado la voz de alarma: https://twitter.com/marcelsalathe/status/1235662457261023232

- Debido a la naturaleza altamente contagiosa del COVID-19 el peligro no es tan solo la tasa de mortalidad para los grupos de riesgo sino la posibilidad de sobrecargar las infraestructuras sanitarias, lo que causaría muertes innecesarias.

- En el momento actual no llevaría mucho sobrecargar los hospitales, por eso es importante empezar a tomar medidas preventivas ahora, especialmente debido a que los hospitales ya están sufriendo una temporada de gripe dura (en el hemisferio norte). Por ejemplo si solo 10 de cada 1000 enfermos requieren hospitalización (no UCI) ya estaríamos sobrepasados, ya que en USA hay solo 2.77 camas por cada 1000 habitantes, 2.58 en Canadá, 3 en España, 3.2 en Italia, 3.4 Portugal. ¿Por qué es esto importante? En Korea del Sur, 4 de cada 22 muertes ocurrieron mientras los pacientes esperaban a ser hospitalizados: FUENTE (En Koreano) https://n.news.naver.com/article/005/0001294063 Y DISCUSION: https://www.reddit.com/Coronavirus/comments/fbxm0s/south_korea_4_in_22_deaths_happened_while_waiting/ y esto en Korea del Sur que es el segundo país del mundo en número de camas por habitante con ¡12.27 por cada 1000 habitantes! Y por supuesto muchas de las camas están ya ocupadas por pacientes con otros problemas. NOTICIA EN CANADA: https://www.thestar.com/politics/federal/2020/03/06/hospitals-warn-they-cant-cope-if-coronavirus-outbreak-worsens-in-canada.html

- Un cirujano que trabaja en la zona más golpeada por el virus en Italia da un testimonio espeluznante y urge a todo el mundo a atender el aviso sobre lo facil que es colapsar los hospitales: https://www.reddit.com/Coronavirus/comments/ffa2tf/testimony_of_a_surgeon_working_in_bergamo_in_the/fjx5tc8/

- Se trata de un virus nuevo, lo que significa que el sistema inmune nunca ha estado expuesto a él y por lo tanto todo el mundo es susceptible de contraerlo. No hay vacuna ni las autoridades esperan que la haya pronto.

- Se piensa que los afectados son más contagiosos cuando los síntomas llegan a su máxima expresión. FUENTE: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/about/transmission.html

- ACTUALIZACIÓN: Coronavirus: Porque debes actuar ahora Políticos, líderes de la comunidad y líderes empresariales: Que deberíais hacer y cuando: INGLES https://medium.com/@tomaspueyo/coronavirus-act-today-or-people-will-die-f4d3d9cd99ca

- ACUALIZACIÓN: Excelente lectura rápida acerca de lo rápido que se pasa de normalidad a crisis: "Cuando una amenaza está creciendo todo parece normal hasta que no lo es"LINK INGLÉS https://archive.fo/XOSq0

- ACTUALIZACIÓN: CNN: El coronavirus va a cambiar tu vida durante un tiempo INGLES https://www.cnn.com/2020/03/11/politics/what-matters-coronavirus-is-about-to-change-your-life/index.html

- ACTUALIZACIÓN Director de la OMS: "Estamos profundamente preocupados tanto por los alarmantes niveles de contagio y severidad como por el nivel de inacción INGLÉS https://abcnews.go.com/US/coronavirus-cases-surpass-1000-us-tsa-agents-test/story?id=69525688&cid=social_twitter_abcn

- ACTUALIZACIÓN: "Cualquier país que piense que lo que está pasando en otros países no va a ocurrir en el suyo está cometiendo un error fatal." advierte la OMS https://twitter.com/reuters/status/1238560462524035073?s=21


PSICOLOGÍA:
- No entres en pánico, pero date permiso para sentir miedo. El miedo te prepara. En cuanto al pánico, todo lo que uno tiene que hacer es mirar los pasillos atestados de los hospitales de Wuhan durante el comienzo del brote para entender como el pánico empeora los problemas. Un poco de miedo está bien ya que te pone en movimiento en la dirección correcta. Pasado ese punto debes intentar pensar con claridad, sentido común y escuchar a las autoridades locales. Sigue los consejos en la sección reducción de riesgos.
- Ignorar la amenaza solo empeorara la situación, ya que se alimenta de tu inacción. Esa inacción puede costar tu vida o la de un ser querido.
- Una vez que comprendas la amplitud del problema podrías sentirte ansioso y focalizado en el problema. Esto es normal, los sicólogos lo llaman una reacción de ajuste. UNA GUIA CORTA DE COMO ENFRENTARTE A ELLO http://www.psandman.com/col/teachable.htm
- El sesgo cognitivo de la normalidad (todo va a seguir como en el pasado, no hay problema) juega un factor importante. También la negación. Oirás cosas como "solo es una gripe, nada de lo preocuparse". Es peligroso comparar el COVID-19 con la gripe. Enfrentarte a la amenaza te ayuda a prepararte para ella mientras que la negación pone riesgo innecesario sobre ti y los tuyos. Las personas que ignoran el problema tomarán riesgos estúpidos como asistir a eventos multitudinarios durante un brote activo o no tomarán las precauciones necesarios, haciendo que el virus se extienda a otros. La negación frena también a otros a tomar conciencia del problema.
- Aquí un excelente artículo de Harvard sobre las reacciones y sobrereacciones, negación vs pánico y los cinco principios contra la negación. Es corto y merece el tiempo. https://nieman.harvard.edu/wp-content/uploads/pod-assets/microsites/NiemanGuideToCoveringPandemicFlu/CrisisCommunication/HowDoPeopleReactInAPandemic.aspx.html
- Para las autoridades:
http://www.psandman.com/col/fear.htm
La gestión de crisis nos enseña que es importante no minimizar los peligros o se pierde la confianza del público. No se debe tener inducir miedo, el público necesita ser informado con claridad, competencia y proactividad. Estudios como este: https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/208354 acerca de la pandemia de 1918 nos demuestran lo efectivo que es un enfoque proactivo por parte de las autoridades. Mira lo que pasa en el otro extremo: https://www.smithsonianmag.com/history/philadelphia-threw-wwi-parade-gave-thousands-onlookers-flu-180970372/. ACTUALIZACIÓN: Una advertencia a las autoridades https://medium.com/@tomaspueyo/coronavirus-act-today-or-people-will-die-f4d3d9cd99ca

REDUCCIÓN DE RIESGOS:
Piensa en aquellos en tu vida que son vulnerables (consultar la sección comorbilidad). Si es por ti hazlo por ellos.
- Practica el distanciamiento social.
- No te toques la cara (practica esto en casa, es más difícil de lo que parece).
- Después de cada salida lavate las manos y desinfecta tu móvil (El virus puede mantenerse vivo hasta 96 horas en pantallas de teléfono). Además probablemente no te estes lavando las manos como debes, aquí un tutorial de la OMS https://www.youtube.com/watch?v=3PmVJQUCm4E
- Lleva desinfectante contigo.
- No des la mano.
- En público mantente a "distancia de tosido" del resto de gente, esto es al menos 2 metros.
- Considera todo lo que toques fuera de casa como una superficie contaminada.
- Si usas cualquier contenedor de comida o bebida descontamínalo al volver a casa.
- Desinfecta pomos, manillas y otros puntos de contacto frecuentes, especialmente teclados y teléfonos.
- Toma la iniciativa y desinfecta manillas y botones de ascensor de tu portal. No esperes a que lo hagan por ti, tu acción te protege tanto a ti como a los demás.
- Deja un bote de desinfectante a mano a la entrada de tu casa.
- Evita a la gente que tosa y mantente [email protected] de lugares poco ventilados.
- Evita las concentraciones de gente.
- Para toser dobla el codo y tose tapándote la boca con la cara interior si no tienes pañuelos de un solo uso.
- En lugares públicos toca solo lo estrictamente necesario y si debes hazlo con los nudillos, un guante o la manga. Toca los botones del ascensor con la llave. Desinfecta las llaves también.
- Intenta teletrabajar si es posible, los lugares de trabajo son un punto de transmisión debido a la congregación de gente en lugares cerrados. Si no es posible aplica todos los consejos y minimiza los riesgos.
- Hay escasez mundial de máscaras, si te sobran considera donar algunas a hospitales, geriátricos que puedan necesitar.
- Igual con el desinfectante, considera compartir con los que no dispongan de él. Esto va de trabajo colectivo y minimizar el contagio en la comunidad ayuda a todos sus miembros incluyéndote a ti y a tus seres queridos.
- Mantén comida para 14 días en casa por si tienes que quedarte en cuarentena. No hay nada malo en estar preparado para esta eventualidad pero ten ciudado de no hacerlo una vez que el brote ha llegado a tu zona, estarás en la cola del cajero con gente que podría estar enferma. Llegado el caso es mejor comprar de noche o en horas bajas y después de tomar precauciones. Google maps te informa en tiempo real de que horas tienen menos afluencia de clientes en las fichas de los establecimientos. Paga con tarjeta, así no tocas nada, el dinero que te dan de vuelta puede estar contaminado. Considera comprar online y que te entreguen la compra a domicilio.
- No compartas vaso, lata, plato, cubierto, nada que entre en contacto con tu boca o nariz.
- Manten el aire en circulación. Dispersar las partículas en suspensión puede salvarte de entrar en contacto con una dosis suficiente para contagiarte. Abre ventanas para crear corriente, pon un ventilador en marcha.
. Usa un humidificador. Mantener la humedad alta previene que las mucosas en las fosas nasales se sequen, lo que las hace menos efectivas en mantener los patógenos fuera de tu cuerpo. Se cree que un rango medio de humedad también hace que los virus decaigan más rápido.
- Además de practicar el distanciamiento social, siempre recuerda el top tres: desinfecta tu móvil, no toques tu cara y lava tus manos. Cada vez que salgas. En serio, si solo vas a quedarte con una cosa de todo esto que sea ese top tres. Puede salvar tu vida o la de un ser querido.
- Un gif sencillito acerca de la importancia de tomar precauciones ahora:
https://thespinoff.co.nz/wp-content/uploads/2020/03/Covid-19-curves-graphic-social-v3.gif
- Se proactivo. ¿Cómo puedes ayudar?


PERIODO DE INCUBACIÓN:
- La gente generalmente desarrolla síntomas visibles, incluidos síntomas respiratorios ligeros y fiebre, en una media de 5,1 días después de la infección inicial.
- 97,5% desarrolla los síntomas dentro de los primeros 11.5 days.
- Actualmente se considera que una cuarentena de 14 días es razonable ya que solo un 1% de los afectados desarrollarán síntomas después de esos 14 días.
- Fuente: https://annals.org/aim/fullarticle/2762808/incubation-period-coronavirus-disease-2019-covid-19-from-publicly-reported / discusión acerca de esta sección: https://www.reddit.com/science/comments/fg4a74/covid19_median_incubation_period_is_51_days/

SÍNTOMAS TÍPICOS:
(Todos directos del informe de la OMS basado en 55.924 casos confirmados por pruebas de laboratorio en China.)
- Fiebre (87,9% de los casos)
- Tos seca (67.7% de los casos)
- Fatiga (38,1% de los casos)
- Producción de esputo (33,4% de los casos) (es una mezcla de saliva y mocos estornudado del tracto respiratorio)
- Falta de aliento (18,6%)
- Dolor de garganta (13,9%)
- Dolor de cabeza (13,6%)
- Dolor de articulaciones (14,8%)
- Escalofríos (11,4%)
- Nausea o vómitos (5%)
- Congestión nasal (4,8%)
- Diarrea (3,7%)
- Hemóptisis (0,9%) (toser sangre o mocos con sangre de los bronquios, laringe, tráquea o pulmones)
- Congestión conjuntiva (0,8%)
Sistema sanitario canadiense: Que hacer si estás enfermo. Link en Inglés
https://www.canada.ca/en/public-health/services/diseases/2019-novel-coronavirus-infection/symptoms.html#i
CDC Estados Unidos: Consejos si alguien en tu casa esta enfermo. Link en Inglés
https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/community/home/index.html?CDC_AA_refVal=https%3A%2F%2Fwww.cdc.gov%2Fcoronavirus%2F2019-ncov%2Fcommunity%2Fget-your-household-ready-for-COVID-19.html
Aquí tienes una representación de los síntomas en una linea temporal en ºC
https://wwwnc.cdc.gov/eid/article/26/6/20-0452-f1

Aquí tienes las diferencias entre una gripe, un resfriado y el COVID-19
https://i.imgur.com/mkQzAJV.jpg

¿Cómo es estar enfermo? el New York Times habló con seis personas con el virus.

COMORBILIDAD:
Los individuos con el riesgo más alto de sufrir la modalidad severa de la enfermedad e incluso la muerte incluyen a aquellos que sufran cualquiera de las siguientes condiciones:
- Mayores de 59 años.
- Diabétes
- Hipertensión
- Problemas cardiovasculares
- Problemas respiratorios crónicos
- Problemas de corazón, pulmóm o riñones
- Cáncer
- Inmunodepresión
- Obesidad (fuente: https://youtu.be/E3URhJx0NSw?t=283 credenciales de la fuente: https://www.reddit.com/JoeRogan/comments/fgj062/joe_rogan_experience_1439_michael_osterholm/fk4t45b/)
- Sistema respiratorio debilitado debido a fumar /vapear (fuente 1: https://www.reuters.com/article/us-health-coronavirus-usa-vaping/smoking-or-vaping-increases-vulnerability-to-coronavirus-says-nyc-mayor-idUSKBN20V0Z0
fuente 2: https://journals.lww.com/cmj/Abstract/publishahead/Analysis_of_factors_associated_with_disease.99363.aspx

Si te encuentras en cualquiera de estas categorías el CDC señala que es especialmente importante que tomes acciones inmediatas para reducir tu exposición al virus.

Adicional: americanos por encima de 60 deben acumular comida y evitar aglomeraciones de gente.
fuente: https://thehill.com/policy/healthcare/486645-cdc-americans-over-60-should-stock-up-on-supplies-avoid-crowds

Fuentes para la comorbilidad:
https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/who-china-joint-mission-on-covid-19-final-report.pdf
https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/specific-groups/high-risk-complications.html

Una guía del CDC titulada Personas con mayor riesgo de complicaciones debido al COVID-19 desarrolla el tema: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/specific-groups/high-risk-complications.html

TASA DE MORTALIDAD:
En base a lo que se conoce a 20 de febrero de 2020 basado en 55.924 casos confirmados en China, como se recoge en el informe de la OMS. A tener en cuenta: la mortalidad difiere de región en región basado en las comorbilidades mas presentes en la zona así como diferentes variables como la infraestructura sanitaria, el tiempo de respuesta frente a la crisis, etc.)
Edad % poblacion % de infectados muertes
0-9 12.0% 0.9% 0
10-19 11.6% 1.2% 0.1%
20-29 13.5% 8.1% 0.2%
30-39 15.6% 17.0% 0.2%
40-49 15.6% 19.2% 0.4%
50-59 15.0% 22.4% 1.3%
60-69 10.4% 19.2% 3.6%
70-79 4.7% 8.8% 8.0%
80+ 1.8% 3.2% 14.8%

ACTUALIZACIÓN: datos sobre el número de muertes en Italia empiezan a estar disponibles.
aquí hay datos sobre 11.538 casos:
https://www.epicentro.iss.it/coronavirus/bollettino/covid-19-infografica_eng.pdf

La enfermedad en niños parece ser relativamente rara (2,4% de casos para menores de 19 años) y cuando ocurre ligera. Una pequeña proporción de estos infectados por debajo de los 19 años han desarrollado la versión severa (2,5%) o crítica (0,2%) según un informe de la OMS:
https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/who-china-joint-mission-on-covid-19-final-report.pdf

PUNTOS ADICIONALES:
- El tiempo medio desde los primeros síntomas hasta la muerte es de 18 días. De nuevo en este dato tienen mucho peso los casos con comorbilidades que aceleran el proceso. Fuente:
https://thehill.com/policy/healthcare/486020-seattle-urges-people-over-60-to-stay-home-as-much-as-possible-due-to
- Debido a la alta tasa de mortalidad para gente por encima de los 60 las autoridades en Seattle recomiendan a cualquiera en ese rango de edad a permanecer en casa lo máximo posible:
https://thehill.com/policy/healthcare/486020-seattle-urges-people-over-60-to-stay-home-as-much-as-possible-due-to
- Incluso siendo joven deberías evitar el riesgo, no solo porque podrías transmitirlo a los grupos de riesgo, sino también porque los expertos no saben cuáles pueden ser los efectos a largo plazo de este virus que es relativamente desconocido. También está el sufrimiento potencial al que te arriesgas: aquí está el testimonio de un joven no fumador de 25 años que temió por su vida debido a la sensación de ahogo que provoca el virus:
https://news.sky.com/story/fighting-coronavirus-one-of-the-first-british-sufferers-describes-his-ordeal-11950631
- El virus tiene un origen zoonotico, compartiendo el 99% de su ADN con el coronavirus que infecta a los pangolines. ACTUALIZACIÓN: esta afirmación esta siendo discutida: https://www.nature.com/articles/d41586-020-00548-w
- Durante un evento de este tipo, el conocimiento es poder, y tomar las precauciones apropiadas AHORA minimizará la exposición al riesgo para ti y los tuyos.
submitted by diasextra to es [link] [comments]


2020.01.11 19:42 ORoxo Como investir Keep it simple, Stupid!

Olá,
Se chegaste até aqui é porque estás preocupado com as tuas finanças, por isso, parabéns!
De facto, é uma preocupação fundamentada, uma vez que, de acordo com Relatório sobre a Sustentabilidade Financeira da Segurança Social publicado em Outubro de 2018 como anexo do Orçamento de Estado de 2019, a Segurança Social como a conhecemos hoje esgotar-se-á no final da segunda metade da década de 2040.
O FEFSS (Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social), a ser utilizado perante saldos negativos do sistema previdencial a partir do final da segunda metade da década de 2020, teria com a atual projeção, um esgotamento no final da segunda metade da década de 2040, representando uma melhoria face à projeção do relatório de sustentabilidade anexo ao Relatório do OE de 2017, em cinco anos.
Assim, se, tal como eu, estás a iniciar a tua vida adulta, provavelmente serás responsável pelo teu próprio sustento durante a idade da reforma. Como tal, temos de arranjar uma forma de garantir que o nosso dinheiro rende, para garantir esse conforto futuro.
A melhor forma que conheço para o fazer é através de investimentos, algo que começa agora a ser falado no nosso país, mas sobre o qual a generalidade das pessoas ainda sabe muito pouco.
Ao contrário de subs de outros países relacionadas com finanças pessoais onde existem vários tópicos Guide, em Portugal, tal não acontece.
Para colmatar essa lacuna, decidi escrever este post que espero ajudar aqueles que buscam conselhos financeiros e que se deparam com esta comunidade pela primeira vez.
Infelizmente (ou felizmente) não venho de famílias abastadas. Como tal, há cerca de 2/3 anos quando comecei a ganhar alguma autonomia financeira coincidente com a minha entrada no mercado de trabalho, comecei a pensar como viria a fazer face às minhas despesas - casa, carro, alimentação, etc.
Desta reflexão resultaram muitas horas de leitura e lições que agora partilho aqui convosco:
Lição 1: ninguém cuidará melhor do vosso dinheiro do que vocês.
Começo por partilhar convosco que uma das coisas que mais me irrita na indústria financeira - e no qual tenho a minha quota-parte de culpa, dado que é a minha área de formação - é da necessidade de complicar. Alguém que esteja de fora, ficará intimidado pela complexidade de palavras que usamos como asset alocation, derivatives, bonds, stocks, optimal portfolio allocation, options, warrants e futuros. Como se isso não bastasse, não educamos os jovens em finanças - em muitos casos temos dificuldade em poupar e noutros tantos em perceber como investir.
Claro que toda esta iliteracia financeira é um paraíso para portfolio managers e outros agentes dispostos a investir o vosso dinheiro por vocês. Porquê, perguntam vocês?
Existem três formas através das quais um porfolio manager consegue fazer dinheiro para a empresa:
  1. Comissões sobre produtos;
  2. Assets Under Management;
  3. Aconselhamento 1-on-1.
Em primeiro lugar, parte do salário de um portfolio manager, é variável. Por outras palavras, está dependente do lucro que trouxer para a empresa. Como tal, não é de admirar que vos sugerirão aqueles produtos que lhes dêem maior retorno, independentemente do retorno que vos trouxerem para vocês. Como tal, aqueles produtos que vos tentarão enfiar pela garganta abaixo são precisamente aqueles que vão de acordo com os objectivos deles (maximizar lucro) e não necessariamente os vossos (maximizar o retorno).
Para além disso, existe também o modelo AUM (Assets Under Management) que na práctica é 1-2% que vos cobrados pelo valor de activos na vossa carteiro. A título de exemplo, suponham que eu tenho 100.000€ investidos na institução A cuja taxa AUM é de 2%. Todos os anos terei de pagar 2.000€ à instituição financeira que faz a gestão dos meus activos, independentemente de ter, ou não lucro. Imaginem que num dado ano tive 6% de retorno, a inflação foi de 3% e a AUM é de 2%. Resta-me 1% de um retorno que deveria ter sido 3%. De repente, um ano que até teria sido bastante positivo transformou-se num mísero 1%. (Parece-vos justo? Nem a mim...)
Por último, alguns advisors estão ainda disponíveis para vos aconselha por uma módica quantia de X, sendo X um valor absolutamente ridículo para o qual não existe qualquer justificação lógica. Como se tal não bastasse, muitas vezes esse aconselhamento não se traduz em qualquer valor acrescentado para nós. Com sorte, vai de encontro ao ponto 1 e comem-nos por parvos duas vezes: no aconselhamento que roçou o medíocre e na venda de um produto com comissões altíssimas e retornos pelas ruas da amargura.
Dito isto, aqui fica a primeira lição: ninguém cuidará melhor do vosso dinheiro do que vocês!
No entanto, identificar um problema sem o tentar resolver soa-me um pouco hipócrita. Por isso, deixem-me introduzir-vos à segunda lição: é mais fácil do que parece.
Dado que, como já partilhei convosco acima, a minha formação base é finanças, comecei a pensar "como é que se investe?". Esta questão levou-me a ler vários livros sobre investimento e apercebi-me que, ao contrário do que todos os profissionais da área faziam parecer crer, investir, era bastante simples.
Tão simples, de facto, que alguém com zero experiência como investidor conseguirá obter um retorno melhor do que 80% dos ditos portfolio managers utilizando apenas as ferramentas que partilharei convosco neste thread.
O quê?! 80%?! Mas investir não é difícil?!
Não.
O quê?! Melhores retornos que portfolio managers que vivem, respiram e comem informação financeira?
Sim.
Afinal eu não preciso de pagar fees ao meu banco para investir por mim?!
Não.
Contudo, antes de partilhar convosco quais são essas ferramentas há três questões que são imperativas que saibam responder:
  1. Em que fase da vossa vida é que estão? Acumulação ou Preservação de riqueza?;
  2. Que níveis de risco é que estão disponíveis a aceitar?;
  3. O vosso horizonte temporal a nível de investimentos é longo ou curto prazo?.
Certamente repararam que as três questões estão intrinsecamente ligadas e que existe um tema comum a todas elas, risco. Pelo que gostava de começar por abordá-lo em primeiro lugar.
Ao contrário do que vos possam dizer ou vocês próprios possam pensar, não existe nenhum investimento 100% seguro.
Experimentem colocar o vosso dinheiro debaixo do colchão durante 20 anos e depois contem-me como os 20k€ que com tanto esforço, suor e lágrimas amealharam valem agora apenas 5k€ em bens e/ou serviços. Ou talvez vocês seja pessoas conservadoras e decidam comprar títulos do tesouro, mas nesse caso apresentar-vos-ei a minha inflação ou então são completamente o oposto e decidem que acções is the way to go, caso em que opto por vos dar a conhecer a minha outra amiga, deflação.
Estes exemplos não servem para vos desincentivar de investir. Queria apenas de uma forma, mais ou menos, lúdica demonstrar-vos que, qualquer que seja a nossa opção, nunca estamos 100% seguros. Consequentemente, a única opção que nos resta é fazer as escolhas que julgamos serem as mais correctas com a informação que temos disponível de momento - e atenção que não fazer escolha é, em si, uma escolha.
Dito isto, existem apenas outras três ferramentas que necessitam para construir o vosso portfolio:
(já repararam que eu gosto de manter as coisas simples?)
  1. Acções
E se invés de apostarmos numa única equipa e rezássemos para que essa equipa vencesse, pudéssemos apostar que uma qualquer equipa entre todas as que estão na competição poderia ganhar? As nossas odds seriam bem melhores, verdade?
É isso que constitui um index fund - um cabaz de acções de várias empresas. Regra geral, cada index fund tem um benchmark que segue o que acaba por definir as ações nas quais esse index fund invest. Tudo o que precisam de saber são três siglas muito simples, IWDA:NA, VUSA e VWRL.
Quais as diferenças?
Dentro dos fundos cotados (aka ETFs), existem duas sub-classes no que toca à distribuição dos dividendos consoante o fundo reeinvista autmaticamente os dividendos ou caso os distribua aos investidores, chamados accumulation ou distribution, respectivamente*.*
Isto é relevante principalmente para efeitos fiscais. No que toca a investimentos desta natureza, existem dois momentos nos quais estás sujeito a imposto.
Na altura de receberes os dividendos e no momento da venda propriamente dito.
Aquando da distribuição dos dividendos, o teu broker transferirá para a conta bancária associada o valor dos dividendos retirados os 28% de imposto. No momento da venda, analisar-se-á qual a mais ou menos valia que há a realizar. Isto é, se vendeste o investimento a um preço superior ao que compraste, o valor de imposto a pagar será de 28% sobre essa diferença. Se o valor de venda for inferior ao valor de compra, não terás qualquer imposto a pagar.
Logo, salvo raras excepções, é aconselhável que se invista num ETF que seja cumulativo (IWDA:NA). Desta forma, tiraremos proveito da capitalização composta dos juros ao mesmo tempo que adiamos o pagamento de impostos desnecessários.
  1. Obrigações
As obrigações proporcionam uma viagem ao longo do percurso de investidor um pouco mais suave. Pessoalmente, dada a minha idade, não creio que tenha muito interesse para mim. No entanto, para investidores mais conservadores, BND e AGGG-fund?switchLocale=y&siteEntryPassthrough=true) são as única sigla que precisam de conhecer neste sub-universo.
  1. Dinheiro
Um fundo de emergência é algo que devemos sempre ter. Ninguém sabe o que acontecerá no dia de amanhã e enquanto investidores de longo-prazo não queremos ter de liquidar os nossos activos devido a uma emergência. Por isso, três a seis meses de despesas fixas é um bom objectivo para se ter em dinheiro numa conta a ordem ou conta poupança que possa ser movimentada sem incorrer em custos.
Lição 2: Todos os portfolio managers acreditam que conseguem bater o mercado. Por sua vez, nós, investidores, acreditamos que conseguimos escolher aqueles que o fazem. Estamos todos enganados.
Imaginem uma sala cheia de crânios financeiros, vestidos nos seus fatos com tecidos italianos. Estes profissionais contam com anos de experiência nos mercados de capitais, para não falar das décadas passadas a estudar em grandes Business Schools.
Para além disso, têm à sua disposição inúmeras ferramentas da Bloomberg, Reuters e outros grandes players que lhes permitem ter acesso a toda a informação, constantemente actualizada, a qualquer instante.
Apesar de trabalharem noite e dia, estes guerreiros também descansam para um ocasional café, cigarro e almoço de negócios. Nesses raros e curtos momentos, encontram-se com outros analistas, experts, insiders das empresas nas quais investem e outra panóplia de gente importante.
Ao conviverem tão próximos com a realidade na qual investem, de certeza que eles sabem o que andam a fazer, certo?
Ahhhhh...think again.
Está comprovado impericamente (clicar irá fazer o download de um pdf) que os vários fundos de investimento não são capazes de dar rendibilidade superior ao seus investidores, quando comparado com o mercado.
Num horizonte temporal de 5 anos, 84,15% dos fundos de investimento tiveram uma performance pior do que o S&P500.
Logo, para terem um retorno superior ao mercado, vocês teriam de escolher o melhor fundo de investimentos possível, de um conjunto de 10! Como se isso não bastasse - e supondo que escolhiam o fundo vencedor -, ser-vos-ia cobra entre 1 a 2% em comissões. Não é muito? Para ilustrar a diferença que isto pode fazer, sigam o meu raciocínio:
Suponham que investiram 10.000€ há 30 anos num dado activo. A rentabilidade média desse mesmo activo foi de 7%, já tida a inflação em conta. Se tivessem investido vocês mesmos esse valor num index fund, teriam aproximadamente 66.000€. Por sua vez, se tivessem escolhido o fundo vencedor teriam apenas 43.000€. Uma diferença de 23.000€ tendo por base apenas 2%. Funny, right?
(aqui estou a supor que o fundo vencedor vos proporcionava apenas a mesma rentabilidade dada pelo mercado, mas dado que assumi, de 10 fundos de investimento, vocês escolhiam o único cuja rentabilidade não era pior que a do mercado, parece-me justo para balançar o cenário)
Este exemplo introduz-nos à próxima lição.
Lição 3: Controlem o que conseguem controlar
Esta conversa é toda muito bonita, mas o que raio é essa coisa da Vanguard e porque é que todos os EFTs que sugeres são geridos por eles? Afinal, também és um vendedor?!
Bom ponto, tens estado atento!
Um mercado de capitais é um sítio feio, se não soubermos gerir as emoções provavelmente perderemos muito dinheiro - mais sobre isto numa edição futura do post. A verdade é que os nossos investimentos irão desvalorizar e valorizar várias vezes ao longo do tempo. Como tal, uns anos serão positivos e outros nem tanto. Isto para dizer algo que ninguém gosta de ouvir: não podemos controlar o retorno que o mercado nos dá. Felizmente, há algo que nos cabe a nós controlar: o custo do nosso investimento.
Uma vez que o lucro do nosso investimento será nada mais do que retorno - custo, minimizando o custo estamos a optimizar esta equação.
É aqui que entra a Vanguard, fundada por um grande senhor, John Bogle, em 1975.
O que a torna tão especial é que, no momento da sua fundação, John Bogle estruturou-a de forma a que fosse customer-owned e cujo objetivo fosse o breakeven (i.e., não é suposto ter lucro, mas sim apenas ser capaz de fazer face às suas despesas).
Para compreenderem a diferença, uma empresa de investimento pode ter duas formas:
  1. É uma empresa privada. Funciona da mesma forma que um negócio familiar e o objectivo é gerar valor para os donos - a Fidelity Investments é um exemplo;
  2. É uma empresa cotada em bolsa, detida por accionistas.
Em qualquer um destes casos, o objectivo da empresa é gerar lucro. Apenas deste modo serão capazes de pagar as suas despesas e remunerar os seus donos, sejam eles privados ou accionistas. Não é difícil perceber que quanto maior for o lucro, maior será a fatia dada a cada um destes agentes. Logo, há todo um incentivo para a maximizar tanto quanto possível. E imaginem de quem virá essa fatia...nós, investidores, claro!
Por outras palavras, quando investimos com uma destas empresas, estamos a pagar pelo investimento financeiro propriamente dito e mais alguns pózinhos para os seus donos/accionistas.
Logo, é claro que há aqui um conflito de interesses - o mesmo se passa com portfolio managers, mas isso fica para uma outra versão do post. O dono de uma empresa de investimento quer que os fees sejam tão altos quanto possível. Eu, enquanto investidor, quero pagar o mínimo.
Ainda que este modelo de negócio seja perfeitamente digno. Nós, investidores, temos uma solução melhor! Acontece que John Bogle quando fundou a Vanguard, fê-lo de modo a que a mesma fosse detida pelos fundos que esta opera. Ora, uma vez que são os investidores que detêm os fundos, na práctica, os investidores detêm a própria Vanguard.
Logo, qualquer lucro que a empresa tivesse entraria directamente para a nossa carteira. No entanto, dado que este circulo Investidor - Vnaguard Mutual Funds - Vanguard - Investidor seria um pouco non-sense, a Vanguard opera no breakeven, cobrando os custos mínimos para garantir a sua operação.
No que é isto se traduz, na práctica? No facto de que o expense ratio (ou seja, a taxa de encargos correntes) média dos fundos da Vanguard seja 0.2% contra 1,20% da indústria. Pode não parecer muito, mas considerando este valor sobre vários anos e sobre um capital considerável, dá uns bons mlhares de euros poupados no final de uma vida de investidor.
Lição 4: Fazer para crer
Dito isto, como é que se compra essas coisas estranhas, ETFs? Para o fazer, precisam de uma correctora ou broker. Cada correctora practica o seu próprio preço. Por isso, é importante compararem-nos antes de abrirem conta numa delas. Deixo-vos aqui e aqui e aqui imagens de tabelas comparativas das várias correctoras a operar em Portugal (obrigado, Bárbara Barroso). Para além dos custos de aquisição de títulos, algumas delas cobram ainda custos de manuntenção e/ou outros.
Muitas destas correctoras permitem criar contas demo. Caso estejam indecisos. criem uma e experimentem a plataforma de negociação.
Feito este passo, é uma questão de acederem à dita plataforma, procurar os títulos indicados acima e adquiri-los.
Frequently Asked Questions
Os mercados estão em máximos históricos. Por isso, uma recessão está para breve. Será que devo esperar que a dita recessão chegue e que os mercados acalmem?
Ninguém sabe ao certo quando - e sequer se - estaremos perante uma recessão. A pesquisa feita em torno dos retornos históricos demonstra que se tiveres X€ para investir, a melhor solução é colocá-los de uma só vez no mercado.
Mas ainda ontem ouvi o Miguel Sousa Tavares a dizer que estaria para breve!
Não.
Ah, mas a minha tia, que é economista, disse no jantar de Natal que a guerra comercial da China e dos EUA...
Não.
Ah, mas o meu piriquito...
Não.
Ninguém consegue fazer timing ao mercado e quem vos disser o contrário está a tentar enganar-vos. No caso de serem vocês próprios, sentem-se à espera que a vontade passe, 99.9% das vezes estarão enganados.
Devo investir com a Degiro?
Antes de usarem a DeGiro como vossa correctora leiam este thread e pesquisem Amsterdamtrader Degiro no Google.
Com este tópico pretendo apenas informar-vos. Como tal, ainda que vos possa partilhar convosco como giro os meus investimentos, tento ser o mais imparcial possível. No entanto, sou defensor que devemos fazer escolhas conscientes. Não digo que não seja uma boa opção, estejam apenas consciente do que se passa no background.
Qual é a correctora que usas, u/ORoxo**?**
Comecei por usar o Banco Invest porque me dava uma segurança adicional fazê-lo através de um banco no qual confio. No entanto, os custos eram demasiado elevados e agora faço-o pela DeGiro, apesar do indiquei no ponto imediatamente acima. O importante é termos consciência dos riscos, lembrem-se.
O que acontece se a correctora que uso for à falência?
Regra geral, as correctoras mantêm os nossos activos numa entidade legal separada. Na práctica, isto significa que a correctora teria uma entidades para o negócio de corretagem propriamente dito através da qual realiza todas as actividades inerentes à operação (i.e., pagar os salários dos empregados, receber os fees dos clientes, etc, etc) e outra entidade à qual os nossos activos estariam alocados (dinheiro que temos em conta e os nossos produtos financeiros). A vantagem deste tipo de estrutura é que, em caso de falência do negócio, os ativos dos investidores não poderiam ser usados para pagar aos credores da correctora.
Não vos posso dizer se na práctica é 100% assim mas, pelo menos em teoria, isto acontece (ver e ver). Usando a DeGiro como exemplo:
DEGIRO holds Financial Instruments for you in such a way that they cannot be accessed by creditors of DEGIRO, even if DEGIRO would be bankrupt.
Ainda assim, supondo que a DeGiro ia à falência, dado que está sediada na Holanda, estaria ao abrigo do Investor Compensation Scheme que fará face às obrigações da correctora até um limite de 20k€ por investidor.
Para vos dar outro exemplo, caso investissem através da Interactive Brokers, o limite seria 500k€, uma vez que estariamos ao abrigo da SIPC (Securities Investor Protection Corporation).
Estes valores/regras dependerão do país no qual a correctora está sediada. Caso queiram optar por outra, as preocupações deverão rondar as seguintes questões:
Qual é a rentabilidade anual que posso esperar do meu portfólio, se seguir as estratégias deste post?
Tendo em consideração os dados do último século, o retorno médio anual do mercado de capitais foi de 10%. Na práctica, isto quer dizer que se adquirires um ETF cujo benchmark seja o S&P500 ou um índice global (muitas vezes os ETF deste tipo têm WLR ou World no nome), no longo prazo (20+ anos), podes esperar um retorno anual de 10% nos teus investimentos. Atenta, por favor, que isto não quer dizer que terás todos os anos 10% - poderão haver anos que ganhas 30% e noutros perdes 15%, por exemplo. Ainda assim, no longo-prazo, em média, poderás esperar um retorno de 10%/ano.
O importante é que não faças o que a maior parte das pessoas faz: vender quando o mercado está a cair e comprar quanto o mercado está em alta. O nosso objectivo enquanto investidores de longo prazo deve ser comprar sempre o mesmo em valor absoluto (supõe que defines como objetivo uma taxa de poupança de 30%/mês; deverás investir sempre esses 30% quer o ETF custe 10€ ou 80€). Uns anos essa poupança de 30% comprará mais unidades do dito ETF, outras menos. Ainda assim, no final da nossa vida de investidor, poderemos esperar um retorno de 10%/ano, em média.
Para aqueles que são conservadores, usem 6% como referência.
O ETF xpto é uma boa alternativa aos que mencionas no teu post?
Quando consideramos investir num ETF há algumas questões que devemos colocar:
  1. Qual é o activo subjacente ao ETF?
  2. Qual o custo de gestão do ETF?
  3. O ETF é cumulativo ou distribuí dividendos?
  4. Em que praça é cotado?
  5. Em que moeda está denominado o ETF?
Em primeiro lugar, importa perceber qual é o activo que está subjacente ao ETF.
Em segundo lugar, importa analisar os custos.
Eu posso pensar "epah estar exposto ao mundo todo é melhor do que estar apenas exposto ao mercado dos EUA." Certíssimo. No entanto, o retorno que irei ter ao estar exposto a empresas de diferentes geografias vai compensar a diferença de custos de gestão anuais que terei de pagar? Para além disso, supondo que estou a investir em empresas do S&P500, a maior parte delas operam em vários mercados. Será que faz sentido optar por um ETF que diversifica ainda mais, incorrendo em custos superiores, quando as grandes empresas são, hoje em dia, na sua grande maioria, globais?".
O ponto 3, ainda para mais em Portugal, é fulcral. Cada vez que te forem pagos dividendos, pagarás 28% de imposto. Logo, supondo que recebes 1.000€ de dividendos, só receberás à cabeça 720€. Num ano, pode não parecer muito, capitaliza isto pela tua vida de investidor, no meu caso 50 ou 60€ e tens uma valente fortuna paga ao Estado, sem motivo para isso.
Qual é então a solução? Fácil! Investir num ETF que invés de te dar os 1.000€ todos os anos, os investe automaticamente no ETF. Não só poupaste 28% em imposto como o poder do juro composto vai multiplicar este valor inúmeras vezes. Lembra-te, sempre que possível, accumulating.
O próximo ponto também é essencial uma vez que se o EFT for cotado nos EUA não está sequer acessível para nós. Infelizmente, as normas europeias exigem que os issuers forneçam uma série de informação, sem a qual os ETF não poderão ser transacionados em bolsa Europeias. Consequentemente, não são sequer solução para nós porque simplesmente não estão disponíveis.
Por último, há pessoas que consideram que seja bastante importante a moeda na qual o ETF está cotado devido ao currency risk (i.e., supõe que tens um activo em USD e gastas o teu dinheiro em EUR. O risco é que o USD desvalorize face ao EUR e que, consequentemente, percas poder de compra).
Pessoalmente, não é algo que me faça perder o sono, mas é uma questão a considerar.
O que acontecerá às minhas poupanças daqui a 20 anos se conseguir investir mais 50€/mês?
De acordo com esta calculadora, daqui a 20 anos terás mais 36.199,34€ ou 22.782,29€, consoante a tua perspectiva face à taxa de juro seja optimista ou pessimista, respectivamente.
Quero aprender mais sobre o tópico. O que me aconselhas?
Infelizmente, muito do conteúdo que existe está extremamente vocacionado para o mercado Norte-americano, em particular os EUA - surprise, surprise, han?
De qualquer modo, existem muitas (e boas!) lições que podemos adaptar à nossa realidade. Por isso, caso se sintam à vontade a ler inglês aconselho os seguintes livros:
Creio que para a maior parte deles poderão encontrar a versão em PT. No entanto, caso considerem que há interesse posso fazer um breve resumo de cada um deles e incluí-lo no âmbito do thread.
Para aqueles cujas versões de inglês forem suficientes, mas cujo valor dos livros faça diferença no orçamento familiar, mandem-me dm.
Tenho mais de 100.000€ disponível para investir, devo seguir o mesmo processo?
Não.
Nesse caso, por favor, abre uma garrafa de champanhe. Para além de estares entre os 20% mais ricos de Portugal e dinheiro não ser uma preocupação para ti, podes investir directamente com a Vanguard.
Para o fazeres, envia um e-mail para [email protected] com a indicação de que pretendes investir no index fund cujo ISIN é IE0002639668. Infelizmente, a partir daqui não te consigo ajudar mais, uma vez que ainda não estou neste patamar. Contudo, para questões particulares, estou sempre disponível por dm, se necessitares.
Caso pretendas consultar os restantes fundos disponíveis para investidores portugueses podes fazê-lo aqui.
Creio que já deu para entender que adoro este temas. Por isso, caso tenham alguma questão, estejam completamente à vontade para a colocar nos comentários ou enviar-me dm. Terei todo o gosto em ajudar cada um de vocês em tudo o que me for possível.
Como qualquer pessoa, sou humano e, como tal, não sei tudo. Ainda assim, se for esse o caso, estou disponível para ir aprender de modo a ser capaz de vos explicar e partilhar convosco.
Provavelmente editarei este tópico várias vezes à medida que me for lembrando de mais informação. Até lá, espero que vos seja útil!
submitted by ORoxo to literaciafinanceira [link] [comments]


2019.12.28 13:24 ORoxo Como investir Keep it simple, Stupid!

Olá,
Se chegaste até aqui é porque estás preocupado com as tuas finanças, por isso, parabéns!
De facto, é uma preocupação fundamentada, uma vez que, de acordo com Relatório sobre a Sustentabilidade Financeira da Segurança Social publicado em Outubro de 2018 como anexo do Orçamento de Estado de 2019, a Segurança Social como a conhecemos hoje esgotar-se-á no final da segunda metade da década de 2040.

O FEFSS (Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social), a ser utilizado perante saldos negativos do sistema previdencial a partir do final da segunda metade da década de 2020, teria com a atual projeção, um esgotamento no final da segunda metade da década de 2040, representando uma melhoria face à projeção do relatório de sustentabilidade anexo ao Relatório do OE de 2017, em cinco anos.

Assim, se, tal como eu, estás a iniciar a tua vida adulta, provavelmente será responsável pelo teu próprio sustento durante a idade da reforma. Como tal, temos de arranjar uma forma de garantir que o nosso dinheiro rende, para garantir esse conforto futuro.
A melhor forma que conheço para o fazer é através de investimentos, algo que começa agora a ser falado no nosso país, mas sobre o qual a generalidade das pessoas ainda sabe muito pouco.

Ao contrário de subs de outros países relacionadas com finanças pessoais onde existem vários tópicos Guide, em Portugal, tal não acontece.
Para colmatar essa lacuna, decidi escrever este post que espero ajudar aqueles que buscam conselhos financeiros e que se deparam com esta comunidade pela primeira vez.
Infelizmente (ou felizmente) não venho de famílias abastadas. Como tal, há cerca de 2/3 anos quando comecei a ganhar alguma autonomia financeira coincidente com a minha entrada no mercado de trabalho, comecei a pensar como é viria a fazer face às minhas despesas - casa, carro, alimentação, etc.
Desta reflexão resultaram muitas horas de leitura e lições que agora partilho aqui convosco:

Lição 1: ninguém cuidará melhor do vosso dinheiro do que vocês.
Começo por partilhar convosco que uma das coisas que mais me irrita na indústria financeira - e no qual tenho a minha quota-parte de culpa, dado que é a minha área de formação - é da necessidade de complicar. Alguém que esteja de fora, ficará intimidado pela complexidade de palavras que usamos como asset alocation, derivatives, bonds, stocks, optimal portfolio allocation, options, warrants e futuros. Como se isso não bastasse, não educamos os jovens em finanças - em muitos casos temos dificuldade em poupar e noutros tantos em perceber como investir.
Claro que toda esta iliteracia financeira é um paraíso para portfolio managers e outros agentes dispostos a investir o vosso dinheiro por vocês. Porquê, perguntam vocês?
Existem três formas através das quais um porfolio manager consegue fazer dinheiro para a empresa:
  1. Comissões sobre produtos;
  2. Assets Under Management;
  3. Aconselhamento 1-on-1.

Em primeiro lugar, parte do salário de um portfolio manager, é variável. Por outras palavras, está dependente do lucro que trouxer para a empresa. Como tal, não é de admirar que vos sugerirão aqueles produtos que lhes dêem maior retorno, independentemente do retorno que vos trouxerem para vocês. Como tal, aqueles produtos que vos tentarão enfiar pela garganta abaixo são precisamente aqueles que vão de acordo com os objectivos deles (maximizar lucro) e não necessariamente os vossos (maximizar o retorno).
Para além disso, existe também o modelo AUM (Assets Under Management) que na práctica é 1-2% que vos cobrados pelo valor de activos na vossa carteiro. A título de exemplo, suponham que eu tenho 100.000€ investidos na institução A cuja taxa AUM é de 2%. Todos os anos terei de pagar 2.000€ à instituição financeira que faz a gestão dos meus activos, independentemente de ter, ou não lucro. Imaginem que num dado ano tive 6% de retorno, a inflação foi de 3% e a AUM é de 2%. Resta-me 1% de um retorno que deveria ter sido 3%. De repente, um ano que até teria sido bastante positivo transformou-se num mísero 1%. (Parece-vos justo? Nem a mim...)
Por último, alguns advisors estão ainda disponíveis para vos aconselha por uma módica quantia de X, sendo X um valor absolutamente ridículo para o qual não existe qualquer justificação lógica. Como se tal não bastasse, muitas vezes esse aconselhamento não se traduz em qualquer valor acrescentado para nós. Com sorte, vai de encontro ao ponto 1 e comem-nos por parvos duas vezes: no aconselhamento que roçou o medíocre e na venda de um produto com comissões altíssimas e retornos pelas ruas da amargura.

Dito isto, aqui fica a primeira lição: ninguém cuidará melhor do vosso dinheiro do que vocês!

No entanto, identificar um problema sem o tentar resolver soa-me um pouco hipócrita. Por isso, deixem-me introduzir-vos à segunda lição: é mais fácil do que parece.

Dado que, como já partilhei convosco acima, a minha formação base é finanças, comecei a pensar "como é que se investe?". Esta questão levou-me a ler vários livros sobre investimento e apercebi-me que, ao contrário do que todos os profissionais da área faziam parecer crer, investir, era bastante simples.
Tão simples, de facto, que alguém com zero experiência como investidor conseguirá obter um retorno melhor do que 80% dos ditos portfolio managers utilizando apenas as ferramentas que partilharei convosco neste thread.

O quê?! 80%?! Mas investir não é difícil?!
Não.

O quê?! Melhores retornos que portfolio managers que vivem, respiram e comem informação financeira?
Sim.

Afinal eu não preciso de pagar fees ao meu banco para investir por mim?!
Não.

Contudo, antes de partilhar convosco quais são essas ferramentas há três questões que são imperativas que saibam responder:

  1. Em que fase da vossa vida é que estão? Acumulação ou Preservação de riqueza?;
  2. Que níveis de risco é que estão disponíveis a aceitar?;
  3. O vosso horizonte temporal a nível de investimentos é longo ou curto prazo?.

Certamente repararam que as três questões estão intrinsecamente ligadas e que existe um tema comum a todas elas, risco. Pelo que gostava de começar por abordá-lo em primeiro lugar.
Ao contrário do que vos possam dizer ou vocês próprios possam pensar, não existe nenhum investimento 100% seguro.
Experimentem colocar o vosso dinheiro debaixo do colchão durante 20 anos e depois contem-me como os 20k€ que com tanto esforço, suor e lágrimas amealharam valem agora apenas 5k€ em bens e/ou serviços. Ou talvez vocês seja pessoas conservadoras e decidam comprar títulos do tesouro, mas nesse caso apresentar-vos-ei a minha inflação ou então são completamente o oposto e decidem que acções is the way to go, caso em que opto por vos dar a conhecer a minha outra amiga, deflação.
Estes exemplos não servem para vos desincentivar de investir. Queria apenas de uma forma, mais ou menos, lúdica demonstrar-vos que, qualquer que seja a nossa opção, nunca estamos 100% seguros. Consequentemente, a única opção que nos resta é fazer as escolhas que julgamos serem as mais correctas com a informação que temos disponível de momento - e atenção que não fazer escolha é, em si, uma escolha.
Dito isto, existem apenas outras três ferramentas que necessitam para construir o vosso portfolio:
(já repararam que eu gosto de manter as coisas simples?)

  1. Acções
E se invés de apostarmos numa única equipa e rezássemos para que essa equipa vencesse, pudéssemos apostar que uma qualquer equipa entre todas as que estão na competição poderia ganhar? As nossas odds seriam bem melhores, verdade?
É isso que constitui um index fund - um cabaz de acções de várias empresas. Regra geral, cada index fund tem um benchmark que segue o que acaba por definir as ações nas quais esse index fund invest. Tudo o que precisam de saber são três siglas muito simples, IWDA:NA, VUSA e VWRL.

Quais as diferenças?
Dentro dos fundos cotados (aka ETFs), existem duas sub-classes no que toca à distribuição dos dividendos consoante o fundo reeinvista autmaticamente os dividendos ou caso os distribua aos investidores, chamados accumulation ou distribution, respectivamente*.*
Isto é relevante principalmente para efeitos fiscais. No que toca a investimentos desta natureza, existem dois momentos nos quais estás sujeito a imposto.
Na altura de receberes os dividendos e no momento da venda propriamente dito.
Aquando da distribuição dos dividendos, o teu broker transferirá para a conta bancária associada o valor dos dividendos retirados os 28% de imposto. No momento da venda, analisar-se-á qual a mais ou menos valia que há a realizar. Isto é, se vendeste o investimento a um preço superior ao que compraste, o valor de imposto a pagar será de 28% sobre essa diferença. Se o valor de venda for inferior ao valor de compra, não terás qualquer imposto a pagar.
Logo, salvo raras excepções, é aconselhável que se invista num ETF que seja cumulativo (IWDA:NA). Desta forma, tiraremos proveito da capitalização composta dos juros ao mesmo tempo que adiamos o pagamento de impostos desnecessários.

  1. Obrigações
As obrigações proporcionam uma viagem ao longo do percurso de investidor um pouco mais suave. Pessoalmente, dada a minha idade, não creio que tenha muito interesse para mim. No entanto, para investidores mais conservadores, BND e AGGG-fund?switchLocale=y&siteEntryPassthrough=true) são as única sigla que precisam de conhecer neste sub-universo.

  1. Dinheiro
Um fundo de emergência é algo que devemos sempre ter. Ninguém sabe o que acontecerá no dia de amanhã e enquanto investidores de longo-prazo não queremos ter de liquidar os nossos activos devido a uma emergência. Por isso, três a seis meses de despesas fixas é um bom objectivo para se ter em dinheiro numa conta a ordem ou conta poupança que possa ser movimentada sem incorrer em custos.

Lição 2: Todos os portfolio managers acreditam que conseguem bater o mercado. Por sua vez, nós, investidores, acreditamos que conseguimos escolher aqueles que o fazem. Estamos todos enganados.

Imaginem uma sala cheia de crânios financeiros, vestidos nos seus fatos com tecidos italianos. Estes profissionais contam com anos de experiência nos mercados de capitais, para não falar das décadas passadas a estudar em grandes Business Schools.
Para além disso, têm à sua disposição inúmeras ferramentas da Bloomberg, Reuters e outros grandes players que lhes permitem ter acesso a toda a informação, constantemente actualizada, a qualquer instante.
Apesar de trabalharem noite e dia, estes guerreiros também descansam para um ocasional café, cigarro e almoço de negócios. Nesses raros e curtos momentos, encontram-se com outros analistas, experts, insiders das empresas nas quais investem e outra panóplia de gente importante.
Ao conviverem tão próximos com a realidade na qual investem, de certeza que eles sabem o que andam a fazer, certo?
Ahhhhh...think again.
Está comprovado impericamente (clicar irá fazer o download de um pdf) que os vários fundos de investimento não são capazes de dar rendibilidade superior ao seus investidores, quando comparado com o mercado.
Num horizonte temporal de 5 anos, 84,15% dos fundos de investimento tiveram uma performance pior do que o S&P500.
Logo, para terem um retorno superior ao mercado, vocês teriam de escolher o melhor fundo de investimentos possível, de um conjunto de 10! Como se isso não bastasse - e supondo que escolhiam o fundo vencedor -, ser-vos-ia cobra entre 1 a 2% em comissões. Não é muito? Para ilustrar a diferença que isto pode fazer, sigam o meu raciocínio:

Suponham que investiram 10.000€ há 30 anos num dado activo. A rentabilidade média desse mesmo activo foi de 7%, já tida a inflação em conta. Se tivessem investido vocês mesmos esse valor num index fund, teriam aproximadamente 66.000€. Por sua vez, se tivessem escolhido o fundo vencedor teriam apenas 43.000€. Uma diferença de 23.000€ tendo por base apenas 2%. Funny, right?

(aqui estou a supor que o fundo vencedor vos proporcionava apenas a mesma rentabilidade dada pelo mercado, mas dado que assumi, de 10 fundos de investimento, vocês escolhiam o único cuja rentabilidade não era pior que a do mercado, parece-me justo para balançar o cenário)

Este exemplo introduz-nos à próxima lição.

Lição 3: Controlem o que conseguem controlar

Esta conversa é toda muito bonita, mas o que raio é essa coisa da Vanguard e porque é que todos os EFTs que sugeres são geridos por eles? Afinal, também és um vendedor?!

Bom ponto, tens estado atento!
Um mercado de capitais é um sítio feio, se não soubermos gerir as emoções provavelmente perderemos muito dinheiro - mais sobre isto numa edição futura do post. A verdade é que os nossos investimentos irão desvalorizar e valorizar várias vezes ao longo do tempo. Como tal, uns anos serão positivos e outros nem tanto. Isto para dizer algo que ninguém gosta de ouvir: não podemos controlar o retorno que o mercado nos dá. Felizmente, há algo que nos cabe a nós controlar: o custo do nosso investimento.
Uma vez que o lucro do nosso investimento será nada mais do que retorno - custo, minimizando o custo estamos a optimizar esta equação.
É aqui que entra a Vanguard, fundada por um grande senhor, John Bogle, em 1975.
O que a torna tão especial é que, no momento da sua fundação, John Bogle estruturou-a de forma a que fosse customer-owned e cujo objetivo fosse o breakeven (i.e., não é suposto ter lucro, mas sim apenas ser capaz de fazer face às suas despesas).
Para compreenderem a diferença, uma empresa de investimento pode ter duas formas:

  1. É uma empresa privada. Funciona da mesma forma que um negócio familiar e o objectivo é gerar valor para os donos - a Fidelity Investments é um exemplo;
  2. É uma empresa cotada em bolsa, detida por accionistas.

Em qualquer um destes casos, o objectivo da empresa é gerar lucro. Apenas deste modo serão capazes de pagar as suas despesas e remunerar os seus donos, sejam eles privados ou accionistas. Não é difícil perceber que quanto maior for o lucro, maior será a fatia dada a cada um destes agentes. Logo, há todo um incentivo para a maximizar tanto quanto possível. E imaginem de quem virá essa fatia...nós, investidores, claro!
Por outras palavras, quando investimos com uma destas empresas, estamos a pagar pelo investimento financeiro propriamente dito e mais alguns pózinhos para os seus donos/accionistas.
Logo, é claro que há aqui um conflito de interesses - o mesmo se passa com portfolio managers, mas isso fica para uma outra versão do post. O dono de uma empresa de investimento quer que os fees sejam tão altos quanto possível. Eu, enquanto investidor, quero pagar o mínimo.
Ainda que este modelo de negócio seja perfeitamente digno. Nós, investidores, temos uma solução melhor! Acontece que John Bogle quando fundou a Vanguard, fê-lo de modo a que a mesma fosse detida pelos fundos que esta opera. Ora, uma vez que são os investidores que detêm os fundos, na práctica, os investidores detêm a própria Vanguard.
Logo, qualquer lucro que a empresa tivesse entraria directamente para a nossa carteira. No entanto, dado que este circulo Investidor - Vnaguard Mutual Funds - Vanguard - Investidor seria um pouco non-sense, a Vanguard opera no breakeven, cobrando os custos mínimos para garantir a sua operação.

No que é isto se traduz, na práctica? No facto de que o expense ratio (ou seja, a taxa de encargos correntes) média dos fundos da Vanguard seja 0.2% contra 1,20% da indústria. Pode não parecer muito, mas considerando este valor sobre vários anos e sobre um capital considerável, dá uns bons mlhares de euros poupados no final de uma vida de investidor.

Lição 4: Fazer para crer
Dito isto, como é que se compra essas coisas estranhas, ETFs? Para o fazer, precisam de uma correctora ou broker. Cada correctora practica o seu próprio preço. Por isso, é importante compararem-nos antes de abrirem conta numa delas. Deixo-vos aqui e aqui e aqui imagens de tabelas comparativas das várias correctoras a operar em Portugal (obrigado, Bárbara Barroso). Para além dos custos de aquisição de títulos, algumas delas cobram ainda custos de manuntenção e/ou outros.
Muitas destas correctoras permitem criar contas demo. Caso estejam indecisos. criem uma e experimentem a plataforma de negociação.
Feito este passo, é uma questão de acederem à dita plataforma, procurar os títulos indicados acima e adquiri-los.


Frequently Asked Questions

Os mercados estão em máximos históricos. Por isso, uma recessão está para breve. Será que devo esperar que a dita recessão chegue e que os mercados acalmem?
Ninguém sabe ao certo quando - e sequer se - estaremos perante uma recessão. A pesquisa feita em torno dos retornos históricos demonstra que se tiveres X€ para investir, a melhor solução é colocá-los de uma só vez no mercado.

Mas ainda ontem ouvi o Miguel Sousa Tavares a dizer que estaria para breve!
Não.
Ah, mas a minha tia, que é economista, disse no jantar de Natal que a guerra comercial da China e dos EUA...
Não.
Ah, mas o meu piriquito...
Não.

Ninguém consegue fazer timing ao mercado e quem vos disser o contrário está a tentar enganar-vos. No caso de serem vocês próprios, sentem-se à espera que a vontade passe, 99.9% das vezes estarão enganados.

Devo investir com a Degiro?
Antes de usarem a DeGiro como vossa correctora leiam este thread e pesquisem Amsterdamtrader Degiro no Google.
Com este tópico pretendo apenas informar-vos. Como tal, ainda que vos possa partilhar convosco como giro os meus investimentos, tento ser o mais imparcial possível. No entanto, sou defensor que devemos fazer escolhas conscientes. Não digo que não seja uma boa opção, estejam apenas consciente do que se passa no background.

Qual é a correctora que usas, u/ORoxo**?**
Comecei por usar o Banco Invest porque me dava uma segurança adicional fazê-lo através de um banco no qual confio. No entanto, os custos eram demasiado elevados e agora faço-o pela DeGiro, apesar do indiquei no ponto imediatamente acima. O importante é termos consciência dos riscos, lembrem-se.

O que acontece se a correctora que uso for à falência?
Regra geral, as correctoras mantêm os nossos activos numa entidade legal separada. Na práctica, isto significa que a correctora teria uma entidades para o negócio de corretagem propriamente dito através da qual realiza todas as actividades inerentes à operação (i.e., pagar os salários dos empregados, receber os fees dos clientes, etc, etc) e outra entidade à qual os nossos activos estariam alocados (dinheiro que temos em conta e os nossos produtos financeiros). A vantagem deste tipo de estrutura é que, em caso de falência do negócio, os ativos dos investidores não poderiam ser usados para pagar aos credores da correctora.
Não vos posso dizer se na práctica é 100% assim mas, pelo menos em teoria, isto acontece (ver e ver). Usando a DeGiro como exemplo:

DEGIRO holds Financial Instruments for you in such a way that they cannot be accessed by creditors of DEGIRO, even if DEGIRO would be bankrupt.

Ainda assim, supondo que a DeGiro ia à falência, dado que está sediada na Holanda, estaria ao abrigo do Investor Compensation Scheme que fará face às obrigações da correctora até um limite de 20k€ por investidor.
Para vos dar outro exemplo, caso investissem através da Interactive Brokers, o limite seria 500k€, uma vez que estariamos ao abrigo da SIPC (Securities Investor Protection Corporation).
Estes valores/regras dependerão do país no qual a correctora está sediada. Caso queiram optar por outra, as preocupações deverão rondar as seguintes questões:


Qual é a rentabilidade anual que posso esperar do meu portfólio, se seguir as estratégias deste post?
Tendo em consideração os dados do último século, o retorno médio anual do mercado de capitais foi de 10%. Na práctica, isto quer dizer que se adquirires um ETF cujo benchmark seja o S&P500 ou um índice global (muitas vezes os ETF deste tipo têm WLR ou World no nome), no longo prazo (20+ anos), podes esperar um retorno anual de 10% nos teus investimentos. Atenta, por favor, que isto não quer dizer que terás todos os anos 10% - poderão haver anos que ganhas 30% e noutros perdes 15%, por exemplo. Ainda assim, no longo-prazo, em média, poderás esperar um retorno de 10%/ano.
O importante é que não faças o que a maior parte das pessoas faz: vender quando o mercado está a cair e comprar quanto o mercado está em alta. O nosso objectivo enquanto investidores de longo prazo deve ser comprar sempre o mesmo em valor absoluto (supõe que defines como objetivo uma taxa de poupança de 30%/mês; deverás investir sempre esses 30% quer o ETF custe 10€ ou 80€). Uns anos essa poupança de 30% comprará mais unidades do dito ETF, outras menos. Ainda assim, no final da nossa vida de investidor, poderemos esperar um retorno de 10%/ano, em média.

Para aqueles que são conservadores, usem 6% como referência.

O ETF xpto é uma boa alternativa aos que mencionas no teu post?
Quando consideramos investir num ETF há algumas questões que devemos colocar:
  1. Qual é o activo subjacente ao ETF?
  2. Qual o custo de gestão do ETF?
  3. O ETF é cumulativo ou distribuí dividendos?
  4. Em que praça é cotado?
  5. Em que moeda está denominado o ETF?
Em primeiro lugar, importa perceber qual é o activo que está subjacente ao ETF.
Em segundo lugar, importa analisar os custos.
Eu posso pensar "epah estar exposto ao mundo todo é melhor do que estar apenas exposto ao mercado dos EUA." Certíssimo. No entanto, o retorno que irei ter ao estar exposto a empresas de diferentes geografias vai compensar a diferença de custos de gestão anuais que terei de pagar? Para além disso, supondo que estou a investir em empresas do S&P500, a maior parte delas operam em vários mercados. Será que faz sentido optar por um ETF que diversifica ainda mais, incorrendo em custos superiores, quando as grandes empresas são, hoje em dia, na sua grande maioria, globais?".
O ponto 3, ainda para mais em Portugal, é fulcral. Cada vez que te forem pagos dividendos, pagarás 28% de imposto. Logo, supondo que recebes 1.000€ de dividendos, só receberás à cabeça 720€. Num ano, pode não parecer muito, capitaliza isto pela tua vida de investidor, no meu caso 50 ou 60€ e tens uma valente fortuna paga ao Estado, sem motivo para isso.
Qual é então a solução? Fácil! Investir num ETF que invés de te dar os 1.000€ todos os anos, os investe automaticamente no ETF. Não só poupaste 28% em imposto como o poder do juro composto vai multiplicar este valor inúmeras vezes. Lembra-te, sempre que possível, accumulating.
O próximo ponto também é essencial uma vez que se o EFT for cotado nos EUA não está sequer acessível para nós. Infelizmente, as normas europeias exigem que os issuers forneçam uma série de informação, sem a qual os ETF não poderão ser transacionados em bolsa Europeias. Consequentemente, não são sequer solução para nós porque simplesmente não estão disponíveis.
Por último, há pessoas que consideram que seja bastante importante a moeda na qual o ETF está cotado devido ao currency risk (i.e., supõe que tens um activo em USD e gastas o teu dinheiro em EUR. O risco é que o USD desvalorize face ao EUR e que, consequentemente, percas poder de compra).
Pessoalmente, não é algo que me faça perder o sono, mas é uma questão a considerar.

O que acontecerá às minhas poupanças daqui a 20 anos se conseguir investir mais 50€/mês?
De acordo com esta calculadora, daqui a 20 anos terás mais 36.199,34€ ou 22.782,29€, consoante a tua perspectiva face à taxa de juro seja optimista ou pessimista, respectivamente.

Terás tido um proveito líquido de 19% com esta simples operação, excluído eventuais comissões de resgate e subscrição. Daí que o passo 1 seja importante.
De nada :)

Quero aprender mais sobre o tópico. O que me aconselhas?
Infelizmente, muito do conteúdo que existe está extremamente vocacionado para o mercado Norte-americano, em particular os EUA - surprise, surprise, han?
De qualquer modo, existem muitas (e boas!) lições que podemos adaptar à nossa realidade. Por isso, caso se sintam à vontade a ler inglês aconselho os seguintes livros:


Creio que para a maior parte deles poderão encontrar a versão em PT. No entanto, caso considerem que há interesse posso fazer um breve resumo de cada um deles e incluí-lo no âmbito do thread.
Para aqueles cujas versões de inglês forem suficientes, mas cujo valor dos livros faça diferença no orçamento familiar, mandem-me dm.

Tenho mais de 100.000€ disponível para investir, devo seguir o mesmo processo?
Não.
Nesse caso, por favor, abre uma garrafa de champanhe. Para além de estares entre os 20% mais ricos de Portugal e dinheiro não ser uma preocupação para ti, podes investir directamente com a Vanguard.
Para o fazeres, envia um e-mail para [[email protected]](mailto:[email protected]) com a indicação de que pretendes investir no index fund cujo ISIN é IE0002639668. Infelizmente, a partir daqui não te consigo ajudar mais, uma vez que ainda não estou neste patamar. Contudo, para questões particulares, estou sempre disponível por dm, se necessitares.
Caso pretendas consultar os restantes fundos disponíveis para investidores portugueses podes fazê-lo aqui.


Creio que já deu para entender que adoro este temas. Por isso, caso tenham alguma questão, estejam completamente à vontade para a colocar nos comentários ou enviar-me dm. Terei todo o gosto em ajudar cada um de vocês em tudo o que me for possível.
Como qualquer pessoa, sou humano e, como tal, não sei tudo. Ainda assim, se for esse o caso, estou disponível para ir aprender de modo a ser capaz de vos explicar e partilhar convosco.

Provavelmente editarei este tópico várias vezes à medida que me for lembrando de mais informação. Até lá, espero que vos seja útil!
submitted by ORoxo to financaspessoaispt [link] [comments]


2019.10.06 21:05 O-Pensador O que é Libertarianismo de Esquerda?

Por Kevin Carson
O libertarianismo de esquerda (ou left-libertarianism) tem sido bastante discutido dentro da comunidade libertária recentemente. O termo “libertário de esquerda” já foi utilizado de muitas maneiras dentro do discurso político e parece haver certa confusão dentro dos próprios grupos libertários a respeito de quem realmente são os libertários de esquerda.
As ideias básicas dos libertários de esquerda são mais amplas que as defendidas por nós, que fazemos parte da Alliance of the Libertarian Left (ALL) e do Centro por uma Sociedade Sem Estado (C4SS). Os anos 1990 foram um momento de crescimento das ideias libertárias orientadas à esquerda e do uso das ideias de livre mercado como armas contra os males do capitalismo corporativo. Vários pensadores desenvolveram, naquele momento, linhas de análise paralelas e independentes, passando a constituir uma grande e diversa tendência ideológica. Porém, quando consideramos o papel desproporcional que a ALL e o C4SS desempenharam no crescimento dessa tendência, devemos explicar o que queremos dizer quando falamos do libertarianismo de esquerda.
O uso mais amplo e antigo do termo “libertário de esquerda” (e, talvez, mais familiar àqueles do movimento anarquista como um todo) remonta ao século 19 e inclui praticamente toda a esquerda não-estatista, horizontalista ou descentralista — todos exceto os social-democratas e leninistas, basicamente. O termo originalmente era sinônimo a “socialista libertário” ou “anarquista” e incluía sindicalistas, comunistas de conselhos, seguidores de Rosa Luxemburgo e Daniel DeLeon, etc. Muitos dos que fazem parte do C4SS também se consideram parte desse grupo mais amplo de libertários de esquerda, embora nós tenhamos em mente uma posição mais específica ao usar esse rótulo.
Para o público geral, o rótulo “libertário de esquerda” é mais apropriado para descrever a escola de pensamento representada por Hillel Steiner e Peter Vallentyne, entre outros. A maior parte dos adeptos dessa filosofia defendem uma crença na auto-propriedade e no princípio da não-agressão e uma visão mais esquerdista a respeito dos limites que existem na apropriação de bens que fazem parte dos comuns e na aquisição de direitos pela simples mistura do trabalho. É um ponto de vista de forte interseção com o georgismo ou o geolibertarianismo. Embora essa versão das ideias libertárias de esquerda não seja a mesma que defendemos na ALL e no C4SS — e embora alguns de nossos membros provavelmente seriam contrários a alguns aspectos a ela —, é fácil imaginar que um partidário dessa filosofia se sentiria em casa entre nós.
Dentro da comunidade libertária anglosférica e entre aqueles que se descrevem como “liberais” no resto do mundo, o “libertarianismo de esquerda” pode ser associado com a aproximação de Murray Rothbard e Karl Hess aos anarquistas dentro do Students for a Democratic Society (SDS) por volta de 1970, que deu origem a movimentos rothbardianos de esquerda como o agorismo, de Samuel Edward Konkin III. Embora o rothbardismo de esquerda e o agorismo não sejam as posições oficiais da ALL ou do C4SS, é justo dizer que existe certa continuidade institucional com o Movement of the Libertarian Left de Konkin e, além disso, parte significativa de nossos membros vem da tradição rothbardiana e konkinista. Eu não fui desses movimentos. Somos uma coalizão de várias tendências que inclui rothbardianos de esquerda, anarquistas individualistas clássicos na linha do século 19, georgistas e muitas outras tradições.
Há também uma tendência entre os libertários americanos a nos confundir com os “Bleeding Heart Libertarians”, que, na verdade, é o nome de um blog em particular. Embora haja bons artigos publicados nele e apesar de terem veiculado alguns artigos nossos, nós não somos bleeding heart libertarians. Eles estão muito mais próximos do fusionismo “liberaltarian” (isto é, entre os social-democratas e os libertários americanos), com ideias que variam desde o “paternalismo libertário” de Cass Sunstein à defesa de sweatshops e dos assentamentos israelenses. Além disso, a maioria deles não são anarquistas e nós somos.
Assim, agora que consideramos aquilo que nós, da ALL e do C4SS, não somos e não queremos dizer quando falamos do “libertarianismo de esquerda”, o que realmente defendemos? Nós nos chamamos de libertários de esquerda, primeiramente, porque pretendemos recuperar as raízes de livre mercado do libertarianismo de livre mercado e, em segundo lugar, porque queremos mostrar a relevância e utilidade do pensamento de livre mercado para lidar com as preocupações da esquerda contemporânea.
O liberalismo clássico e o movimento socialista clássico do começo do século 19 tinham raízes comuns no Iluminismo. O liberalismo de Adam Smith, David Ricardo e outros economistas políticos clássicos era essencialmente um ataque esquerdista aos privilégios econômicos das oligarquias estabelecidas whig e ao mercantilismo dos detentores do dinheiro.
Com a derrota dos senhores de terras e dos mercantilistas whig no século 19 pelos industrialistas, que assumiram posições predominantes dentro do estado, o liberalismo clássico gradualmente tomou as feições de uma apologia aos interesses do capital industrial. Mesmo assim, as linhagens de esquerda — e até socialistas — do pensamento de livre mercado continuaram a sobreviver às margens do liberalismo.
Thomas Hodgskin, liberal clássico que escreveu dos anos 1820 até os anos 1860, também era um socialista que considerava rendas, lucros e juros como retornos monopolísticos sobre direitos de propriedade artificiais. Josiah Warren, Benjamin Tucker e outros individualistas americanos também defendiam um socialismo de livre mercado em que a competição sem restrições destruiria rendas, lucros e juros e garantiria que o “pagamento natural do trabalho” fosse seu produto. Muitos anarquistas individualistas associados com o jornal Liberty, de Benjamin Tucker, eram próximos a associações trabalhistas e socialistas radicais, como os Kinghts of Labor, a International Workingmen’s Association e a Western Federation of Miners.
Essa tendência dentro do libertarianismo também estava dentro da esquerda cultural, com laços fortes com movimentos pela abolição da escravidão e pela igualdade racial, pelo feminismo e pela liberdade sexual.
Com os conflitos de classe do final do século 19, a retórica de “livre mercado” e “livre empresa” dentro da política americana passou a ser associada cada vez mais à defesa militante do poder do capital corporativo contra os movimentos populistas trabalhistas e agrários radicais. Ao mesmo tempo, a divisão interna no movimento anarquista entre comunistas e individualistas deixou os individualistas suscetíveis à colonização pela direita. No século 20, o “libertarianismo de livre mercado” veio a ser associado a defesas direitistas do capitalismo por Ludwig von Mises e Ayn Rand. A tradição individualista sobrevivente foi perdendo o seu caráter esquerdista, pró-trabalhista e culturalmente socialista, adotando características da direita.
No entanto, sobreviveram algumas tradições da esquerda dentro do libertarianismo americano. Em particular, georgistas e semi-georgistas como Bolton Hall, Albert Jay Nock e Ralph Borsodi continuaram a atuar até meados do século 20.
Nós, na esquerda libertária, consideramos absolutamente perverso que as ideias libertárias de livre mercado, uma doutrina que se originou como ataque aos privilégios econômicos de latifundiários e grandes mercadores, tenha sido cooptado e transformado numa defesa do poder estabelecido da plutocracia. O uso do “livre mercado” como ideologia legitimizadora para o capitalismo corporativo e o crescimento dos propagandistas “libertários” é uma perversão tão grande dos princípios de livre mercado quanto os símbolos e a retórica dos regimes stalinistas foram uma perversão dos valores do movimento dos trabalhadores.
O sistema industrial capitalista que os libertários têm defendido desde o século 19 nunca se aproximou de um livre mercado. O capitalismo, enquanto sistema histórico que surgiu no começo da Idade Moderna, é, em vários aspectos, um desenvolvimento direto do feudalismo bastardo do final da Idade Média. Foi fundado na dissolução dos campos abertos, no cercamento dos comuns e em outras expropriações dos camponeses. Na Inglaterra, não só a população rural foi transformada em um proletariado destituído e empurrados para o trabalho assalariado, mas sua liberdade de associação e de ir e vir foram criminalizadas pelo estado policial durante as primeiras duas décadas do século 19.
A nível global, o capitalismo se tornou um sistema mundial através da ocupação colonial, da expropriação e da escravização de grande parte do Sul. Dezenas e centenas de milhões de camponeses foram expulsos de suas terras pelos poderes coloniais e levados ao mercado de trabalho assalariado. Suas propriedades prévias foram transformadas em plantações voltadas para o comércio, em uma reprise do que havia acontecido durante os cercamentos na Grã-Bretanha. Não só na época colonial, mas também nos períodos pós-coloniais, a terra e os recursos naturais do Terceiro Mundo foram cercados e saqueados pelos interesses empresariais do Ocidente. A concentração atual das terras no Terceiro Mundo nas mãos das elites latifundiárias e de petróleo e recursos minerais nas mãos de corporações ocidentais são legado direto de 400 anos de roubos coloniais e neocoloniais.
Nós, da esquerda libertária, como entendemos esse termo no C4SS, queremos retomar os princípios de livre mercado das mãos dos apologistas dos grandes negócios e da plutocracia e colocá-lo de volta a serviço de seu propósito original: um ataque radical aos interesses econômicos e às classes privilegiadas de nosso tempo. Se o liberalismo clássico de Smith e Ricardo era um ataque ao poder dos oligarcas whigs e dos interesses empresariais, nosso libertarianismo de esquerda é um ataque a seu correspondente contemporâneo: o capitalismo financeiro global e as corporações transnacionais. Nós repudiamos o papel do libertarianismo mainstream na defesa do capitalismo corporativo do século 20 e sua aliança com o conservadorismo.
Nós, da esquerda libertária, também queremos demonstrar a relevância dos princípios de livre mercado, da livre associação e da cooperação voluntária para lidar com as preocupações da esquerda atual: a injustiça econômica, a concentração e a polarização da riqueza, a exploração do trabalho, a poluição, o desperdício e a poluição, o poder corporativo e as formas estruturais de opressão, como o racismo, o sexismo, a homofobia e a transfobia.
Onde ocorreram roubos ou injustiças, nós nos colocamos radicalmente pela restituição total. Onde persiste o poder das elites neofeudais, nós tratamos suas terras como legítimas propriedades daqueles cujos antepassados as usaram e cultivaram. Os camponeses despejados de terras para dar lugar às colheitas da Cargill e da ADM devem ter suas terras restauradas. As haciendas na América Latina devem ser abertas para apropriação imediata dos camponeses sem terras. Os direitos de propriedade a terras vagas e não utilizadas nos Estados Unidos e em outras sociedades colonizadoras devem ser anulados. Em casos em que as terras originalmente tomadas por esses títulos ilegítimos são cultivadas atualmente por arrendatários ou locatários, o título de propriedade deve ser transferido para eles. Direitos de propriedade de corporações a minas, florestas e campos petrolíferos obtidos através de roubos coloniais devem ser declarados nulos.
Uma lista mínima de demandas do libertarianismo de esquerda deve incluir a abolição de todos os direitos de propriedade artificiais, de toda a escassez artificial, todos os monopólios, barreiras de entrada, cartéis regulatórios e subsídios através dos quais toda a lista de corporações que compõe a Fortune 500 adquire seus lucros. Deve incluir o fim a todos os títulos de proprietários ausentes a terras vagas, de todos os monopólios de “propriedade intelectual” e todas as restrições à livre competição na emissão de moeda e crédito ou da adoção de todos os meios de troca escolhido pelas partes de uma transação. Por exemplo, a abolição de patentes e marcas registradas acabaria com todas as barreiras que impedem que as empresas terceirizadas pela Nike na Ásia produzam imediatamente tênis idênticos e os vendam à população local a uma pequena fração de seu preço tabelado. Seria um fim imediato a todas as restrições à produção e venda de versões concorrentes de medicamentos sob patentes, com frequência por até 5% do preço. Queremos que a fração dos preços dos bens e serviços que consista de rendas advindas de propriedades artificiais de ideias ou técnicas — que compõem a maior parte do preço total em muitos casos — suma face à competição.
Nosso programa também deve incluir um fim a todas as barreiras artificiais ao auto-emprego, aos negócios caseiros, à construção de casas por conta própria e a outros meios de subsistência de baixo custo — que incluem leis de licenciamento, zoneamento e regulamentações de segurança. Deve também incluir um fim a todas as restrições ao direito de o trabalho se organizar e a negar seus serviços sob qualquer circunstância e organizar boicotes. Também devemos defender um fim a todos os privilégios legais que dão aos sindicatos estabelecidos o direito de restringir greves sem aviso prévio e outras ações diretas empreendidas pelos trabalhadores.
No caso da poluição e do esgotamento dos recursos naturais, o programa libertário de esquerda deve incluir o fim de todo acesso à terra pelas indústrias extrativas (isto é, a união entre o Bureau of Land Management dos Estados Unidos e as empresas de exploração de petróleo, mineiras, madeireiras e pecuárias), o fim de todos os subsídios ao consumo de energia e ao transporte (incluindo um fim aos subsídios ao transporte aéreo e rodoviário e o fim das expropriações para dar lugar a aeroportos e estradas), o fim das expropriações para dar lugar a oleodutos e gasodutos, a eliminação de todos limites legais de responsabilização penal para corporações por derramamentos de óleo e outros tipos de poluição, o fim da doutrina que estipula que padrões regulatórios mínimos substituem padrões mais severos de responsabilização penal do direito comum e uma restauração da responsabilidade ilimitada(que existia sob o direito comum) para atividades poluidoras como a fraturação hidráulica e a mineração por remoção do topo da montanha. E deve incluir, obviamente, o papel do estado militar americano na garantia do acesso estratégico a bacias petrolíferas no exterior ou em manter as vias marítimas abertas para os navios petroleiros.
O capitalismo corporativo e a opressão de classes sobrevivem através da intervenção estatal em benefício dos privilegiados e poderosos. Os mercados livres verdadeiros, a cooperação voluntária e a associação livre agem como dinamite na base desse sistema de opressão.
Qualquer programa libertário de esquerda deve incluir uma preocupação com a justiça social e com o combate da opressão estrutural. Isso significa, obviamente, um fim a toda a discriminação estatal com base em raça, gênero ou orientação sexual. Mas significa também muito mais.
Como libertários, nós nos opomos a todas as restrições legais à liberdade de associação, inclusive a leis contra a discriminação por empresas privadas. Mas devemos apoiar com entusiasmo a ação direta para combater as injustiças na esfera social. Historicamente, as leis anti-discriminação estatais serviram apenas para codificar, relutantemente após mudanças sociais, os ganhos obtidos através de ações diretas como os boicotes a ônibus, os protestos passivos em lanchonetes e a rebelião em Stonewall. Nós devemos apoiar o uso da ação direta, da pressão social, dos boicotes e da solidariedade para combater formas estruturais de opressão como o racismo e a cultura do estupro, desafiando as normas internalizadas que perpetuam esses sistemas de coerção.
Ao lidar com todas as formas de injustiça, devemos usar uma abordagem interseccional. Isso inclui o repúdio a práticas da velha esquerda, que consideram preocupações com raça e gênero como questões “divisivas” ou como algo a ser discutido “mais tarde”, para que se mantenha a unidade de classe. Inclui também o repúdio de movimentos de justiça de raça e gênero ocupados por profissionais da alta classe média, que enfatizam somente a chegada de negros e mulheres em “espaços de poder” e em “gabinetes e salas de reunião mais parecidos com o nosso país”, deixando intocado o poder desfrutado por esses espaços, gabinetes e salas de reunião. O ataque a uma forma de privilégio não deve ser visto como prejudicial a outras lutas; ao contrário, todas as lutas são complementares e se reforçam mutuamente.
A preocupação especial às necessidades interseccionais dos nossos companheiros menos privilegiados em cada movimento pela justiça — mulheres e negros na classe trabalhadora; mulheres pobres e trabalhadoras, mulheres negras, mulheres transgênero e trabalhadoras do sexo dentro do feminismo; mulheres, pobres e trabalhadores dentro do movimento anti-racista; etc — não divide esses movimentos. Na verdade, os fortalece contra as tentativas da classe dominante de dividi-los e conquistá-los através da exploração de suas divisões internas. Por exemplo, os grandes donos de terras derrotaram os sindicatos de pequenos fazendeiros locatários do sul dos Estados Unidos nos anos 1930 ao estimular e explorar as tensões raciais dentro de seu movimento, que causaram sua divisão em sindicatos separados de brancos e negros. Qualquer movimento de justiça de classe, raça ou sexo que ignore a interseção de múltiplas formas de opressão entre seus membros e deixe de prestar atenção às necessidades especiais dos menos privilegiados está vulnerável ao mesmo tipo de oportunismo. Em última análise essa atenção a preocupações interseccionais deve incluir a abordagem de espaços de segurança que cria uma atmosfera de debate genuíno, sem perseguições e insultos deliberados.
Os libertários — com frequência, por sua própria culpa — são considerados por muitos somente como “conservadores que fumam maconha”, adeptos de uma ideologia insular de homens de classe média de startups de tecnologia. Muitas das maiores publicações e comunidades online libertárias na internet têm a tendência reflexiva a defender as grandes empresas contra ataques de trabalhadores e consumidores, os senhorios contra os locatários, o Walmart contra Main Street, rejeitando quaisquer críticos como inimigos do livre mercado e tratando as corporações como representantes legítimas dos princípios de mercado. Têm também uma tendência paralela a rejeitar todas as preocupações de justiça pessoal e sexual como “coletivistas”. O resultado é um movimento considerado pelos pobres, trabalhadores, mulheres e negros como irrelevante para suas preocupações. Enquanto isso, os homens brancos de 20 e poucos anos em empregos de classe média explicam a falta de mulheres e minorias nas fileiras de seus movimentos como referência a seu “coletivismo natural” e citam o ensaio Isaiah’s Job de Nock uns para os outros.
Nós, da esquerda libertária, não queremos ser relegados às catacumbas ou sermos os equivalentes modernos dos jacobinos, que se sentavam para tomar café e discutir sobre Bonnie Prince Charlie. Nós não queremos reclamar sobre como a sociedade está se acabando enquanto a maior parte das pessoas que luta para mudar a realidade para melhor nos ignora. Queremos que nossas ideias estejam no centro das lutas em todos os lugares pela justiça e por uma vida melhor. E só podemos fazer isso tratando as preocupações reais de pessoas reais como se dignas de respeito e mostrando como nossas ideias são relevantes. É isso que pretendemos fazer.
submitted by O-Pensador to AnarquismoBrasil [link] [comments]


2019.10.04 13:54 JorgeAmVF 2ª compilação com mais 494 subreddits tabelados em outubro de 2019

Subreddits

nome descrição abreviada membros
1 abobrinha "Sub para discussões inúteis e aleatórias" 4
2 absolutamentenaoeunvr "É o sub antagônico ao eu_nvr" 669
3 AcademicosBrasileiros "Comunidade dedicada à discussão de assuntos acadêmicos dos mais diversos" 169
4 academicoviseu "Apoio à equipa Académico de Viseu" 1
5 AconteceuPraCaralho "Igual o thathappened mas em português" 506
6 ADecadaPerdida "Se você teve alguma parte da vida nos anos 80, se prepare para as coisas que não queria lembrar" 2
7 Adriana_Lima 464
8 agendacultural "Um canal aqui no reddit para compartilhar eventos culturais e iniciativas" 7
9 agricultura "Subreddit voltado as discussões sobre agricultura brasileira e mundial" 9
10 agronegocio "Subreddit voltado as discussões sobre o agronegócio brasileiro e mundial" 4
11 aguasanta "SubReddit dedicado ao Esporte Clube Água Santa" 1
12 airbnb_pt "Compartilha a tua experiência e as tuas dúvidas na comunidade Airbnb em português" 2
13 AjudaPortugal 1
14 Alagoas 3
15 AlgarvePics "Um subreddit dedicado a fotografias do Algarve, Portugal" 1
16 AliExpressBR "Esta Comunidade é para os brasileiros que adoram importações" 136
17 ALPHAE 2
18 Amapa 4
19 Amarelo 1
20 Amazonas 12
21 AmizadeVirtual "Cópia de makingfriends para brasileiros" 89
22 anarquismoBR 3
23 Ancapinaremos 34
24 anedotas "Sub para anedotas portuguesas" 104
25 aodispor 2
26 aplicativos "Subreddit dedicado a temas relacionados à todas as categorias de aplicativos" 61
27 Aquarum "Uma comunidade com foco em enigmas" 63
28 armasdefogo "Comunidade para pessoas interessadas em armas de fogo" 1
29 ARMBrasil "Comunidade para quem atua com Arquitetura ARM" 6
30 arquitetura "Arquitetura em português " 77
31 arquivados "Notícias de processos arquivados contra o Alckmin e o PSDB" 9
32 arvores 10
33 AskABrazilian 39
34 AskPortugal 10
35 AteParece "Versão brasileira do thatHappened, posts em português de coisas que até parece que aconteceram mesmo" 7
36 ateu "Comunidade brasileira dedicada exclusivamente à publicação de conteúdos ateístas" 20
37 Autocaravanar "Grupo dedicado a todos os amantes de autocaravanas" 21
38 automobilismo "Discutindo o esporte a motor sobre quatro rodas em português" 2
39 Avante "Esquerda em galego e português" 113
40 AyrtonSenna 98
41 Baiacu "Comunidade brasileira de shitpost e afins" 12
42 BairroDoLimoeiro 106
43 banania "Subreddit dedicado principalmente a política" 1
44 BandasPortuguesas "Este subreddit foi criado para a divulgação de projetos, divulgação de bandas pouco conhecidas que gostem, divulgar experiências na indústria e também para que seja possível a discussão como o esclarecimento de alguns temas sobre a indústria" 23
45 barbiePortugues 5
46 barsil "Visite o /brasilivre" 2
47 bbb16 5
48 BelPesce 2
49 bettina "Oi, eu sou a bettina tenho 1 milhão de anos e 22 reais de patrimônio acumulado" 16
50 biblia "Compartilhe aqui a palavra de Deus encontrada na Bíblia" 55
51 Biblioteca "Um local para a partilha de livros digitais em português de Portugal" 756
52 Biscoito "O nome certo é BISCOITO" 1
53 bitcoinPT "Comunidade Portuguesa Bitcoin" 29
54 BlackFridayBR "No BlackFridayBR você encontrará promoções o ano inteiro" 191
55 Blumenau 79
56 boasnoticias "Existe ainda amor na Internet e aqui é o lugar para compartilhar essas boas novas" 47
57 boatarde 8
58 Bolacha 1
59 bolorei 6
60 BotaDemaisGrande "Basicamente o BootTooBig so que em brasileiro" 37
61 Bovespa "Este é um sub para investidores, especuladores, iniciantes e veteranos que atuam na Bovespa" 359
62 bradil "Visite o /brasilivre" 1
63 Brasfoot 1
64 brasi 5
65 Brasil_ "O subreddit para o Brasil e para os brasileiros" 2
66 brasil_politica "Sub em Português para discutir a política no Brasil e no Mundo" 2
67 brasil13 12
68 brasil20 2
69 brasil3 18
70 brasil4 20
71 brasil5 "Pq não há brasils o suficiente" 25
72 Brasil6 14
73 brasil666 2
74 Brasil7 19
75 brasil8 19
76 brasil9 "9º subreddit oficial do Brasil" 20
77 brasil99 "O fã-clube brasileiro do Toto" 40
78 brasilbackup "Faça backup antes de jogar algo pouco testado" 2
79 brasilcentro "Primeira comunidade Brasileira de extremo-centro do reddit brasileiro" 209
80 brasilcentro_drama 0
81 BrasilCrossFit 1
82 BrasildaDepressao "Subreddit para divulgar o que há de certo e errado no Brasil" 37
83 BrasilEdu "O subreddit é dedicado a publicação de conteúdo ou de perguntas, na língua portuguesa, sobre as disciplinas para a educação básica, academia, ocupação e ao trabalho" 30
84 BrasilEsportes "Página dedicada aos brasileiros do mundo todo para falar dos seus esportes preferidos além de notícias, eventos, etc e também, porque não, um espaço para darmos aquela trolada no time adversário" 121
85 BrasilFantastico "Subreddit em Português para discussão de tudo relacionado aos gêneros de ficção científica, fantasia e horror" 2
86 brasilisentao "A bolha acima e entre todas as bolhas" 12
87 BrasilReceitas "Receitas culinárias em português" 1
88 brasilsilsil "Compartilhe e discuta qualquer conteúdo que possa interessar aos brasileiros" 2
89 Brasucas "Comunidade livre para brasucas" 1
90 BrazilianOffDutyCop 2
91 braziltalk 2
92 BRchan 11
93 breja "Recomendações, Reviews e Resenhas de cervejas de todos os tipos" 7
94 bresil "Postagens em português" 3
95 brgonewild "Paraíso das musas tupiniquins" 5843
96 BRSingleMalt "Informações sobre Single Malt em Português" 10
97 Calopsita "Subreddit para quem ama psitácideos" 4
98 Camino 41
99 CaminoDeSantiago 3944
100 campinas 163
101 Canhotos_bandidos "Subreddit destinado para postagens de material que mostra atos ilegais de esquerdistas" 4
102 capeta 3
103 Capina "Bem vindo a este recinto maravilhoso do Capinaremos na internet" 460
104 Capinaremos "Refugiados do Capinaremos" 25
105 capitaofausto "Tudo sobre a banda portuguesa" 16
106 capivara "Melhor Pokemon da região brasileira" 6
107 capoeira 3813
108 capoeiraangola 91
109 CARALHO 3
110 CasosIsolados "Casos isolados de violência policial no Brasil" 3
111 cati "Subreddit da Cati Jr." 2
112 cefetianos "Para discussões de coisas do CEFET" 7
113 cellbits "Bem vindo ao subreddit do cellbit, o fundo do poço" 80617
114 CeltadeVigo 3
115 CemiteriodoHumor "O sub onde você posta as coisas mais sem graça da história Tupiniquim" 13
116 changemyviewbr "Um lugar para postar uma opinião que você admite que pode ser falha, em um esforço para entender outras perspectivas sobre o assunto" 4
117 Charuto "Informações sobre Charuto cubanos e off Cuba" 5
118 chocolage 2
119 chocolatedebolo "Receitas com chocolate do blog Chocolate de Bolo" 4
120 ChupacabraBrasil "Só conspiração e teorias bizarras" 2
121 cidadaosdebem 219
122 CienciaEconomica "Discussões sobre a ciência econômica, em português" 154
123 cineastas "Redditores da comunidade de Cineastas e Actores do Porto" 1
124 circulodepunheta "Porque o portugal não é um" 2
125 circuloidiota 188
126 clubedolivro 4
127 clubedorap "Espaço para vocês compartilharem e ouvirem músicas de rap como prioridade" 86
128 ComeuAPasta 39
129 Compostela 47
130 computando 1
131 ConcursosBR 510
132 conspiracao 3
133 ContosEroticos "Contos Eróticos em Português" 58
134 contraAO "Redditores contra o acordo ortográfico" 16
135 ConversaDeCafe "Proporcionar aos redditors que falem a língua de Camões um espaço de conversa casual sem nenhum tópico central" 6
136 convivio "Um sub de língua exclusivamente portuguesa que serve como espaço de convívio para portugueses (naturais)" 15
137 copadomundo "Subreddit direcionado a discussões sobre a Copa do Mundo" 3
138 correios 1
139 corrupcao "Subreddit para publicação de notícias, criação de debates e denúncias (anónimas ou não) acerca da corrupção em Portugal" 221
140 corrupcaopt "Para acumular os casos de corrupcao que se vao ouvindo, e para começar a pensar em como fazer justiça" 51
141 CPLP "Comunidade dos Países de Língua Portuguesa" 305
142 criptoeconomia 6
143 criptomoedas "Primeiro subreddit em português dedicado a discutir tudo relacionado a criptomoedas no Brasil" 224
144 cristianoronaldo 1318
145 cristianosequeira 0
146 CriticaConsolistaFoda "O câncer acabou de chegar na página frontal da internet" 19
147 Criticas "Esse é um espaço para a divulgação e discussão de críticas" 67
148 CriticaSocialFoda 70
149 CrossFitnoBrasil 1
150 cuidadocomoqueposta 2
151 culinaria "Se deseja dar a conhecer receitas interessantes escritas na língua portuguesa este é o lugar ideal" 55
152 Cultivonha "Esse subreddit tem como objetivo compartilhar experiências e dúvidas sobre o cultivo indoor e outdoor da planta Cannabis" 223
153 cultobastter "Para aqueles que acreditam que a Bastter.com eh um culto pega-sardinha tanto quanto os outros sites de investimento" 4
154 culturapopnerdgeek "Um espaço brasileiro para discussão sobre filmes, séries, games, livros, HQs e tudo mais o que amamos" 267
155 DarknetMarketsBrasil 43
156 Deportivo 114
157 Desciclopedia "A enciclopédia livre de conteúdo" 4
158 desclassificados "Classificados que não se classificaram tão bem como classificados" 54
159 desenrasque "Solução para quando não há soluções e temos de entregar aquilo amanhã" 2
160 designBR "Subreddit para designers brasileiros compartilhar artigos, trabalhos, pedir opiniões e interagir com outros companheiros de profissão" 19
161 Deus 1
162 Deusolivre "Coleção de melhores momentos vividos no brasilivre" 4
163 devBR "Subreddit para programadores e desenvolvedores web brasileiros compartilhar artigos, trabalhos, pedir opiniões e interagir com outros companheiros de profissão" 54
164 dicasdollyinho 1
165 dinheiroonline "Dicas para levantar um $ extra através de ferramentas online" 6
166 Direita "O subreddit da direita brasileira" 194
167 disco_bar "O sítio para onde deverão vir os vídeos e as imagens soltas que acabam habitualmente publicadas no disco-bar.blogspot.com" 10
168 dndPortugal "Uma sub dedicada a tudo sobre Dungeons & Dragons, de criação de mundos a homebrews, tudo em português" 37
169 DoctorRey2018 "Subreddit para apoiar o futuro presidente brasileiro" 1
170 dogecoinbr "Grupo de fomento ao dogecoin no Brasil" 6
171 dogecoinbrasil "Aqui é o lugar para reunir todos os interessados na nova moeda virtual baseada no Litecoin, o Dogecoin, que vem causando sensação desde seu aparecimento" 62
172 Doriana "Notícias sobre o prefeito de São Paulo" 4
173 DragonBallLegendsBR "Encontre tudo sobre Dragon Ball Legends totalmente em português e discuta com outros jogadores do Brasil" 9
174 droga "Discussão sobre drogas em português" 6
175 Eder 2357
176 ElCaminoDeSantiago 112
177 electronicapt "Comunidade de electrónica e FPGA em Portugal" 53
178 eletronica "Subreddit dedicado aos estudantes, hobbistas e qualquer pessoa interessada em entender melhor a magia por trás dos circuitos eletronicos" 17
179 emberwood 59
180 Empreendedor "Subreddit de empreendedorismo em português" 6
181 Empreendedores "Subreddit de empreendedorismo em português" 3
182 empreendedorismopt "Um espaço para discutir o empreendedorismo em Portugal" 1
183 Engenharia "Subreddit dedicada a discussão sobre assuntos relacionados a engenharia em português" 21
184 engenhariacivil "Discussão sobre Engenharia Civil" 78
185 engenhariaquimica "Essa comunidade é destinada a assuntos referentes a área da engenharia quimica" 27
186 EnoughNovoSpam 33
187 equilibrio "Um subreddit brasileiro dedicado ao crescimento pessoal e à busca por um estilo de vida saudável e equilibrado" 241
188 EscreviSaiCorrendo 1
189 esquerdabrasil "Este é um espaço para a discussão de ideias e dos ideais de Esquerda" 4
190 estilo "Um lugar para discutir tendências, hábitos, roupas, promoções, acessórios, modas e outros fatores que demonstram seu estilo de vida" 14
191 eu_nrdd "me_irl versão tuga" 2
192 eu_nvr_tuga "me_irl versão tuga" 29
193 eunvr 1
194 EuTavaLa "Apenas fanfics verídicas" 0
195 Exmormonportugues 72
196 fabricadenoobs "Canal Brasileiro voltado para computação" 2091
197 facebooktuga "oldpeoplefacebook mas em português" 0
198 faisca 1
199 FanficsdeEsquerda 4
200 farense "O Sub dos fãs do Sporting Clube Farense" 5
201 FCdoBrasil "Página para divulgar obras, sites de leitura com obras em português, além de conversarmos sobre o gênero aqui nas terras tupiniquins" 14
202 Felca "Felca do Youtube, o pewdiepie brasileiro" 9
203 FeminismoBrasil "Uma comunidade pras minas trocarem ideias sem serem hostilizadas pelos homens do reddit brasileiro" 240
204 FestivaisPortugal "Partilhar futuros festivais e experiências de festivais anteriores" 3
205 FFBRExvius "Sub em português para os jogadores de Final Fantasy Brave Exvius" 6
206 FicouGratis 1980
207 fifabrasil "Subreddit dedicado a comunidade brasileira do jogo FIFA, para todos os consoles e PC" 32
208 firefox_portugues "Ponto de partilha de informação e discussão sobre o navegador Mozilla Firefox, aqui se conversa e se informa a respeito desse navegador" 3
209 Fisicou "Sub criado com o objetivo de dialogar sobre ciências e afins" 72
210 FlamengoOficial "O subreddit do Mais Querido do Brasil" 39
211 fodase 1
212 Folclore "Reddit sobre o Folclore Português, partilha, discussão e divulgação da tradição portuguesa" 3
213 ForniteBR_Portugal "Um sub-reddit dedicado ao FortniteBR tudo em português, com o objetivo de aproximar a comunidade portuguesa, e ajudar no que for preciso" 1
214 fortniteportugal "Um sub-reddit para discutir sobre Fortnite (PvP e PvE) em Português" 4
215 FrancisMartins 83
216 freelancerspt "Um sub para freelancers Portugueses para discussões relevantes em Português" 117
217 freelasBR "Subreddit destinado a oportunidades, informações e perguntas para Freelancers e Profissionais Autônomos no Brasil" 44
218 futebolamericano "Notícias e conteúdo sobre ligas oficiais como NFL e CFL em português" 1
219 futebolantigo "Subreddit direcionado a discussões sobre campeonatos antigos e times do passado do futebol" 1
220 futebolbrasil "Subreddit direcionado a discussões sobre o Brasileirão e a Copa do Brasil" 1
221 futebolemportugal "Local de discussão civilizada, ou talvez não, sobre futebol em Portugal" 50
222 G0ularte "Um subreddit criado para os inscritos conversarem, mandarem ideias, memes, etc" 13254
223 Galiza 760
224 GalizaCarallo 3
225 gamerbrasil "Subreddit dedicado ao Gamers Brasileiros" 51
226 gauchosBR "Um sub para tudo e todos do grande estado do Rio Grande do Sul" 34
227 Geaaaaaaaaaaada 1
228 GeekBR "Aqui é onde essa grande massa geek brasileira que só cresce a cada ano pode compartilhar notícias, imagens, textos, e etc" 29
229 geopolitica "Espaço para discussões de geopolítica e política internacional" 345
230 gerir_pequeno "Empreendedorismo, Micro-empresas e divulgação" 2
231 gestao 1
232 glpi_brasil 101
233 godot_brasil "Comunidade para os brasileiros interessados em estudar e tirar dúvidas sobre Godot Engine" 85
234 GTAorBrazil 392
235 heraldica "Tudo o que seja relacionado com escudos, brasões de armas e heráldica em geral" 7
236 hfm "Hoje fiz merda" 23
237 HistoriaBr "Subreddit para conversar sobre assuntos de História (com H maiúsculo, por isso a ciência), em português do Brasil de preferencia" 34
238 HoraDaComida "Sub dedicado para compartilhar receitas feitas por vocês próprios ou belas comidas compradas por vocês" 42
239 humorpt 2
240 humortadela 2
241 Ibipora "Sub da cidade de Ibiporã / PR" 1
242 IMPAVIDOCOLOSSO "Nação gloriosa de belezas naturais" 59
243 Impressao3D "Comunidade para discutir sobre impressoras 3D, dicas, técnicas, além de falar sobre modelagem e assuntos afim" 26
244 InClubMaster "Aqui divulgaremos notícias sobre projetos e campanhas do InClub do colégio Master" 1
245 intercambio 8
246 INTESTINOIRRITADO 16
247 introvertidos "Reddit sobre introversão em português" 2
248 investir 12
249 IsabeliFontana 285
250 ISPsPortugal "Um lugar para discutir apenas artigos relacionados com os operadores de telecomunicações de Portugal" 4
251 jamorim "Os melhores vídeos da internet gaucha e brazileira" 25
252 JeanWyllys 0
253 Joinville 6
254 jovemnerd "Revivendo esse subreddit ligado ao mundo Jovem Nerd: Nerdcast, Nerdplayer, MatandoRobosGigantes, NerdOffice NerdStore... Etc" 749
255 KaikerTV "Deixe Memes para o canal do Kaiker" 20
256 Kaskaria "Seu repositório diário de memes, vídeos engraçados e outras coisas sem utilidade" 3
257 KetoPortugal "Como seguir uma dieta Keto em Portugal" 45
258 lageball 1
259 Lagoa "Um subreddit para tudo e mais alguma coisa relacionado com Lagoa, Algarve, um lindo município do sul de Portugal" 1
260 LeagueofLegendsBR 99
261 letsplaypt "Um subreddit dedicado a let's plays (gameplays comentados) feitos no idioma português com o intuito de reunir links úteis, feedback e aumentar a interação com outros let's players" 2
262 libertarios "Bem-vindos Libertários de Portugal" 5
263 ligadoscampeoes "Subreddit direcionado a discussões sobre a UEFA Champions League" 1
264 linksfilmesonline "Comunidade brasileira para pedir ou compartilhar links de filmes online, de preferência filmes legendados e também algumas séries" 12
265 linux_portugues "Esse é um subreddit para interessados em informação relacionada a GNU/Linux" 20
266 LisboadeBorla 7
267 literati "Subreddit de programação e desenvolvimento de sistemas em português" 3
268 LiteraturaPortuguesa "Um local para partilhar escritores em português, seja em prosa ou em verso" 109
269 livrosdeportugal "Um subreddit para discutirmos livros em Português de Portugal" 1
270 LoLBR 26
271 lolportugal "Subreddit em português e para portugueses sobre League of Legends" 8
272 londrina "Velas, choros, lamentações e poesias a respeito de Londrina/PR" 39
273 loylinha "Subreddit da layla" 885
274 LugardeIdeias "Um lugar para refletir, questionar e debater" 41
275 LuizPhilippe "Em apoio ao nosso Dep. Federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança" 1
276 luso 1
277 lusowiki "O melhor espaço para a partilha de tudo o que é lusófono e para ajudar quem estuda esta área" 30
278 Luxemburgo "Um subreddit em português dedicado à atualidade luxemburguesa" 3
279 macae 3
280 mamaspapasbebes "Reddit de apoio ao site "Ser Pai é..." e local de discussão de ideias acerca da Paternidade / Maternidade" 3
281 Manaus "Sub dedicado a cidade brasileira de Manaus, capital do maior estado do Brasil, Amazonas" 158
282 MancheteCorrigida "Inspirado na iniciativa gringa do HeadlineCorrections, o Projeto de Correção das Manchetes Fake News nasceu para combater as mentiras e engodos da Grande Mídia" 88
283 mandanudes 67
284 maquiagembrasil "Não limitado para apenas marcas brasileiras, mas um espaço para discutir maquiagem e cosméticos em português (br)" 3
285 Marinho 4
286 MariParaiba 533
287 marketplacebr "O espaço para discussões sobre a venda em marketplaces no Brasil" 4
288 MaseoPT "Aqui são postados prints de brasileiros tentando justificar as ações de certos políticos enquanto cita o PT ou o Lula" 15
289 mattayahu 2052
290 mau_pm_nao_propina "Histórias de abuso policial incluindo: abuso de poder, corrupção e outras desgraças em estados policiais em expansão" 32
291 mbtipt "Discussões sobre a classificação tipológica de Myers-Briggs e outros relacionados" 0
292 MCKevinho "Sub dedicado do hitmaker MC Kevinho" 3
293 Mecatronica "Para o aprendizado e discussões sobre Mecatrônica em português" 2
294 Medianeira "Cidade de Medianeira / PR" 1
295 memesinspiradores "Inspirado no wholesomememes, um sub para postar memes inspiradores, saudáveis, gentis e incríveis" 217
296 MemesPrimeiraLiga "Memes e shitposts do Futebol Português" 197
297 MemesUmidos "Tipo o dankmemes mas com menos graça" 2
298 Mensagemdeaniversario "Lindas mensagem de aniversário para você compartilhar e curtir com suas amigas e amigos" 1
299 mercados "Sub dedicado à partilha de notícias/opiniões sobre mercados, finanças, empresas e economia" 5
300 merdapostagem 30
301 mlsfutebol "Subreddit direcionado a discussões sobre a Major League Soccer (MLS)" 2
302 modacomtesao "Moda em português aqui no Reddit" 4
303 mormonsud "Sub para membros, amigos e curiosos a respeito da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias (aka 'Igreja Mórmon')" 2
304 motivacionais "Vem ler, commentar, copiar, ou republicar, os nossos maravilhosos pósters motivacionais" 1
305 MPB 61
306 msd 5
307 mudarportugal "Falar aqui de propostas construtivas para mudar portugal" 101
308 mudeminhaopiniao 127
309 Mulher "Tudo relacionado ao universo feminino em português" 6
310 mulherdepau 61
311 mundialdeclubes "Subreddit direcionado a discussões sobre o Mundial de Clubes da FIFA e a antiga Copa Intercontinental" 1
312 naoecebola 1
313 NaoSalvo "O primeiro subreddit não-oficial para leitores e ouvintes do NãoSalvo" 136
314 nbabasquete "Subreddit direcionado a discussões sobre a National Basketball Association (NBA)" 1
315 NBAPortugal "Espaço para discussões e partilha de notícias relacionadas com a NBA" 23
316 nerdice "Tudo sobre o universo nerd e geek na internet" 1
317 NewsBahia "Só noticias da Bahia" 27
318 NewsBrasil "Noticias dos jornais online do Brasil" 409
319 Neymar 362
320 nflesuperbowl "Este subreddit é direcionado a discussões sobre futebol americano" 1
321 nomadaspt "Quando já não sabes de onde és e o planeta é a tua casa" 1
322 Nordeste "Orgulho de ser nordestino" 6
323 NoticiasBrasil 44
324 NoticiasPT "Notícias em Português" 1
325 Nova_Economia 2
326 Novidades "Adicione o seu WebSite ao nosso directório" 3
327 novismo "Movimento onde ponho minhas anotações como historiador" 3
328 O_Marcelo 1
329 Observatorio "Ambiente em língua portuguesa para astrônomos amadores, fãs de astronomia, curiosos, estudantes, professores e profissionais da área" 1
330 OffDutyBrazilianCop 16971
331 offdutycopinbrazil 91
332 Olavo_de_Carvalho 2
333 oSul "Apenas coisas relacionadas ao Sul" 1
334 ourem "Ourém é um município português pertencente ao Distrito de Santarém" 1
335 pacotedeprincipiante "Poste Starter Packs em português" 64
336 paetesao 3
337 PaoDeQueijo 2
338 Paraiba 5
339 partidonovo 9
340 PastaPortuguesa 877
341 PastorPreso "Coletânea de notícias de pastores sendo presos por caixa dois, molestar crianças e mulheres, perversões, entre outros crimes bizarros que eles sabem cometer melhor do que ninguém" 1
342 PatriaAmada 16
343 paunocu 3
344 PauNoCuDosCorreios 18
345 pbeBrazil2014 2
346 pbeBrazil2016 20
347 PENSOLOGOSOU "Arquivo de notícias, entrevistas, documentários, artigos de opinião, artigos científicos, livros e teses académicas relacionadas com as temáticas da Política das Drogas em Portugal" 44
348 pequenasempresas "Subreddit brasileiro para discutir ideias e problemas de micro e pequenas empresas" 1
349 perolasdofacebook "O melhor da internet brasileira" 3
350 personalfinancebrasil 5
351 personalfinancebrazil 2
352 petropolis 7
353 piadapronta 1
354 Piaui 5
355 PilulaVermelha "Comunidade em português baseada na de língua inglesa 'The Red Pill'" 37
356 pimenta 2
357 Pipoca "Loucos por filmes e séries" 21
358 PizzaComAnanas 5
359 placas "Fotos de placas" 10
360 PocketManBad 3
361 PodcastUbuntuPortugal "Podcast da comunidade portuguesa de Ubuntu" 8
362 PokerBrasil "A primeira comunidade brasileira e em português sobre Poker" 28
363 polemicas "Subreddit em português criado para discutir assuntos polêmicos sem qualquer tipo de censura" 74
364 polemicas2 "Backup do polemicas" 1
365 poliamor "Este é um lugar de amor livre. Vamos debater sobre nossas dificuldades e realizações poliamoristas" 62
366 PoliticaMundial "Uma comunidade voltada aos assuntos políticos, econômicos e filosóficos, com o intuito de reunir pessoas diferentes com pensamentos diferentes para que possamos discutir e debater sobre o mundo a nossa volta" 10
367 pontoXbr "Comunidade em português para aqueles que gostam de fazer o trabalho, seja próprio ou comercialmente" 1
368 popbrasil 6
369 portela "Portela de Sacavém" 17
370 Portgueis "Igual ao Engrish, mas com português" 19
371 PortoSexDating 20
372 Portugalia "Sub-Reddit para todos os portugueses à volta do mundo" 3
373 portugalliberal "Um espaço de discussão positiva e objectiva mas com a missão de tornar Portugal mais liberal" 59
374 PortugalNostalgico "O melhor (ou o pior) que já passou por Portugal" 1
375 PortugalPsicadelico 1
376 portugaltech 1
377 Portuges "Igual ao Engrish, mas com português" 2
378 preocupados 4
379 Preto 1
380 primeiraligamemes "Memes e shitposts do Futebol Português" 0
381 privacidade 21
382 ProducaoMusical "Essa comunidade tem o intuito de unir os produtores musicais brasileiros para uma troca de experiências, dicas, ferramentas e mais coisas voltadas a produção musical" 37
383 programacao "O subreddit programacao é destinado para toda a comunidade de programadores que falam a língua portuguesa" 683
384 projeto "Comunidade de discussão sobre diretrizes para uma nova cidade, baseada na igualdade de pessoas, conservação ambiental e promoção da inovação tecnológica e científica" 7
385 ProjetoHumanos "Projeto Humanos é um podcast que busca explorar um formato ainda pouco explorado no Brasil, o storytelling, popularmente utilizado em podcasts dos EUA, tais como Radiolab, This American Life e Serial" 2122
386 psdb 1
387 PsicologiaBR 177
388 PTchan 40
389 PUCRJ "Reddit destinado à Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro" 3
390 pythonbr "Subreddit sobre a linguagem de programação Python, em português do brasil" 75
391 Quadrinhos "Seu ponto de encontro para notícias e descoberta de HQ, Comix, Graphic Novels‎, Charges e mídia geeks em geral" 36
392 racionalidade "Uma comunidade de racionalidade aplicada em Português" 24
393 RainbowSixBrasil 4
394 Rapadura 1
395 rasil "Visite o /brasilivre" 1
396 rbrasil "Subreddit para notícias e discussão de assuntos relacionados ao Brasil" 146
397 Receitas_LowCarb 1
398 recomendo "Sub para compartilhar recomendações de produtos, serviços e qualquer outra coisa que valha a pena" 1
399 RedditMithrilBot 2
400 RedeGlobo 2
401 reinaldoazevedo 4
402 ReinosEsquecidos 2
403 relacionamentos "Chegue ai e conte o seu problema" 5
404 Reliquias 2
405 retrogaming_br "Um subreddit em português sobre os consoles e jogos da era de ouro dos videogames" 94
406 RockInRioBrazil 5
407 rodellus "Junta-te ao movimento e faz parte desta mudança" 1
408 rolesdodaciolo "Rolês do Cabo Daciolo" 25
409 rolesdoronaldinho "Rolês do Ronaldinho Gaúcho (R10) pelo mundo" 648
410 RonaldinhoSoccerCoin 14
411 ronaldo 635
412 Roraima 2
413 rubronegro 29
414 Ruilhe "Assuntos sobre Ruilhe" 1
415 sapucai 12
416 SaraSampaio 3935
417 segurancainformatica "Notícias de segurança informática em Português" 9
418 SelecaoPortuguesa "Subreddit dedicado a todos os escalões da seleção portuguesa de futebol" 1
419 semanasdemoda 5
420 SemCensura "Comunidade dedicada ao 'Sem Censura', programa de entrevistas exibido pela TV Brasil" 15
421 SerGamer "Ser gamer, ser um jogador" 4
422 SexoBR "Uma comunidade destinada a discussões que dizem respeito a todos os tipos de dúvidas/práticas relacionadas ao sexo e relacionamentos" 117
423 shieldbr "Página em português dedicada à entretenimento e notícias sobre a série Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D" 2
424 sigaopolitico "Um guia para te ajudar a acompanhar os seus representantes políticos nas redes sociais" 3
425 SLB 5
426 slBenfica 28
427 soccerPT "Futebol em Português" 5
428 sociedade "Esse é um subreddit destinado para a discussão de assuntos pertinentes à sociedade brasileira" 37
429 Solteiros "Local para solteiros e solteiras se descobrirem, conversarem" 64
430 SouthAmericaMemes 828
431 SpamGenericoPT "Posta aqui, que assim ninguém vê nem se chateia" 2
432 SPQAM "O Senado e Povo de Arstotza Magna é uma miccronação fundada no dia 18 de março de 2017, pelo imperador Caesar Vulpes Petrus Machadus" 1
433 stackunderflow "Poste algo útil para desenvolvedores" 52
434 startups_pt "Discussão sobre o mundo das startups em Portugal" 2
435 StateofRiodeJaneiro 28
436 sucodedornosossos 10
437 suicidiorelogio "https://www.cvv.org.b" 2
438 SupercarrosPortugal "Aqui podem pôr todos os carros raros ou invulgares que encontrarem" 12
439 Tapioca 6
440 TarantinoPTBR "Comunidade em português sobre o diretor, ator, roteirista e produtor Quentin Tarantino" 2
441 Taubate "Sugestões para o cidadão de Taubaté e região" 5
442 tema_de_base_preta "Aqui temas para ambientes gráficos cuja sua cor base seja a cor preta" 2
443 terapia 2
444 teste1323323 1
445 TesteSporting 3
446 the_adenor "Este sub é uma homenagem singela a Sua Autoridade Campal, Dom Tite I, Treinador Fenomenal e Defensor Perpétuo do Joga Bonito e à trupe que trará a taça de Didi, Garrincha, Pelé, Romário e Ronaldo de volta ao lar" 300
447 the_bolso "Subreddit dedicado a troca de informações, notícias e discussões sérias sobre a candidatura de Jair Bolsonaro para a Presidência do Brasil nas eleições de 2018" 1
448 timecircojeca 6
449 TioDoBemEstar 1
450 titulodopalmeiras "Títulos recentes do palmeiras" 2
451 Tocantins 7
452 TodosContraOArtigo13 1
453 Tomar "Tomar é uma cidade portuguesa" 4
454 transbr "Um lugar para discutir tudo relacionado a comunidade trans brasileira" 418
455 transumanismo "Sub lusófono para discussão e compartilhamento sobre transumanismo" 2
456 trashyBrazil "Um recorte da sociedade mau caráter, imunda e irresponsável que temos no Brasil de 2019" 14
457 TrocaIniciais "Um subreddit onde podes divertir-te a trocar iniciais" 1
458 TrocasPKMBrasil "Subreddit em português para facilitar os brasileiros, e quem não consegue se expressar bem em inglês" 6
459 TropicalRussians 81
460 tugao "Subreddit sobre futebol" 2
461 TVIPortugal 4
462 TwitchBrasil "Subreddit feito com a intenção de discussão em português de qualquer assunto exclusivamente sobre Twitch ou streaming em geral" 6
463 UFES "Subreddit da Universidade Federal do Espírito Santo" 18
464 ufpr 4
465 ufrgs "Para alunos, professores ou funcionários da Universidade Federal Do Rio Grande do Sul" 25
466 UFSC 139
467 ufscar "Subreddit da Universidade Federal de São Carlos" 13
468 Umbanda 20
469 unb_brasilia "Subreddit para a Universidade de Brasília" 25
470 unexpectedRicardo 94
471 Unicamp "Um canal para noticias e bate papo amigável sobre uma da mais bem conceituada universidade da América Latina" 220
472 UNIFESP 2
473 UnivAveiro "Subreddit não-oficial da Universidade de Aveiro" 3
474 unix_porno_portugues 27
475 uouuuuxi "Versão em português do woooosh" 0
476 UTFPR "Subreddit sobre a Universidade Tecnológica Federal do Paraná, antigo CEFET-PR" 40
477 Vermelho 1
478 vidadigital "Um guia prático para resolver seus problemas digitais" 3
479 VidaSaudavel "Subreddit para pessoas que desejam compartilhar informações e dúvidas sobre qualidade de vida" 4
480 videojogo "Lugar dedicado a videojogos em português" 1
481 VideosEmPortugues "Um subreddit para videos em português" 38
482 VideosPT "Um subreddit para videos em português" 6
483 VIGO "Porta do Atlántico e feudo de Abel Caballero" 93
484 ViraLataComplexo "Coletânea de perolas daqueles que sofre de Complexo de Vira-Lata pela Web" 2
485 virjao 1
486 vitoriaES "Um dia essa comunidade terá vários capixabas" 37
487 WhiskyBrasil "Grupo sobre Whisky em Português" 1084
488 WordPressBrasil "Esse subreddit é dedicado a assuntos relacionados com WordPress em português" 20
489 xiaomibrasil "Comunidade brasileira de usuários da Xiaomi" 4
490 Xuxa 2
491 ytmv 16
492 zico10 "SubReddit dedicado ao Zico, maior jogador da história do Clube de Regatas do Flamengo" 13
493 zika_pt 14
494 ZonaBrasil "Um subreddit em Português de postagem livre, estilo 'doa a quem doer'" 15

Flairs

nome condição de funcionamento
ativo automatizada
novo automatizada
reativado descontinuada
inativo automatizada
sem moderação automatizada
internacional descontinuada

Multireddits

novos
m/emportugues7
m/emportugues8
m/emportugues9
m/emportugues10
m/emportugues11

Lançamentos

nome funcionalidades básicas repositório
Auto-moderador verifica todas as postagens e comentários; remove postagens que não seguem regras básicas do sub; comenta informando a respeito da regra desrespeitada e notifica a equipe de moderação. link
Robô verifica todas as postagens do sub diariamente; posta um comentário fixado com informações sobre o sub linkado em cada postagem; registra o nome de cada sub linkado, comentário feito e postagem analisada no servidor; atualiza os comentários salvos com informações recentes sobre cada sub; verifica a situação de cada sub salvo e atualiza flairs e marcações NSFW de postagens quando necessário; verifica as postagens recentes e remove postagens com links para subs já listados. link
Crawler carrega e confere a lista salva no servidor diariamente, remove subs banidos ou privados da lista e registra no servidor; coleta informações de todos os subs listados e registra todos dados coletados de cada sub listado de forma compacta no servidor. link
Site carrega uma série de recursos e forma a tabela; carrega os dados sobre todos os subs listados salvos no servidor; formata os dados salvos e exibe no endereço emportugues.org uma tabela com informações sobre cada sub linkado em postagens no sub; permite filtragem dos dados por meio de buscas e fornece links relevantes para usuários. link
Aplicativo carrega os dados sobre todos os subs listados salvos no servidor; formata os dados salvos e exibe em dispositivos Android uma tabela com informações sobre cada sub linkado em postagens no sub; permite filtragem dos de dados por meio de buscas e fornece links relevantes para usuários. link
Mais informações sobre os lançamentos na wiki.

Novidades

Esta compilação deveria ter saído há semanas, porém muita coisa aconteceu desde a apresentação do sub em fevereiro de modo que até o compromisso semestral deve ser alterado por conta dos produtos da colaboração com u/6-bit que inspirou o desenvolvimento e criou os códigos fundamentais para toda essa gambiarra funcionar.
Não é tanto, mas foram seis meses trabalhando remotamente no tratamento de dados dos subs listados para lançarmos agora um site e um aplicativo para Android com o banco de dados de subs em português ou sobre cultura lusófona com mais informações do que as tabelas destas compilações e atualizados diariamente graças a um crawler; aqui também aproveitamos para apresentar u/BoEmPortugues para cuidar do sub junto com u/AutoModerator.
Pedimos paciência por parte de vocês ao usarem estas ferramentas porque elas acabam de ser apresentadas, então começaremos a tomar conhecimento de uma série de erros e comportamentos inesperados daqui pra frente; para saber mais sobre o funcionamento e ajudar na manutenção, visitem a nossa organização no GitHub.
Com esses códigos abertos também incentivamos a participação da comunidade lusófona do Reddit no aprimoramento dessas ferramentas e adoraríamos contar com a colaboração de redditors que tenham interesse e competência para colaborar com programação, design, tradução etc.
E não podemos deixar de dizer que ficamos contentes pelo crescimento do sub durante esses meses e agradecer pela confiança; esperamos que a automatização de várias tarefas dentro e fora do sub bem como a administração de dados de quase 1000 subs lusófonos possa melhorar a função principal do EmPortugues que é dar visibilidade a outros subs que falam a nossa língua no Reddit durante o início da era das máquinas.
⟵ 1ª compilação com 503 subreddits tabelados em fevereiro de 2019
submitted by JorgeAmVF to EmPortugues [link] [comments]


2019.08.05 05:45 altovaliriano Haters a espera de "A Dança dos Dragões"

Link: https://bit.ly/2YJSOhS
Autora: Laura Miller
Título original: Just Write It!

[...] Não houve acréscimo à série “As crônicas de Gelo e Fogo” desde 2005, quando surgiu o quarto volume. E aquele livro, intitulado “O Festim dos Corvos”, era apenas metade de um romance: ele havia sido removido cirurgicamente de um manuscrito que, com mil e duzentas páginas, ainda não estava completo quase cinco anos após a publicação do terceiro volume. Como “O Festim dos Corvos” seguiu com as aventuras de vários novos personagens - e deixou o destino de vários personagens populares não resolvidos desde o final do livro anterior - alguns fãs ficaram desapontados. Martin incluiu um post-scriptum em “O Festim dos Corvos” explicando o que ele havia feito - e então, como ele me disse, “cometi o erro fatal de dizer: 'mas o outro livro está parcialmente escrito e eu devo poder terminá-lo dentro de um ano’.”
Passados seis anos, alguns dos fãs de Martin ficaram extremamente inquietos. A mesma cultura de blogs que permite que um escritor de fantasia como Neil Gaiman promova um senso de intimidade com seus leitores também pode expor um autor a crítica permanente quando eles ficam descontentes. Os fãs desesperados para descobrir o que aconteceu a personagens como Tyrion Lannister - um anão inteligente e cínico nascido em uma das famílias mais poderosas dos Sete Reinos - acharam cansativo ir verificar o site de Martin em busca de atualizações sobre o quinto livro da série “A Dança dos Dragões” e encontrar, ao invés disso, postagens sobre esportes ou política. Eles começaram a reclamar na seção de comentários do blog de Martin e em Westeros.org.
Como moderador-chefe da Westeros.org, García excluiu as postagens do fórum que considerava “não construtivas”, incluindo as especulações cada vez mais violentas sobre a causa do atraso e o destino final da saga. O blog de Martin foi monitorado de forma semelhante. O descontentamento logo se espalhou para outras plataformas - de fóruns de ficção científica e fantasia a fóruns de discussão na Amazon.com. Um usuário escreveu: “George R. R. Martin, você é um saco... tire a porra da máquina de escrever da sua bunda e comece a digitar”.
Outro brincou dizendo que Martin havia escrito um livro chamado “Como lucrar muito depois de escrever meia saga”. Essa invectiva floresceu mesmo depois de, no começo de março, Martin ter anunciado que “A Dança dos Dragões” será finalmente publicado em 12 de julho. Um leitor cético na Amazon.com disse: "Não espere segure o fôlego, a menos que você goste de desmaiar".
Toda uma comunidade de apóstatas - um fandom das trevas - agora se dedica a provocar Martin, seus associados e leitores que insistem que ele tem trabalhado duro na saga e que tem o direito de levar o tempo que precisar. Até mesmo [Neil] Gaiman foi arrastado para a contenda quando ele respondeu, em seu próprio blog, a uma pergunta sobre o atraso de Martin, com a seguinte repreensão: "George R. R. Martin não é a sua vadia."
Os ataques on-line a Martin sugerem que alguns leitores têm uma nova ideia sobre o que um autor lhes deve. Eles se veem como clientes, não como devotos, e esperam um serviço rápido e consistente. Martin, que tem sessenta e dois anos, me disse que [seu assistente, Ty] Franck chama os leitores descontentes de a Geração de Direitos: “Ele acha que todos são jovens; adolescentes ou na casa dos vinte. E que a geração deles só quer o que querem, e eles querem agora. Se você não der a eles, eles ficarão putos".
[...]
Um professor escolar norueguês chamado Remy Verhoeve é um desses leitores hiper-dedicados. Até um amigo ter lhe persuadido a ler “A Guerra dos Tronos”, ele nunca tivera um gosto especial por ficção de fantasia, com exceção de “O Senhor dos Anéis”. Em sua opinião, os três primeiros volumes de “As Crônicas de Gelo e Fogo” são "os melhores romances que eu já li". Depois de descobrir a série, ele leu esses três livros dez vezes cada um. “Às vezes, uma obra de arte aparece e muda tudo”, ele me disse. No entanto, Verhoeve, operando sob o nome de guerra Slynt, agora administra um fórum na web dedicado a denegrir Martin e seus partidários. O site chama-se "Is Winter Coming?" - um joguete malicioso com "Winter is Coming", o lema dos Starks, uma das famílias centrais da série.
Como toda guerra prolongada da Internet, o cisma no fandom de Martin é difícil de compreender se visto de fora. Cada lado nutre queixas contra o outro, e qualquer conversa entre os dois degenera em ataques ad hominem. (Na verdade, a briga pode nunca ter consistido em nada além de ataques ad hominem). Encastelados em seus respectivos fortes, cada lado amplia sua própria indignação. No entanto, se você conversar com participantes individuais, ele ou ela afirmará ser desapaixonado. "Pessoalmente, me sinto um pouco triste por eles", disse García sobre seus inimigos.
Na opinião de Verhoeve, os fãs descontentes - que às vezes chamam a si mesmos de GRRuMblers - formaram um movimento de renegados em 2009, depois que Martin fez um post no blog intitulado “Aos Meus Detratores” [“To My Detractors”]. Foi a tentativa de Martin de dar uma resposta definitiva à “onda crescente de veneno acerca do atraso de 'A Dança dos Dragões'.” Ele continuou: “alguns de vocês estão zangados por eu assistir futebol durante o outono”. Outros usuários, como ele observou, se opuseram a ele “estar visitando lugares como Espanha e Portugal (no ano passado) ou Finlândia (este ano)”. O post terminava: “Como alguns de vocês gostam de apontar em seus e-mails, eu tenho 60 anos e sou gordo, e vocês não querem que eu 'dê uma de Robert Jordan' pra cima de vocês e acabe por lhes negar o seu livro. Ok, eu entendi a mensagem. Vocês não me querem fazendo nada que não "As Crônicas de Gelo e Fogo"(E tudo bem se eu talvez precisar mijar de vez em quando?)”.
Verhoeve (que havia sido banido do Westeros.org) ficou irritado com a postagem de Martin, e alguns dias depois ele montou o “Is Winter Coming?”. O tom do fórum foi inspirado em “Finish the Book, George”, um blog iniciado em 2008 por dois irmãos que usavam os apelidos Pesci e Liotta - uma referência a dois atores do filme de gângsteres “Os Bons Companheiros”. Os donos dos pseudônimos pegaram a ideia de outro post no blog de Martin, em que o autor admoestava os visitantes a comentar sobre o assunto da postagem ou caírem fora. (“Se vocês quiserem comentar sobre outros assuntos, incluindo, mas não limitado a, o atraso de 'A Dança dos Dragões’, tudo bem, basta fazê-lo em seus próprios blogs”). Em resposta, Pesci e Liotta começaram a publicar posts irritantes, um após o outro, tornando-se uma espécie de heróis entre os detratores. Em um post se lê: “Como todos nós sabemos que GRRM não consegue escrever a menos que ele esteja em seu lugar especial, vestindo suas botas especiais, com a temperatura em exatamente 69 graus e o sol alinhado com Aquário, eu assumo que isto é outro sinal de que o grande cara não digitou nenhuma palavra de ADWD hoje.”
Os irmãos têm sido menos ativos ultimamente, mas “Is Winter Coming?” está zumbindo com criatividade hostil. Até agora, o fórum produziu um “guia de campo” listando os vários tipos de defensores de Martin e como eles podem ser refutados; um breve texto pseudo-legal intitulado "O povo vs. George R. R. Martin"; alguns gráficos detalhados que tentam demonstrar quão poucas horas Martin dedicou a escrever “A Dança dos Dragões” por ano, com base nas postagens em seu blog; e a “Enciclopedia GRRuMbliana”, de 300 páginas, que inclui uma história espirituosa do fórum. Membros também escreveram “O Festim dos Trolls” e “A Dança dos Detratores”, longas paródias narrativas, no estilo de “As Crônicas de Gelo e Fogo”, que apresentam caricaturas grosseiras de Martin e seus principais defensores, incluindo Gaiman. Uma pequena editora fez um acordo com Verhoeve para compilar algumas das postagens de seu blog em um livro, intitulado "Waiting for Dragons".
[...]
Martin sabe o que é ser provocado por uma série de entretenimento. Ele mesmo experimentou isso sendo um espectador fiel de "Lost", a série de aventura da ABC sobre um grupo de náufragos presos em uma ilha misteriosa. “Continuei assistindo e estava fascinado”, lembra ele. “Eles apresentavam um monte de coisas e achei que eu tinha noção de para onde estava indo. Então eles apresentaram mais coisas e eu tive que pensar melhor.”
Como muitos fãs de “Lost”, Martin se ressentiu do final místico da série, que deixou dezenas de tópicos narrativos em suspensão. “Assistíamos todas as semanas tentando descobrir, e à medida que a coisa se aprofundava, eu ficava dizendo: 'É melhor que tenham algo bom em mente para o fim. É bom que valha a pena isso aqui’. E então me senti tão enganado quando chegamos à conclusão.”
Martin se considera ligado a um contrato informal com seus leitores; sente que lhes deve seu melhor trabalho. No entanto, ele não acredita que isso lhes dá o direito de ditar os detalhes de seu processo criativo ou de reclamar sobre como ele gerencia o próprio tempo.
Embora alguns detratores, como Verhoeve, atribuam sua repugnância a Martin à sua suposta inabilidade com Relações Públicas e “falta de comunicação adequada”, a essência de sua queixa é transacional. Em uma postagem, Liotta se queixou de que ele e “literalmente centenas de milhares de outras pessoas gastaram incontáveis horas e dólares em fiel dedicação” ao trabalho de Martin. Não faz muita diferença para esses fãs que eles já sabiam que a série não estava terminada quando começaram a lê-la, ou que os livros nos quais gastaram todo esse tempo e dinheiro já estão com eles. Para os detratores, o contrato de Martin com eles era para uma história completa, e o compromisso deles com a saga era oferecido com a presunção de que Martin lhes entregaria uma conclusão satisfatória.
Ao contrário do que seus críticos mais extravagantes alegam, Martin insiste que tem trabalhado continuamente em “A Dança dos Dragões”. “Eles têm todas essas teorias insanas de que o livro está concluído há anos, mas que eu estou sentado sobre ele até que a série da HBO seja lançada, para ganhar mais dinheiro”, diz ele. "Ou que eu passei o livro para outro escritor, ou que perdi todo o interesse pela saga e agora só quero fazer outras coisas."
[...]
Martin explicou que ele está ajustando algumas partes de “A Dança dos Dragões” há dez anos. Ele tem um "verdadeiro relacionamento de amor e ódio" com um capítulo de Tyrion Lannister, o anão: "Eu arranquei e pus de volta, eu arranquei e pus de volta. Então eu o pus como uma sequência de sonhos, e então eu arranquei novamente. Essas são as coisas que eu tenho feito”.
Tal indecisão, Martin suspeita, pode estar sendo alimentada pelas expectativas crescentes sobre "As Crônicas de Gelo e Fogo". As resenhas para a saga foram "melhores em ordem de magnitude" do que as que ele recebeu para qualquer outra coisa. Depois que o quarto volume saiu, a Time o sacramentou como “o Tolkien americano”. Muitos leitores já disseram a Martin que sua história é a maior história de fantasia de todos os tempos. Com o show da HBO chegando e seus críticos online respirando em seu pescoço, a pressão se tornou ainda mais intensa.
"Eu não quero parecer um chorão ou alguém que está reclamando", disse Martin, enquanto a luz do sol da tarde entrava colorida pelos vitrais. "Não! Eu estou vivendo o sonho aqui. Eu tenho todos esses leitores que estão esperando pelo livro. Quero lhes dar algo fantástico. Ele fez uma pausa. “E se eu estragar tudo no final? E se eu fizer um ‘Lost’? Então eles virão atrás de mim com ancinhos e tochas”.
Martin espera que, depois de superar os problemas particularmente espinhosos de “A Dança dos Dragões”, os dois últimos livros saiam muito mais rápidos. Alguns detratores insistem que ele nunca completará a série, e eles gostam de matraquear sobre quem deve substituí-lo se ele der uma de Jordan. Martin, no entanto, indicou que ele não permitirá que outro escritor termine "As Crônicas de Gelo e Fogo". A história começou e terminará por suas mãos.
Em determinado ponto, fiz uma pergunta para Remy Verhoeve. Suponha que “As Crônicas de Gelo e Fogo” nunca tenham um final adequado. Ele ainda teria aqueles três livros, aqueles que ele considera os melhores que ele já leu. Isso não seria um consolo? Ele ficou quieto por um tempo antes de responder: “Sim. Eu acho que sim. Embora às vezes eu preferisse nunca ter lido esses livros”.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.08.04 02:52 altovaliriano Os primeiros dias do fandom de ASOIAF e Game of Thrones

Link: https://bit.ly/2KtExQJ
Autora: Alyssa Bereznak
Título original: The Last Popular TV Show (How game of Thrones became the last piece of monoculture)

Padraig Butler não se lembra exatamente quando se tornou Deus-Imperador da Brotherhood Without Banners. Nos últimos 18 anos, o gerente demeteorologia aeronáutica de 43 anos fez uma peregrinação anual à Worldcon, a convenção de ficção científica e fantasia, para celebrar o trabalho de George R.R. Martin, autor de As Crônicas de Gelo e Fogo. E foi quase 18 anos atrás, quando ele viajou pela primeira vez de sua cidade natal, Dublin, na Irlanda, para a Filadélfia, que começou a jornada até Imperador-Deus.
Segundo a história, a recém-criada organização - batizada em homenagem a um grupo fora da lei na série de livros - organizou uma festa em homenagem a Martin. Depois de uma noite de bebedeira, um fã bem satisfeito, conhecido em fóruns online como Aghrivaine (e cujo nome real é David Krieger), presenteou o autor com uma espada e pediu para ser armado cavaleiro. O autor concordou sob uma condição: que Krieger e os outros foliões se juntassem a ele em uma "missão" às 1 da manhã ao Pat’s King of Steaks. Naquela noite, depois que cerca de 20 membros da BWB encheram seus estômagos com a comida local, eles foram apelidados de Cavaleiros do Cheesesteak.
Nos primeiros anos do clube de fãs do livro, quando o tamanho dos encontros da Brotherhood Without Banners ainda era administrável, esses títulos voltados para a comida se tornaram um símbolo de honra. (Os Cavaleiros da Poutine, os Cavaleiros do Deep Dish, os Cavaleiros do Haggis e, lamentavelmente, os Cavaleiros da Lixeira). Por decreto de Martin, foram acrescentadas outras honras para reconhecer a participação. Um membro que tivesse participado de pelo menos três grandes encontros da BWB seria apelidado de lorde. Depois das cinco, um príncipe. E depois de sete, rei. Butler já esteve em 16 Worldcons e cerca de 100 outras convenções relacionadas a Thrones e confraternizações pertinentes, protegendo seu reino há muito tempo por meio de seu título de cavaleiro do Cheesesteak. "Eventualmente perguntaram a George, de que chamaremos Padraig agora?" Butler lembra. "Ele disse: ‘É isso. Ele é um rei. Ele vai ficar rei até que alguém o remova do trono’”. Butler não tem planos de parar. "Agora as pessoas apenas dizem: 'Você é o Imperador-Deus'".
Butler visitou um total de 12 países e quatro continentes para se encontrar com seus companheiros de estandarte, construindo uma rede social internacional digna de um líder mundial consagrado. E graças a uma junção de tecnologia e entretenimento, a série de livros indie pela qual ele se apaixonou nos anos 90 se tornou uma espécie de passaporte cultural, tanto uma razão para ver o mundo quanto uma maneira de se conectar com as pessoas que o compõem.
Ao longo dos anos, ele também assistiu com admiração quando Game of Thrones explodiu e se tornou uma peça onipresente da cultura pop diante de seus olhos. Um dia, ele embarcou em um trem e viu vários passageiros lendo os livros de Martin. Então ele olhou para cima para ver outdoors gigantes anunciando a data de estréia da adaptação da HBO. Eventualmente, seus colegas no aeroporto começaram a discutir o programa como uma fonte de turismo. (Uma atração de 110.000 pés quadrados chamada Game of Thrones Studio Tour será aberta na Irlanda na primavera de 2020.) Depois de quase 20 anos celebrando a série, e vendo-a se transformar em best-seller, programa de televisão, universo estendido e a potência da propaganda, ele ainda acha difícil processar o alcance da franquia. "É tipo: Nossa, isso está em toda parte agora."
[...]
Em 1997, Linda Antonsson estava dando uma olha sua livraria local em Gotemburgo, na Suécia, quando se deparou com uma versão em brochura de A Guerra dos Tronos, de George R.R. Martin. Era o primeiro item no que o autor previa ser uma trilogia intitulada As Crônicas de Gelo e Fogo, e contava a história de várias grandes casas disputando o poder nos continentes fictícios de Westeros e Essos, contada a partir da perspectiva de um punhado de personagens interessantes. O livro tinha sido lançado no ano anterior sem muito alarde. "Realmente não fez sucesso quando saira em capa dura", lembra Antonsson. Mas quando ela começou a ler, foi fisgada.
Ninguém mais que ela conhecia havia lido o livro, então ela se voltou à internet em busca de outros fãs de Martin - o que era uma experiência relativamente nova nos anos 90. "Eu lia muita fantasia, mas nunca tive ninguém com quem conversar sobre fantasia", ela me disse. "Eu tinha todas essas coisas que queria discutir e ninguém para conversar." Os cidadãos suecos não conseguiram adquirir suas próprias conexões dial-up até 1995; antes disso, Antonsson ocasionalmente fazia o acesso no centro de informática de sua universidade, onde estudava arqueologia clássica. Quando ela finalmente conseguiu sua própria conexão à Internet, ela navegou de bulletin board em bulletin board, debatendo desde a trilogia O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien à série de livros A Roda do Tempo, de Robert Jordan. “Era um mundo incrível para se entrar, para poder encontrar todas essas pessoas que compartilhavam seu interesse sobre essas coisas que pareciam bem obscuras.”
Através desses primordiais fóruns da internet, Antonsson também descobriu o ElendorMUSH, um RPG multijogador baseado em texto que simulava o ambiente da Terra Média descrito nos romances de Tolkien. (O termo MUSH significa “alucinação compartilhada por vários usuários” [multi-user shared hallucination]. Isso foi antes de World of Warcraft, quando os computadores não tinham placas gráficas poderosas e os jogadores tinham que usar sua imaginação). Foi lá, na “cultura” que Antonsson havia se juntado, que ela conheceu Elio García. Na época, García estudava literatura inglesa e história medieval na Universidade de Miami. E os dois passaram os últimos anos analisando os detalhes mais sutis da Terra Média em árvores de discussão da Usenet, as precursoras dos fóruns on-line. Depois de terminar A Guerra dos Tronos, Antonsson convenceu o cético García a lê-lo também.
Logo eles estavam navegando juntos. Em 1998, a internet estava sendo amplamente usada como um utilitário de busca de informações em vez de uma rede social. Mas com a ajuda de algumas pesquisas no AltaVista, os dois encontraram tantos fóruns de fãs de A Guerra dos Tronos quanto puderam. Entre seus resultados estava Dragonstone, que García lembra ter sido executado via uma conexão de internet instável na Austrália; Harrenhal, que foi construído sobre a plataforma de serviços web Angelfire da Lycos (quee de alguma forma ainda existe hoje); e um fórum chamado Canção de Gelo e Fogo, dirigido por um usuário chamado “Revanshe.” Isso foi na época em que o mundo do entretenimento estava começando a entender o poder de marketing de mitos na internet. E, ao fuçar os fóruns de fãs dedicados à série Wheel of Time, Antonsson havia testemunhado em primeira mão como pistas e pontos da trama não resolvidos motivavam conversas. Ela viu o mesmo fervor se desdobrando com ASOIAF.
"Algumas das maiores e mais intensas discussões sempre foram sobre mistérios", disse Antonsson. "O primeiro tópico que eu lembro de ter lido no fórum de Pedra do Dragão foi a discussão sobre a paternidade de Jon e as poucas pistas que existiam depois do primeiro livro."
O fórum ASOIAF de Revanshe acabou se tornando grande em 1998, acumulando o que García estimava em cerca de 1.000 usuários regulares. Quando chegou a hora de Revanshe ir para a faculdade de medicina, ela passou o site para García, que já havia se tornado um moderador.
Enquanto isso, García e Antonsson estavam planejando começar seu próprio jogo MUSH em Westeros. Para garantir uma representação fiel, eles colocaram sua formação acadêmica em prática e tornaram-se geologistas, botânicos, zoólogos, antropólogos e historiadores autônomos de Westeros, registrando todos os fragmentos de dados que poderiam extrair de de Guerra dos Tronos em um documento do Microsoft Word chamado “The Concordance”. Eles compartilharam o banco de dados no fórum ASOIAF, pavimentando o caminho para a fundação da enciclopédia on-line feita por fãs, que hoje é conhecida como A Wiki of Ice and Fire. A wiki, que seria desenvolvido alguns anos depois, é composto de 23.081 páginas de conteúdo e passou por 236.642 edições desde o seu lançamento. Também inspirou a fundação de 11 sites irmãos em idiomas estrangeiros.
Observando os fóruns de fãs da Roda do Tempo, eles também estavam cientes de que a correspondência com os autores era freqüentemente perdida em tópicos separados. Então foi nessa época que eles começaram a registrar as entrevistas de Martin, e-mails, respostas em fóruns e postagens em blogs pessoais. (Naquele ano eles fizeram seu primeiro momento de contato com o autor, para pedir permissão para fazer o jogo MUSH. Meses depois, ele concordou, e os dois ainda tocam o A Song of Ice and Fire MUSH como um projeto paralelo).
O crescimento constante dos seguidores on-line de Martin - emparelhado com seu envolvimento na cena de ficção científica e fantasia desde os anos 1970 - gerou uma quantidade razoável de novidades para o segundo fascículo da série de Martin, A Fúria dos Reis. "Martin não pode rivalizar com Tolkien ou Robert Jordan, mas ele se qualifica com perfeitos medievalistas de fantasia como Poul Anderson e Gordon Dickson", escreveu um Publisher's Weekly cautelosamente otimista. À época, Peter Jackson estava se preparando para filmar a trilogia de filmes de O Senhor dos Anéis, e produtores e cineastas que viam potencial no gênero de fantasia começaram a sondar Martin pelos direitos de sua história. (Ele hesitou, convencido de que sua história nunca poderia ser esmagada no formato de filme).
Foi quando a coisa entre García e Antonsson ficou séria em mais de uma maneira. Por dividirem o gosto por Tolkien, Jordan e Martin, um romance floresceu e, alguns meses depois de Fúria ser lançado, García se mudou para a Suécia. Todos com quem eles conversaram sobre a série estavam apaixonados por ela. “Nós tínhamos alguns proselitistas que falavam em arremessar os livros em amigos, familiares, colegas de trabalho, etc.”, disse García por e-mail. “E foi tudo muito orgânico. A Random House não passava seu tempo vasculhando maneiras de nos vender ou fazendo com que trabalhássemos para eles, os fãs só fizeram isso porque gostavam”.Encorajados pelo fato de o livro inicial não ter sido o único, eles lançaram o site Westeros.org, reunindo os fóruns que herdaram, os dados de “The Concordance” e seus registros dos declarações públicos de Martin. Começou como um projeto paralelo executado em um servidor miudo em casa, enquanto continuavam a perseguir seus respectivos objetivos acadêmicos. Mas, eventualmente, se tornaria a principal fonte de análise e informação sobre o universo, seu autor e tudo mais.
Enquanto isso, a série de Martin continuou atraindo mais leitores e tornando-se mais difícil de lidar. O manuscrito de seu terceiro livro, A Tormenta de Espadas, tinha 1.521 páginas, e alguns editores não conseguiram manter tudo em um volume. Mas seu apoio entre a comunidade on-line da fantasia ficou mais forte do que nunca, e a Publisher’s Weekly chamou esse fascículo de “um dos exemplos mais gratificantes de gigantismo na fantasia contemporânea”. Quando foi lançado em 2000, estreou em 12º lugar na lista de best-sellers do New York Times.
No momento em que Martin lançou O Festim dos Corvos em 2005, ele garantiu seu lugar como o proeminente escritor de fantasia da década. O livro chegou ao topo da lista de best-sellers do New York Times e a Time o apelidou de "o Tolkien americano". Mas ele também se deparou com os mesmos problemas com Festim que com Tormenta. Sua solução foi dividir Festim em dois e contar a história de apenas metade dos personagens, em vez de metade da história de todos os personagens. Ele explicou tudo no post scriptum do quarto livro, logo após um final instigante. "Olhando para trás, eu deveria ter antevisto", escreveu Martin em seu site pessoal em 2005. "A história faz suas próprias demandas, como Tolkien disse uma vez, e minha história continuou pedindo para ficar maior e mais complicada."
O que pode ter sido uma limitação editorial frustrante para Martin foi uma fonte quase enlouquecedora de suspense para sua crescente base de fãs. Depois de esperar cinco anos entre o terceiro e o quarto livro, os leitores ainda ficaram imaginando o destino de favoritos como Jon Snow, Tyrion Lannister e Daenerys Targaryen. O próximo fascículo seria lançado em 2011, seis agonizantes anos depois. E foi durante esses períodos de silêncio, quando os fãs não tinham material novo com o qual se ocupar, que eles começaram a se concentrar em criar os seus próprios. "Não tenho certeza se a popularidade que antecede os livros poderia ter acontecido se os livros tivessem saído muito rapidamente", disse Antonsson. “Ter tempo entre uma série de livros é o que alimenta a discussão nas comunidades. Dura mais”.
O acesso digital e as plataformas sociais estavam evoluindo para apoiar esses tipos de obsessões. Entre 1995 e 2005, o uso global da Internet aumentou de 44,4 milhões de usuários para 1,026 bilhão. Plataformas simples para blogs, como LiveJournal, WordPress e Xanga, tornaram mais fácil para as pessoas iniciarem blogs pessoais e compartilharem suas ideias sobre qualquer coisa, independentemente de quão arbitrárias ou específicas. E as primeiríssimas redes sociais da web, incluindo o MySpace e o Facebook, estavam na infância, assim como o conceito de podcasting.
Enquanto Martin continuava atualizando sua base de fãs através de um LiveJournal chamado Not a Blog, seus fãs adoradores lidavam com sua impaciência de formas cada vez mais criativas. A maioria preferiu vasculhar os fóruns de Westeros.org ou Tower of the Hand, onde puderam analisar todas as teorias possíveis em torno de cada enredo e propor suas próprias. Uma facção de leitores impacientes se separou para formar uma comunidade ressentida conhecida como GRRuMblers. O fundador do site Winter Is Coming, Phil Bicking se agarrou a um anúncio de 2007 de que a HBO adquirira os direitos da série As Crônicas de Gelo e Fogo, e redirecionou sua energia para um site do Blogger que registrava o elenco, as filmagens e a produção da série. Mesmo antes de o piloto ter sido filmado, os fãs no site de Bicking começaram a tratar os anúncios do elenco como mistérios não resolvidos. Como um colunista de fofoca, Martin iria postar dicas sobre quem foi escalado para determinado papel em seu blog, para alimentar a chama. "Então a base de fãs passaria dias debruçado sobre aquilo, tentando desvendar o teste", disse Bicking. “Nós descobrimos todos eles. Fiquei chocado que as pessoas foram capazes de descobrir até mesmo Isaac Hempstead Wright, que interpreta Bran, e estava em um comercial antes disso”. Bicking se lembra de ter começado dois tópicos separados para discutir rumores e vê-lo ser encher com quase 1.000 comentários cada um. “Então, eu fiquei tipo: 'OK, eu tenho aqui uma comunidade dedica e de bom”, disse ele. A grande imprensa estava tomando conhecimento". Algum programa de TV recente gerou mais entusiasmo on-line, sendo que nem mesmo é um programa de TV?", perguntou o The Hollywood Reporter em 2010.
Quando a HBO estreou Game of Thrones em 2011, Martin já era famoso. Ele havia vendido mais de 15 milhões de livros em todo o mundo, fora retratado pelo The New Yorker e poderia levar sua legião de adoradores e haters ao frenesi com uma simples foto de férias postada em seu LiveJournal. Tudo isso significava que, quando o programa estreou em 17 de abril, ele se saiu bastante bem segundo os padrões de televisão. Cerca de 2,22 milhões de pessoas assistiram à estreia, o que foi menos do que o número de espectadores conquistados por Storage Wars da A&E e por The Killing da AMC, e mais do que Khloe & Lamar do E!.
Ainda assim, a crítica o recebeu de forma foi irregular. Embora muitos analistas tenham elogiado a capacidade da HBO de estabelecer um palco exuberante e cativante para a história complexa e abrangente de Martin, outros a consideraram um sinal de declínio da rede. Slate o chamou de “lixo de fantasia semi-medieval e repleto de dragões”. O New York Times o descreveu como “drama em traje de época com pingue-pongue sexual”. Em uma fala indicativa de uma conversa muito maior sobre a legitimidade da cultura nerd e sua perceptível falta de inclusão de gênero, a crítica Ginia Bellafante detonou o show por glorificar “a ficção infantil paternalmente acabou atingindo a outra metade da população”, e concluiu que “se você não é avesso à estética de Dungeons & Dragons, a série pode valer a pena”.
Enquanto isso, os servidores da Westeros.org estavam caindo. A agitação que antecedeu a estreia do programa deixou García e Antonsson com cerca de 17.000 membros registrados no Westeros.org. Mas o casal estava totalmente despreparado para a onda de interesse que se seguiu à estréia da série. Na noite em que foi ao ar, o site foi torpedeado pelas buscas do Google, e os dois cuidavam de seu único servidor como um recém-nascido com cólica. Para desviar o fluxo de tráfego, García ajustou o site para que apenas os membros registrados pudessem ver as postagens. "Eu imaginei que isso impediria as pessoas de entrarem", disse ele. No dia seguinte, ele acordou com 9.000 novas solicitações de conta. García passou horas aprovando manualmente os recém-chegados. A espera entre o terceiro e o quarto romance estimulou um aumento lento e constante de fãs, talvez um ou dois mil membros por ano entrando no fórum. Mas com a chegada do programa de TV, eles poderiam acumular vários milhares em um único dia. "Foi impressionante", disse García. “Os membros do nosso fórum chamaram a onda de novas pessoas de 'The Floob' - uma enxurrada de noobs.” Foi nessa época que García e Antonsson abandonaram suas atividades acadêmicas para se concentrarem no site em tempo integral.
Embora o casal tenha perdido alguns dos dados do número de visitantes dos primeiros dias, Antonsson lembra-se de ter assistido a vazão e o refluxo do tráfego em A Wiki of Ice and Fire quando os recém-chegados reagiram aos principais pontos da trama da primeira temporada. Esses picos foram particularmente pronunciados no episódio 9, quando o herói do programa, Ned Stark, foi executado inesperadamente. “Logo após o episódio terminar, todo mundo foi até a página de Ned Stark para checar: Ele está bem? Né?” - lembrou Antonsson. (Ele não estava.) O final da temporada do show foi assistido ao vivo por cerca de 3,04 milhões de lares - cerca de 820 mil a mais do que a estréia. A primeira temporada mais tarde viria a ser indicada para 13 Emmys e ganharia dois, para Melhor Design de Abertura e para a performance de Peter Dinklage como Tyrion na categoria Melhor Ator Coadjuvante em série dramática. Ao matar o herói de Westeros antes mesmo que a temporada terminasse, Benioff e Weiss chocaram seus espectadores menos maduros, agradaram os superfãs dos livros e plantaram uma semente de curiosidade que sustentaria a série ao longo dos próximos oito anos.
O que García e Antonsson testemunharam em seu site naqueles primeiros dias se assemelhava à conversa em duas frentes de Game of Thrones que logo surgiria na mídia e na internet como um todo. Depois de cada novo episódio televisivo, aqueles que não leram os livros (agora presumivelmente na casa dos milhões, tendo em conta a audiência do programa) correm para a Internet em busca de contexto, enquanto os leitores de livros (também uma base crescente) riem de diversão e depois analisam as diferenças entre o show e o cânone. Essa “camada paralela” de conversação, como a T Magazine do New York Times a chamou, pode ao mesmo tempo fornecer aos recém-chegados uma melhor compreensão do universo de Westeros e permitir que os veteranos testassem seu conhecimento detalhado do cânone em contraste com o show.
[...]
E há o Deus Imperador Butler. Embora o programa esteja chegando ao fim e não esteja claro se ou quando os livros remanescentes de Martin serão publicados, a comunidade que ele aprecia sobre Thrones continua viva. Em agosto, muito depois do final da série, ele participará de sua 17ª reunião da Brotherhood Without Banners na Worldcon em Dublin. "Seria meio triste não ir", disse ele.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.02.19 16:06 tkowabunga11 Comunidad online y campaña hacia un México más económico.

Hola, lo siento de antemano por mi español, soy americano. Estoy pensando en crear un proyecto para beneficiar a la pobreza golpeada en México. Particularmente una forma de comunicarse y protestar contra el gobierno, el cártel y los ricos a través de una comunidad en línea (un sitio web) que funciona como una forma de dar voz a los pobres y exigir un México económicamente estable. Esta es una protesta pacífica, ya que el tablero de mensajes en línea será un medio para que los pobres traduzcan sentimientos a través de la intervención pública, los mensajes populares se imprimen como carteles y carteles publicitarios (financiados por publicidad digital, el dinero tiene que venir de algún lugar). Esta es una forma de responsabilizar a las personas y ayudar a abordar la brecha de pobreza en México. En lugar de aquellos nacidos pobres para seguir siendo pobres. Una aplicación de teléfono también actúa como una forma de expresión, en forma de karaoke. Las canciones famosas de amor y emoción perdidas actuarán como metáforas de la situación actual del país. Los usuarios cantarán canciones a través de la aplicación de karaoke para grabar el audio en su teléfono, o grabadas por otros para utilizar como material de campaña, en este caso, anuncios de radio y comerciales. Sé que debo sonar loco, espero no ofender a nadie, pero me gustaría escuchar los comentarios de alguien sobre esto.

Hello, sorry in advance for my spanish, I am american. I am looking at creating a project to benefit the poverty stricken in mexico. Particularly a way of communicating and protesting the government, cartel and the wealthy through an online community (a website) that works as a way of giving voice to the poor and calling for an economically stable mexico. This is a peaceful protest, as the online messageboard will be a medium for the poor to translate feelings through public intervention, popular posts are printed as posters and billboards (funded by digital advertising, money has to come from somewhere). This is a way of holding people accountable, and helping address the poverty gap in Mexico. Instead of those born poor to stay poor.

A phone application also acts as a form of expression, in the form of karaoke. Famous songs of lost love and emotion will act as metaphors for the countries current situation. Users will sing songs via the karaoke app to record the audio on their phone, or filmed by others to utilize as campaign material, in this case, radio ads and commericals.

I know I must sound crazy, I hope not to offend anyone but would like to hear anyones feedback towards this.


submitted by tkowabunga11 to mexico [link] [comments]


2018.12.02 16:21 Acujl Como ser anónimo na Internet – [TUTORIAL COMPLETO]

Antes de mais, não sou um especialista, apenas alguém interessado em segurança e comunicação e este tutorial é apenas direccionado à educação :D

1) HTTPS ou TOR?

1.1) Intrudução

Ao navegarmos a Internet convencional ou a “surface web” usamos protocolos. Tudo começou com o HTTP (HyperText Transfer Protocol), foi um dos primeiros protocolos quando tentamos aceder a um site mas é bastante fácil para um “hacker” ver o que fazemos e por onde navegamos isto porque não há qualquer tipo de encriptação entre o servidor web e a vossa máquina ou seja, basta alguém estar estar na mesma rede do que vocês, por exemplo a mesma rede wifi, e executar um MITM (man in the midle atack). Onde o hacker redireciona o tráfego da máquina alvo para o seu servidor e ele literalmente lê os pacotes de dados (informação trocada ou seja, passwords, utilizadores, etc) com um simples “sniff” no wireshark (programa que nos permite ver pacotes de dados (TPC, UDP, etc)). Forma bastante eficaz de roubar informações a alguém em servidores desprotegidos.
Felizmente e a nosso favor a maioria dos sites hoje em dia usa HTTPS (HTTP + SSL), muitas pessoas convencionam o “S” no final do HTTPS como “secure”, daí o cadeado verde que vemos quando acedemos a esses websites.
O processo (SSL) começa quando nos tentamos conectar a um site e ele manda-nos uma cópia do seu certificado SSL (Chave pública), o navegador verifica se o certificado está expirado, em vigor, valido, etc (uma grande treta de acreditação). Se o navegador confiar no certificado, ele cria e envia de volta uma chave de sessão simétrica utilizando a chave pública do servidor. O servidor da decrypt da chave de sessão simétrica usando a sua chave privada e envia de volta uma confirmação criptografada com a chave de sessão para iniciar a sessão segura e agora o servidor e o navegador comunicam com, supostamente, segurança. São assim realizados os primeiros momentos de conexão quando acedemos a um website com HTTPS.
P.S: Pensem em chaves publica como algo que transforma x em alguma coisa que só pode ser aberto com a chave privada, y. Mais sobre isso a frente.

1.2) Se HTTPS é assim tão seguro, porque usar tor?

Bom, mesmo com esse tipo de segurança há várias formas de ver ou atacar alguém. Sempre podemos fazer phishing, ainda usar MITM (fazermo-nos passar por o servidor verdadeiro, é difícil AF mas possível) entre muitas outras coisas..
Com o Tor deixamos de ter esses problemas. Mais ou menos.

1.3) Mas o que é Tor?

Tor é uma comunidade, uma rede de computadores muitas vezes referida como Dark Web ou Deep Web.
A rede Tor dá-nos um nível de segurança com 128-bit AES (Advanced Encryption Standard) end-to-end (De computadores para computadores, não da nossa máquina até ao website). No final das contas é uma rede que sobrepõe “IP’S” em várias camadas e deve ser tratada como tal.
O melhor é usar HTTPS e Onions (Tor), HTTPS protege os nossos dados a nível de navegadores (nós)<=>(WEBSITE) e a rede Onion reforça o anonimato com “loops” pela internet de modo a escondemos a nossa identidade (IP). Mas esse nível de segurança depende do próprio website/servidor com que estamos a tentar comunicar. Para os nerds que desconheciam esta tecnologia, aqui têm um “Let’s Encrypt” para onions (here)
A rede tor funciona a partir de nodes, qualquer um pode fazer um relay, node de saida, etc. Uma autentica rede de computadores que comunicam entre si anonimamente.

1.3.1) Um aparte do funcionamento dos nodes…

Utilizando este modelo de 3 ou mais nodes fica mais difícil, mas não impossível de correlacionar o vosso pedido inicial com o vosso IP original. Também queria frisar que a maior parte destes nodes são universidades (fun fact)
O problema vem quando escrevemos “plain text” num site que acessamos via Tor, imaginemos que o meu exit node é o FBI ou a NSA. Se tivermos introduzido dados sensíveis apenas rezem que quem estiver a manteoperacional o exit node não tenha poder computacional suficiente para desencriptar a vossa ligação.

1.4) Let’s get REAL

Depois disto não parece nada seguro usar tor né? O bom é que é praticamente e impossível quebrar 128-bit AES. Toda a rede de bitcoin (hash rate atual é de 60M) demoraria 2.158 x 10^12 anos para quebrar 1 só chave. E para além do mais, sempre podemos configurar os nossos nodes, mais aqui.
Apenas não coloquem nada que não gostariam que se tornasse publico pois a segurança nunca é garantida! O que é (praticamente) garantido é o anonimato com o tor :)(Eu diria até que o vosso anonimato é garantido, todos os websites na deepweb que foram fechados até o dia de hoje por exemplo, não teve nada a ver com uma falha na rede tor mas sim foi um descuido dos administradores)
E para comunicação na web (chat) usem sempre PGP (Pretty Good Privacy), vamos falar mais a frente.

2) Que sistema operativo usar / Como Operar

Pretty bit topic here..

2.1) Sistemas Operativos

Querem anonimato? Usem um sistema operativo ao vivo (Live Operating System / Live CD). É um sistema operativo contido num dispositivo de armazenamento móvel, podem usar em qualquer lado com um computador (motherboard não desbloqueada) não deixando qualquer rasto no pc da sua existência (kinda, mais a frente).Caso não queiram ser tão hardcores sempre podem usar linux muito bom também, updates constantes da comunidade ;)Para o típico utilizador windows.. sabiam que o windows envia tudo o que vocês escrevem e falam para a Microsoft? Aqui têm tools que removem a telemetria and stuff (here)
Se são uns completos noobs e nunca instalaram nenhum OS (operating system) podem usar uma coisa chamada Virtual Box que emula um sistema operativo dentro de outro. Pesquisem.

Recomendo o uso do Tails (Live), Link here.

P.S: No que toca à Apple não tenho experiência portanto, não comento.P.S2: Dêm uma vista de olhos no “qubes”, sistema operativo hardcore para segurança.

2.2) PGP, Como Operar & Related

2.2.1) Mini Introdução

Temos de assumir sempre o pior, qualquer agência de inteligência ou governamental interceptou e desencriptou os nossos dados. O que eles podem usar contra nós?
Temos sempre de agiter o cuidado de nunca compartilhar dados pessoais, NUNCA. Ter uma boa password sem nada que nos identifique (Tenho uma boa password?) e diferentes passwords e entidades para cada serviço/website que usemos. Lembrem-se, basta “deslizar-mos” uma vez e somos comprometidos. Caso usem o mesmo utilizadopass qualquer organização/pessoa com intenções pode “ligar os pontos” e identificar-te.

2.2.1) PGP (Pretty Good Privacy)

Outro passo que devem tomar é comunicar apenas usando PGP. Lembram-se das chaves publico e privadas? Vou salientar novamente esse tópico.Tomem em conta que nem sempre é possível comunicar com PGP, quando estamos a preencher informação num website ou wtv essa informação pode estar comprometida.
Side Note: Há uns open sorce code para usar o Proton Mail com PGP com alguma facilidade, pesquisem nerds.

O processo PGP:

GUARDEM BEM A VOSSA CHAVE PRIVADA, GUARDEM NUM LOCAL OFF-GRID, fisicamente escondida. Caso comprometida, fudeu. E já agora, se a perderem não há nenhuma forma de a recuperar.
No tails a área onde podem mexer com o PGP fica no canto superior direito, uma que parece uma prancheta, vão a “manage keys”.
Por exemplo, uma das razões que o Silk Road falhou foi que Ross (um dos administradores) nem sempre comunicava através de encriptação PGP e depois de ser apanhado (meteu informações pessoais na net no inicio da sua jornada) as autoridades tiveram acesso a tudo o que não estava encriptado.
Sugiro sempre que guardem as suas chaves privadas num cartão SD ou melhor num microSD para que se um dia forem apanhados e alguém for-vos bater à porta podem simplesmente parti lo e os vossos dados ficam seguros x)

2.2.2) Tails e resíduos

(assumindo que têm o tails a funfar..)
Tails é um excelente sistema operativo para privacidade, quando ligado e “bootado” no PC ele cria um drive virtual e quando é fechado tal é apagado, mas não permanentemente.
Como deve ser conhecimento geral, armazenamento na memória de um computador (no seu disco rígido) funciona a base de 0’s e 1’s. Vamos supor que crio uma pasta chamada “teste”. O disco rígido será desempenhado de designar os respetivos 0’s e 1’s a uma secção do disco e saber onde está tal secção.
Temos 2 dados importantes aqui, os dados da pasta “teste” (0’s e 1’s) e a sua localização na respectiva secção do disco, chamam-se “pointers”. Pointers apontam o local do disco onde estão armazenados os dados (0’s e 1’s).Quando apagamos algo (tradicionalmente) apenas apagamos os pointers e os 0’s e 1’s anteriormente designados à pasta teste estarão agora labled como livres, esperando serem rescritos por novos 0’s e 1’s de novos dados. Espero ter sido claro.
Portanto, alguém com habilidades pode pesquisar no disco 0 e 1’s designados como “espaço livre” que, organizados “façam sentido” e recuperar os nossos dados privados.
Temos 2 opções:

2.2.3) Encriptação do disco inteiro & destruição segura de ficheiros & RAM

No que toca a encriptação do disco tails tem uma funcionalidade incorporada chamada FDE (Full Disk Encryption) ou seja, formata-vos a pen (ou o quer que seja que estão a usar) e rescreve-a com o seu conteúdo encriptado sendo apenas possível ganhar-lhe acesso com uma palavra-passe. E como sempre, guardem a password num local seguro ou memorizem-na.
Tutorial de como encriptar o disco (here)
E no que toca a destruição segura dos ficheiros há vários programas para o fazer, apenas recomendo que o faças no mínimo 3x (para garantir aleatoriedade). Duck it.
Mesmo com o disco encriptado e os dados limpados ainda podemos extrair-te informações pela tua RAM 📷
Chamam-se de “Cold Boot” esses tipos de ataques.

Primeiro, RAM (random acess memory), quesamerda?

RAM é o local onde o computador armazena dados que apenas são necessários temporariamente e isso acontece milhões de vezes por segundo. Pensem na RAM como uma memoria onde pode ser escrita e rescrita os 0’s e 1’s extremamente rapido.
Imaginemos que estão a trabalhar num documento de texto, enquanto trabalham tal está a ser guardado na RAM (armazenamento de curto prazo) até que clicam em salvar e o documento é armazenado no disco rígido em si (armazenamento de longo prazo).
Nesse período de tempo os dados são armazenados na RAM sem qualquer tipo de encriptação. Quando desligamos o computador normalmente ele passa por um ciclo onde limpa os dados armazenados na RAM mas se ele perder energia abruptamente os dados ficam “leaked” na RAM e é onde são realizados os Cold Boot Atacks. A única medida que podemos implementar contra este tipos de ataques é usar RAM DDR3 (isto porque ela necessita de eletricidade para manter dados, passado x tempo os dados são apagado) e desligar o PC normalmente, sempre.

2.2.3) Inimigo? Javascript.

Imaginemos que corro servidores maliciosos tendo em conta que tenho uma grande comunidade a alimentar-se dos meus serviços e sou apanhado. O que as autoridades podem fazer para os apanhar?
Um dos métodos mais comuns usado pelas autoridades é injetar javascript ou seja, todos os utilizadores iriam acessar uma página web alterada que tinha como intenção correr javascript que transmitia o IP da pessoa e a sua localização (visto que tal código era apenas descodificado e corrido no pc da pessoa).
Dito isto, aconselho desativarem a execução de javascript nos vossos navegadores (browsers). Tanto no iceweasel (tails) ou no firefox (tor) podemos desativar a execução de javascript com o seguinte procedimento:
(se usam tails, cada vez que o iniciam poderão de ter de fazer isto)

2.2.4) Dados EXIF

Tiramos tantas fotografias com os nossos telemóveis né? Sabiam que provavelmente a vossa localização está incorporada nelas?
Quase todos os formatos de fotos podem ter as cordeadas incorporadas menos o formato .PNG portanto é imperativo para um criador de um website apenas permitir formatos PNG e também para nos porque a nossa informação pode dar “leak” por um erro tão simples como este.
Felizmente o Tails tem uma solução, basta irmos a Applications -> Accessories -> Metadata Anonymisation Toolkit, mais info –> (here)

2.2.5) VPN + TOR = PERFECTION?

Bem, não.
VPN’s não são de confiança. A famosa “HideMyAss” que supostamente tinha uma carrada de implementações de segurança que nem eles próprios conseguiriam ver o que o utilizador fazia abriu a boca quando questionada pelo governo da Inglaterra sobre o caso LulzSec.Mas se tentarem a vossa sorte escolham uma que no mínimo tenha 128 bits ou até mesmo 256 bits de encriptação.
Se querem ainda mais segurança do que já têm, comprem umas raspberryPi, disfarçam-nas e coloquem-nas em um sitio que tenha uma rede Wifi Publica escondidas e com eletricidade, façam uns servidores OpenVPN, uns proxies da treta e GG (Como criar uma rede tor mas caseira). Fiz um tutorial de como fazer uma VPN numa raspberry, depois é só fazer uns loops.
P.S: DNSQueries, não confiem na vossa rede.

2.2.6) Cuidado com downloads

Por vezes numa comunidade da deepweb recebemos PM (private messages) que nos dizem que a nova atualização do tor tem uma falha de segurança e aqui está o link X para dar patch. Treta, nunca confiem e façam sempre o download do website oficial (cuidado com o phishing) mas podemos sempre verificar a autenticidade dos nossos downloads.
Recomendo o uso do GnuPG. Pesquisem, muito importante! Voltamos a usar o nosso amigo PGP ;)
P.S: Não só downloads, também podem assinar mensagens encriptadas (quase como encriptado 2x)

2.2.7) Simples e eficaz, adeus monitorização da treta

Podem-nos identificar de várias maneiras, uma delas é pelos nossos padrões habituais que podem ser usados contra nós em tribunal.
Uma forma fácil de acabar com isso é desabilitar “mostrar o meu status online”, muito comum em fóruns e comunidades.

2.2.8) Usem bridges!

Mesmo com esta segurança quando ligados ao tor o vosso ISP (Internet Service Provider) pode ver que vocês estão a usar o Tor, para tal sempre podemos usar bridges. Lista de bridges (here) captcha é hard mesmo.. (ataques de correlação)
Depois de entrarem vão ter acesso a uma lista de bridges que são publicamente disponiveis pelo Tor, talvez não seja a melhor opção mas sempre tens a opção de mandar diretamente um email para [bri[email protected]](mailto:[email protected]) com o body da mensagem sendo “get bridges”, infelizmente só funciona para Gmail e Yahoo (anti bots)
Para usa-las no boot do tails aparecem 2 opções: Live e Live (Fail Safe), neste menu cliquem em Tab , Espaço e escrevam “bridge” e depois enter. Modo bridge ativado. Ao entrarem no tails basta adicionar as vossas bridges numa tab que vos vai aparecer neste formato-> IP:PORTA e gg.
Visto que é muito menos provável que o vosso ISP conheça estas ligações. Também podem especificar o pais assim: XXX.XXX.XXX.XXX – COUNTRY: X
De qualquer das formas bridges é um assunto complexo, do your homework. Coisas bonitas para vocês (here)

3) Governo e polícia

3.1) Os seus limites

Bom, não têm, pelo menos os americanos (casos mais conhecidos). Eles chegaram ao ponto de ter uma conta no silk road como vendedores onde seriam vendidas fake ID’S (durante 7 anos), após esse período começaram de apreensões. E no serviço postal dos US, qualquer encomenda “ilegal” não eram apreendida mas sim colocavam-lhe um tracker.
Tenham sempre em mente que se eles vos querem apanhar mesmo, eles farã tudo no seu alcance para vos capturar. Tenham sempre em mente que se vocês estão a fazer qualquer tipo de actividade considerada ilegal têm sempre de ter em conta o pior cenário possível. Vocês até podem ter uns PC’s, uns servidores e algumas skills mas não é nada comparado com o poder deles.
Lembrem-se, basta escorregarem uma vez e acabou, sejam prudentes.

3.2) O que fazer quando se é apanhado

Errar é humano. Provavelmente vamos todos cometer um erro e se o governo achar que somos um peixe suficientemente grande ele vem a trás de nós.
É sempre melhor prevenir do que remediar, temos de ter já um advogado pago 50k + extra (caso sejam ilegais, mesmo.) isto porque o governo pode congelar-nos as contas/apreender o dinheiro.
Sabiam que o silencio é um direito? Mantenham a boca fechada. Eles vão tentar usar todas as táticas para nos fazer admitir que somos culpados dos crimes de que somos acusados.
Provavelmente a primeira coisa que eles vos vão dizer é que nos querem ajudar e estão a trás do maior peixe do cardume, ignorem, treta.
Eles vão dizer “então não queres cooperar? Estava a tentar ajudar-te mas agora só vais dar problemas” ou “Tens alguma noção dos crimes de que és acusado?”. Mais uma vez, mantenham-se calados e continem a pedir por um advogado.
Nunca falem sem o vosso advogado presente e nunca façam nada que não seja exigido legalmente. Vocês têm o DIREITO de estar calados.
Não discutam com os policias sobre se eles têm ou não alguma coisa contra ti, sê chill nesse assunto. Age assustado, ansioso e confuso. Como se não soubesses o que se passa e apenas queres o teu advogado. Diz aos policias: “Vocês estão-me a assustar, apenas quero o meu advogado”… como eu amo engenharia social.
Com o vosso advogado é o basico, sejam honestos com ele e trabalhem como uma equipa. Privilegio Cliente-advogado.

4) Cool Stuff

4.1) TorChat

TorChat funciona da mesma forma que o tor funciona com todas a features que todos gostamos, cria links .onion da mesma forma que o tor mas usa-o para identificar um ID de uma pessoa em particular sendo que esse ID pode comunicar com outros ID.
P.S: Não recomendo, ideia bonita mas não sabemos o nível de anonimato ou as vulnerabilidades que tal implica visto que funciona da mesma forma do que se como tivéssemos criado um HiddenService (um site tor) no nosso PC. Isso pode levar a problemas sérios.
Fica à vossa mercê, de qualquer das formas a sua comunicação eu<=>parceiro teria o mesmo nível de segurança do que o tor.

4.2) Como utilizadores do Tor foram apanhados

https://www.youtube.com/watch?v=7G1LjQSYM5Q

4.3) Email anónimo, História & Tor

https://www.youtube.com/watch?v=_Tj6c2Ikq_E

5) Recomendações

submitted by Acujl to chapeubranco [link] [comments]


2018.07.08 14:06 Boiller_ Existe alguma comunidade online portuguesa sobre finanças pessoais? Estilo /r/investing, /r/personalfinance, /r/financialindependence mas no contexto português (contas com benefícios fiscais, como investir dentro e fora, etc)?

Estou a organizar as minhas finanças pessoais de forma a viver mais ou menos de forma frugal e ir poupando e investindo ao longo dos anos.
Os subreddits que mencionei no titulo são excelentes fontes de conhecimento por onde começar a procurar e ler, mas o contexto é em grande parte americano. Particularmente quando mencionam exemplos de maximizar contas/fundos com benefícios fiscais (IRAs, 401k, etc).
Gostaria de saber se conhecem alguma comunidade portuguesa online onde se possa discutir estes mesmos temas, mas no nosso contexto.
Obrigado
submitted by Boiller_ to portugal [link] [comments]


2018.06.19 23:27 Check9732 The Globe and Mail: Senadores americanos alertam o Canadá sobre riscos de espionagem e sabotagem pela multinacional chinesa Huawei

Tradução de: https://www.theglobeandmail.com/politics/article-us-lawmakers-warn-canada-about-chinese-telecom-giant-huawei/
Legisladores do alto escalão de comissões de inteligência dos EUA estão alertando o governo Trudeau que a fabricante de smartphones Huawei - que transformou o Canadá em um importante centro de pesquisa para a tecnologia móvel da próxima geração - é uma ameaça à segurança nacional de uma rede de aliados do Canadá.
O senador republicano Tom Cotton e o senador democrata Mark Warner disseram ao The Globe and Mail que a gigante de telecomunicações chinesa é um grave risco de segurança cibernética e que seus smartphones e equipamentos não devem ser usados ​​pelo Canadá e outros aliados ocidentais.
A preocupação primordial é uma iniciativa total do conglomerado chinês de tecnologia para se tornar líder mundial na tecnologia de telecomunicações 5G da próxima onda, que deverá trazer velocidades próximas à banda larga para smartphones e permitir tecnologias inovadoras como carros sem motoristas.
Um porta-voz de Cotton, que apresentou uma legislação para proibir o governo dos EUA de negociar com a Huawei, disse que instruiu o diretor da Agência Nacional de Segurança, o tenente-general Paul Nakasone, a "se envolver com canadenses" e outros membros da organização. Comunidade de compartilhamento de inteligência Five Eyes "para educá-los sobre a ameaça" e manter a Huawei fora de suas redes 5G.
A Five Eyes é uma rede de compartilhamento de inteligência entre a Austrália, o Canadá, a Nova Zelândia, a Grã-Bretanha e os Estados Unidos.
A Huawei está em grande parte excluída do mercado norte-americano e a Austrália está atualmente considerando bloquear o fornecedor nacional de tecnologia chinesa do fornecimento de equipamentos para a construção da infraestrutura de telecomunicações 5G - uma medida que frustraria ainda mais a ambição da empresa de Shenzhen de ser líder mundial neste setor. tecnologia.
No Canadá, uma investigação da Globe and Mail no mês passado revelou que universidades, governos e empresas de telefonia estão ajudando a Huawei - hoje a maior fabricante de equipamentos de telecomunicações do mundo - a desenvolver a tecnologia sem fio ultrarrápida, usada por centenas de registros de patentes. As universidades canadenses são um canal de propriedade intelectual que reforça a posição de mercado 5G da empresa.
Chefes de seis agências de inteligência dos EUA e três ex-chefes dos serviços de espionagem do Canadá disseram recentemente que a Huawei é uma das maiores ameaças de inteligência cibernética do mundo e que sua tecnologia 5G poderia ser usada para espionar remotamente e modificar ou roubar informações maliciosamente ou até desligar sistemas.
"Certamente essa ameaça demonstra a necessidade de uma resposta coordenada e coordenada entre os aliados", disse Warner em um comunicado ao The Globe. “A presença significativa dos EUA - governo, corporações e cidadãos - no Canadá e as vulnerabilidades que equipamentos de telecomunicações e infra-estrutura podem apresentar, deve ressaltar que a preocupação, assim como o uso da coação pela China, forçou a cooperação e cooptação para adquirir tecnologias sensíveis. "
Nakasone, que comanda a agência de inteligência dos EUA, disse ao comitê de inteligência do Senado que não usaria os produtos da Huawei porque a empresa responde ao Partido Comunista. O Artigo 7 da Lei de Inteligência Nacional da China de 2017 diz que as empresas chinesas devem “apoiar, cooperar e colaborar no trabalho de inteligência nacional e guardar o sigilo do trabalho de inteligência nacional de que estão cientes”.
Dois altos integrantes do comitê de inteligência da Câmara dos Deputados --o democrata Adam Schiff e o republicano Mike Conaway-- disseram que as preocupações com a segurança nacional devem despertar alarme em qualquer país onde os produtos da Huawei sejam vendidos e possam comprometer a inteligência da Five Eyes.
"Dada a integração das economias dos EUA e do Canadá, os equipamentos da Huawei usados ​​no Canadá provavelmente afetarão nossos dois países - em nosso detrimento", disse Schiff ao jornal The Globe.
Conaway disse: “A Huawei representa uma séria ameaça à segurança nacional das comunicações do governo dos EUA. Devido ao alto nível de compartilhamento de inteligência entre os países da Five Eyes, tenho a preocupação de que a presença da Huawei em qualquer um desses países possa representar um risco significativo à nossa coordenação e, por fim, à segurança nacional dos EUA. ”
Apesar dessas preocupações, todas as principais operadoras de telecomunicações canadenses estão promovendo o mais recente smartphone da Huawei, e as universidades canadenses defenderam o trabalho que fazem com a Huawei, dizendo que não foram informadas pelas agências de segurança nacional do Canadá para evitar produzir P & D para o gigante chinês. .
Michael Wessel, comissário da Comissão de Segurança Econômica dos EUA-China, um observatório que reporta ao Congresso, disse que a Huawei "expandiu dramaticamente" suas relações com universidades em todo o mundo, na esperança de colher as melhores pesquisas.
"O envolvimento da Huawei com universidades canadenses também levanta sérias questões à luz da forte relação entre as empresas de tecnologia e telecomunicações dos EUA e do Canadá, a natureza integrada de nossa infra-estrutura de tecnologia e as pesquisas de ponta que estão sendo feitas no Canadá", disse Wessel.
"O Canadá, por meio de sua recente rejeição à compra da Aecon por uma entrada estatal chinesa, mostrou uma crescente sensibilidade às ameaças de segurança chinesas e deveria agir, como os EUA deveriam, para que suas universidades cortassem rapidamente seus laços com a Huawei."
O ministro da Segurança Pública, Ralph Goodale, não respondeu a um pedido de comentário e, em vez disso, encaminhou The Globe para o Communications Security Establishment, que coleta inteligência de segurança estrangeira e procura proteger os sistemas de informação de Ottawa dos ataques cibernéticos.
"Embora não possamos comentar sobre empresas, produtos ou prestadores de serviços específicos, os canadenses podem ter certeza de que o governo do Canadá está trabalhando para garantir que as proteções mais fortes sejam implementadas para proteger os sistemas que os canadenses confiam", disse o porta-voz Evan Koronewski.
O vice-presidente da Huawei, Scott Bradley, disse que sua empresa trabalha "aberta e transparentemente" com o governo canadense e com as telecomunicações domésticas há uma década, para atender às preocupações de segurança nacional. Ele notou que a Huawei não faz lances em contratos de telecomunicações do governo.
"Desde o início, temos entendido totalmente como um fornecedor de entrada na área de telecomunicações, e muito menos uma empresa de telecomunicações baseada na China, precisaríamos trabalhar sob certos parâmetros e diretrizes para atender aos requisitos do governo e das operadoras canadenses" ele disse. “Da mesma forma, tivemos que abordar essas questões em outros grandes mercados ao redor do mundo, incluindo todos os outros países do G7. Em todos esses países, exceto nos Estados Unidos, conseguimos encontrar uma maneira de atender e resolver esses problemas. ”
Na semana passada, Goodale anunciou US $ 500 milhões em cinco anos para o estabelecimento de um novo Centro Canadense de Segurança Cibernética, medidas para ajudar pequenas empresas a aumentar suas ciberdefences e a RCMP para combater o crime online. O plano é em grande parte silencioso sobre empresas de telecomunicações estrangeiras como a Huawei.
Os ex-diretores canadenses de Inteligência de Segurança Ward Elcock e Richard Fadden, e John Adams, ex-chefe do CSE deste país, disseram ao The Globe que os produtos Huawei e a tecnologia 5G poderiam fornecer à China a capacidade de espionar os canadenses.
Desde que chegou ao Canadá, há uma década, a Huawei comprometeu cerca de US $ 50 milhões a 10 das principais universidades canadenses a financiar a tecnologia 5G, que serviu de base para centenas de registros de patentes. O montante que a empresa dá às universidades deve crescer para cerca de US $ 18 milhões somente este ano.
*Com um relatório de Sean Silcoff
submitted by Check9732 to brasil [link] [comments]


2015.05.27 18:28 brasilbitcoin Quebrando o código da origem do bitcoin! Um dos grandes mistérios atuais é a identidade do criador da moeda digital

Nathaniel Popper THE NEW YORK TIMES
A caça a Satoshi Nakamoto, o misterioso criador do bitcoin, seduziu até quem acha que a moeda virtual é uma espécie de esquema de golpe da “pirâmide”. Uma lenda surgiu de um amontoado de fatos: alguém usando o nome Satoshi Nakamoto divulgou o software para o bitcoin no começo de 2009 e se comunicou com os nascentes usuários da moeda via e-mail – mas nunca por telefone ou em pessoa. Aí, em 2011, quando a tecnologia começou a atrair uma atenção mais ampla, os e-mails pararam. Satoshi desapareceu, mas as histórias se multiplicaram.
No ano passado, quando trabalhava num livro sobre a história do bitcoin, foi difícil evitar o enigma da identidade de Satoshi Nakamoto. A revista Newsweek causou frisson com um artigo de capa em março de 2014 alegando que Satoshi era um engenheiro desempregado na faixa dos 60 anos que vivia num subúrbio de Los Angeles. Um dia depois da publicação, porém, a maioria das pessoas informadas sobre o bitcoin havia concluído que a revista encontrara o homem errado.
Muitos na comunidade bitcoin me disseram que, em deferência ao claro desejo de privacidade do criador do bitcoin, eles não queriam ver o mágico ser desmascarado. Mas em conversas com os programadores e empreendedores mais profundamente envolvidos com o bitcoin, ouvi que boa parte das evidências apontava para um americano recluso de ascendência húngara, chamado Nick Szabo.
Szabo é um mistério quase tão grande quanto Satoshi. Mas no curso de minha reportagem, continuei encontrando novas pistas que me levaram mais longe na caçada, e até tive um raro encontro com Szabo numa reunião privada com programadores e empresários importantes do bitcoin.
Nesse evento, Szabo negou que fosse Satoshi, como tem feito insistentemente em comunicações eletrônicas. Mas ele admitiu que sua história deixava poucas dúvidas de que ele fazia parte do pequeno grupo de pessoas, que, por décadas, assentaram os alicerces do bitcoin e criaram muitas partes que mais tarde entraram na moeda virtual. A contribuição mais notável de Szabo foi um antecessor do bitcoin conhecido como “bit gold” que alcançou muitos dos mesmos objetivos usando ferramentas similares de matemática avançada e criptografia.
FUTURO
Pode ser impossível provar a identidade de Satoshi até a pessoa precursora por trás da cortina do bitcoin decidir se apresentar e provar a propriedade das antigas contas eletrônicas de Satoshi. Neste ponto, a identidade do criador já não é importante para o futuro do bitcoin. Como Satoshi parou de contribuir para o projeto em 2011, a maior parte do código aberto foi reescrita por um grupo de programadores cujas identidades são conhecidas. Mas a história de Szabo oferece um insight de elementos com frequência mal compreendidos da criação do bitcoin. O software não caiu do céu, como às vezes se supõe, mas foi construído sobre ideias de várias pessoas ao longo de décadas.
Esta história é mais do que uma mera questão de curiosidade. O software veio a ser considerado em círculos acadêmicos e financeiros uma inovação significativa na ciência da computação que pode reformular a maneira como o dinheiro aparece e se movimenta. Recentemente, bancos como o Goldman Sachs deram os primeiros passos para adotar a tecnologia.
O próprio Szabo continuou discretamente envolvido no trabalho. No início de 2014, Szabo ingressou na Vaurum, uma startup de bitcoin baseada em Palo Alto, Califórnia, que estava operando em modo furtivo e pretendia construir uma bolsa de bitcoin melhorada. O papel de Szabo na Varum foi mantido em segredo em razão de seu desejo de privacidade, e ele deixou a empresa em fins de 2014. A série de habilidades e conhecimentos misteriosos que ele dominava levou vários colegas a concluir que Szabo muito provavelmente esteve envolvido na criação do bitcoin, apesar de não ter feito tudo sozinho. Apesar de estar envolvido desde o começo dos anos 90 em uma comunidade online chamada Cypherpunks, pioneira na discussão de ideias que ajudaram a formatar o bitcoin, são suas atividades em 2008 que mais contribuíram para levantar suspeitas com relação ao papel de Szabo. Foi naquele ano, um pouco antes da chegada do bitcoin, que ele escreveu em seu blog sobre o bit gold. Pesquisadores ingleses notaram semelhanças “fora do comum” entre seu linguajar e maneirismos e aqueles atribuídos a Satoshi.
Quem quer que seja, o verdadeiro Satoshi Nakamoto tem muitos motivos para querer permanecer anônimo. O mais óbvio é o perigo de sua posição. Um pesquisador argentino concluiu que Satoshi Nakamoto provavelmente amealhou quase um milhão de bitcoins durante o primeiro ano do sistema, o que dá, em valores atuais, mais de US$ 200 milhões.
submitted by brasilbitcoin to BrasilBitcoin [link] [comments]


2013.06.02 19:16 allex2501 Equívocos comuns sobre o bitcoin - Guia para jornalistas:

quívocos comuns sobre Bitcoin - Um Guia para Jornalistas [tradução]
Embora o problema agora seja consideravelmente menor do que foi a um ano atrás, uma quantidade significante de desinformados sobre o Bitcoin continuam a aparecer ao redor da internet. Parte do problema é o conceito de que o Bitcoin não é nada parecido com qualquer coisa vista antes; moedas decentralizadas que não tem presença offline não eram exatamente algo do senso comum antes do Bitcoin aparecer. Bitcoin é tambem incomum pois é um assunto meio high-tech mas com consequências fora do mundo da tecnologia, levando jornalistas sem preparo a falar coisas absurdas como associar o Bitcoin a universidade de tecnologia MIT nos EUA só por causa da licença de uso. Na verdade a "MIT license" usada pelo bitcoin não fala nada mais do que, qualquer pessoa tem o direito de usar livremente, modificar e distribuir o software e isso tem tanto a ver com o MIT quanto os "Algorismos indo-arábicos" tem a ver com a Al Qaeda, os governos da Siria e o Iran.
Outra questão é que é desejável escrever uma história interessante; uma história sobre um empresário de terno e gravata usando Bitcoin de forma rápida e barata para movimentar dinheiro através de fronteiras internacionais é muito menos provável para gerar visitas ao seu site do que um "site subterrâneo onde você pode comprar qualquer droga e arma imaginável". Assim, a tendência natural existe em favor desta última sobre a primeira.
Grandes players da midia falam que os Bitcoins se espalharam como memes e isso só serve pra agravar o problema. Por exemplo, depois que o Financial Post alegou em 8 de junho que "Europeus estão movendo seu dinheiro para fora dos bancos e comprando tudo em Bitcoins", com uma onda de artigos seguintes sobre o mesmo assunto. Em junho de 2011, a Business Insider, postou um artigo baseado no artigo do Financial Post alegando que a mesma coisa e a Betabeat e varios outros sites seguiram sua opinião. Um desses sites por sua vez catapultou a história para o Slashdot e a ZDNet e a Daily Finance fizeram seus artigos em seguida. Na verdade, entretanto, a história de investidores indo de Euro pra Bitcoins em massa foi groceiramente exagerada - Amir Taaki reportou que "a única coisa que aconteceu é que euro cresceu no preço em relação ao dolar, ligeiramente"
Mesmo em caso de histórias que são essencialmente verdadeiras, o efeito de distorção ainda pode se manifestar; quando o Bitcoin Central anunciou que firmou parceria com uma instituição financeira na frança, a afirmação errônea foi que o Bitcoin Central tinha sido licenciado como um provedor de serviços de pagamento ao invés de simplesmente firmar parceria com uma instituição existente foi tão rapidamente copiada na internet que o Bitcoin Central teve que soltar uma nota esclarecendo os fatos.
Os topicos seguintes são esclarecimentos sobre os maiores erros que foram noticiados dentro de um ano e meio:
  1. Bitcoin não tem uma central ou uma organização ou uma autoridade por trás; Esse recurso do Bitcoin é o menos entendido pelas pessoas que são novas para a moeda, e talvez a mais difícil de entrar na cabeça das pessoas. Um recente artigo da Occupy Corporatism tropeçou nesse erro consideravelmente, fazendo afirmações como "Bitcoin ganhou o status de um prestador de serviços de pagamento e agora o Bitcoin tem um número de identificação bancária internacional". Embora a comunidade Bitcoin inclua organizações como Bitcoin Foundation e Bitcoin Central, nenhum destes são autoridades centrais com poder sobre o Bitcoin como um todo. Bitcoin Central é apenas um mercado de bitcoin dentre centenas de outros e nem é o maior deles.A Fundação Bitcoin é simplesmente uma organização composta de membros altamente respeitados na comunidade Bitcoin e desenvolvedores de partes importantes do software cliente do Bitcoin. Qualquer um poderia criar sua própria exchange e sua própria fundação e tomar esses títulos. Em vez de pensar Bitcoin como um produto lançado por uma empresa tradicional, é mais apropriado pensar nisso como uma mercadoria auto-sustentável digital, semelhante ao ouro. Tem uma indústria extensa e saudável que fornece produtos e serviços baseados em torno dele, e ele tem o seu próprio negócio e organizações que o defendem, mas não há uma "Gold Corporation Central". As bases de dados que mostram endereços Bitcoin com um saldo de bitcoins são todos coletivamente geridos pela rede, usando uma rede peer-to-peer, de forma semelhante às redes usadas por serviços de compartilhamento de arquivos.
  2. O preço do Bitcoin NÃO, repito, NÃO caiu para US$0,01 em junho de 2011. A história por trás desse mito é um evento em junho de 2011 quando um administrador de contas do MtGox, um dos mercados de compra e venda de bitcoin, que tem quase 80% do market share [volume de compras e vendas da rede], foi hackeado, e o atacante manipulou o banco de dados do MtGox criando um balanço de 20 milhões de bitcoins na sua conta e imediatamente vendeu tudo 'à preço de mercado' e consumiu todas as ordens de venda do MtGox dos meses anteriores, indo de 17,50 a $0,01. Entretando, o que aconteceu foi que o preço de $0,01 não era o preço do Bitcoin mas sim o preço representado no MtGox. Um preço é, por definição, um valor em um mercado para algo que está sendo comprado e vendido em um determinado momento. Neste caso, entretanto, MtGox "voltou" (fez um 'rollback' ) em todas as transações que foram executadas durante esse evento, então nenhuma compra ou venda foi feita a menos que $10. Os gráficos de preço do MtGox não mostram essas transações falsas (que foram estornadas) ocorridas neste dia. Além do atacante, nenhum ser humano esteve, em nenhum momento, disposto a vender bitcoins em algo próximo a US$ 0,01 - os pedidos que foram processados ​​foram todos feitos semanas e meses antes do evento e em todas as outras bolsas, exceto a MtGox, o preço permaneceu estável entre $13 e $18. E, mais importante de tudo, os 2 milhões que foram vendidos não eram mesmo bitcoins 'reais' - eram simplesmente entradas fraudulentas no banco de dados do MtGox. Embora seja compreensível que alguns podem interpretar o evento como o preço caindo para $0,01, apontar para este incidente como um sinal de instabilidade no preço do Bitcoin é hipocrisia - a causa foi um acidente de segurança de um serviço de terceiros, e não uma perda repentina da confiança na moeda. Aliás, se o hack do MtGox conta como o preço Bitcoin caindo para $0,01 centavos, devemos contar a história menos conhecida com o preço do Bitcoin chegando a US$ 1 bilhão.
  3. Bitcoin em si nunca foi falsificado ou hackeado. Uma série de artigos nesse último um ano e meio saíram com alegações triunfantes proclamando "Bitcoin hackeado", ou algo similar, na manchete, e recentemente um artigo do Washington Post afirmou que, no futuro, haveria contrabando de "falsas moedas digitais". Infelizmente, a reputação da segurança do Bitcoin foi afetada negativamente como resultado. Na realidade, porém, histórias sobre Bitcoin ser hackeado são simplesmente instâncias do equívoco de se achar que existe uma autoridade central manifestando-se mais uma vez. O protocolo Bitcoin em si e os vários serviços que foram acumulados pela economia Bitcoin são duas coisas completamente diferentes; dizer que o bitcoin foi hackeado quando a vítima real foi um dos serviços é como dizer que o dólar dos EUA foi hackeado quando os criminosos conseguiram roubar $ 10 milhões por estourar caixas eletrônicos. Aliás, o dólar dos EUA em si foi "hackeado", uma grande parte da receita da Coréia do Norte provêm de notas de 100 falsificadas, o protocolo Bitcoin, por outro lado, não teve quaisquer falhas de segurança significativas. Houve alguns incidentes menores envolvendo métodos de se trabalhar com Bitcoin que são conhecidamente inseguros, mas o alcance destes ataques são muito limitados, e os usuários e as empresas não estão e nem estiveram vulneráveis. Por causa do algoritmo do Bitcoin permitir somente 21 milhões de 'moedas' na economia, 'falsificar' novos Bitcoins é impossível. As bases criptográficas e as algoritmos por trás do Bitcoin provaram ser sólidos como uma rocha e o fato de ninguém ter conseguido quebrar o protocolo e ganhar a 'recompensa' de um economia de $140 milhões de dólares atesta claramente isso. Para o usuário final as unicas duas formas de perder seus bitcoins é por meio de atividade maliciosa: confiando seus bitcoins para pessoas ou serviços de terceiros inseguros ou fraudulentos, ou ter seu computador hackeado por um vírus de computador - ambos os problemas existem no sistema financeiro atual custando para a economia americana 50 bilhões de dólares por ano.
  4. Bitcoin (ainda) NÃO teve um aumento de uso massivo para fugir das sanções no Irã. Da mesma forma que a história do euro acima, este é outro meme que se espalhou pela internet toda muito rápido. Depois que a Business Week escreveu um artigo em novembro(29), Reason, Infowars, vários blogs de economia e por final a CNN deram força a história, simplesmente uma copiando parágrafos da outra sem fazer uma pesquisa ou certificar a veracidade da informação. Na realidade, a história do Irã tem sim um pingo de verdade, como existem sinais de aumento de atividade no Irã nos meses anteriores, mas em grande escala o Bitcoin está longe de causar algum impacto – no Google Trends, Bitcoin nem aparece nos gráficos do Iran. O que aconteceu aqui foi uma grande falácia jornalistica: a midia pegou uma história de um iraniano vendendo músicas por Bitcoins no CoinDL e erradamente extrapolou a história sobre iranianos trocando Bitcoin em massa. Não existe nada de errado em falar dos potenciais usos do bitcoin para evitar sanções em larga escala, mas é preciso ser cuidadoso para averiguar se é o que está realmente acontecendo.
  5. Bitcoin ESTÁ sendo usado para vender drogas em sites como Silk Road. Entretanto, bens e serviços ilegais, incluindo assassinos, pedofilia ou mesmo armas NÃO estão ganhando força significativa. O site de mercado negro Silk Road foi manchete a alguns meses atrás quando um artigo de Nicolas Cristin foi publicado, alegando que o site teve um volume mensal acima de $2 milhões. Focar no aspecto 'mercado negro' do Bitcoin é um hábito popular entre jornalistas, como mostra o senador americano Charles Schumer em junho de 2011 quando ele acusou o bitcoin de 'um esquema online de lavagem de dinheiro usado para ocultar a origem do dinheiro' na compra e venda de drogas. Mesmo hoje em dia artigos usam as palavras de Schumer como parte da introdução aos seus artigos sobre Bitcoin. Outros artigos, entretando, vão ainda mais longe; Um blog afirmou que "o fato de voce poder comprar drogas, armas e contratar assassinos com Bitcoin é incontestável" e outro vídeo mostra o Bitcoin como moeda para contratar prostitutas, armas, obras de arte roubadas e mais. Essas alegações são exageradas. O vídeo aifrma que "por um ponto Silk Road facilitou(?) o caminho para venda de produtos nocivos para os outros como armas, números de cartão de crédito roubados e coisa piores" - de fato, com o passar do tempo, as coisas mudaram para melhor. Números de cartão de crédito, pornografia infantil e assassinatos nunca foram permitidos no Silk Road e até mesmo no mais liberal dos mercados Black Market Reloaded começou a lentamento e reprimir atividades imorais - assassinos, pornografia infantil não podem ser mais achadas no site. Após polêmica crescente entre os usuários do site, o idealizador do Silk Road Dread Pirate Roberts, baniu armas no Silk Road no começo de 2012, movendo armas e afins para sites dedicados a isso. Entretanto, o site perdeu força e Roberts fechou a divisão de armas seis meses depois devido a inatividade. Armas não foram mais aceitas no Silk Road. A ameaça de assassinos é igualmente exagerada. Se você for a rede Tor procurar assassinatos, realmente existem alguns vendendo seus serviços por 5 a 20 mil dólares, normalmente pedindo Bitcoin como pagamento. No entanto, olhando mais a fundo ,essas contas de supostos assassinos não tem reputação nenhuma nos sites ou comentários e recomendações e eles nunca aceitam usar um serviço de custódia. Isso só pode apontar para uma conclusão: todos eles são scams/falsos. Não custa nada colocar um anúncio nesses sites e scammers podem simplesmente esperar até um cliente contata-los, e depois extrair o pagamento adiantado, tanto quanto puderem. Alguns desses golpes pode até ser vigilantes e policiais, deliberadamente minar qualquer confiança nos mercados negros para esses serviços em uma tentativa de proteger as vítimas potenciais.
É fácil entender por que tantos escritores têm cometido esse tipo de erros. É fácil cair na tentação de uma história interessante que vai gerar pageviews/acessos, especialmente quando muitas vezes há tão pouco incentivo para vasculhar uma verdade mais desinteressante. Para combater esses mitos, portanto, todos nós devemos ser vigilantes. Se uma determinada história é injustamente tendenciosa contra o Bitcoin, ou mesmo tendenciosa injustamente em seu favor, é importante trabalhar juntos para ter certeza de que a verdade sempre prevaleça - no primeiro caso, para não assustar desnecessariamente adeptos potenciais do Bitcoin, e em segundo caso, não decepcionar. Esperemos que, como a compreensão do público sobre o que é Bitcoin continua a aumentar, nós estaremos vendo muito menos alegações falsas, em 2013, e, com sorte, o Bitcoin estará livre para subir ou cair - espero que suba - pelos seus próprios méritos.
Fonte: http://bitcoinmagazine.com/common-misconceptions-about-bitcoin-a-guide-for-journalists/
Tradução DanielBTC - 25/01/13 - 02:33 PM Gostou? Faça uma doaçãozinha para: 1LmQ48jScXPpA2oQiW1eCrLqpMKgJwxPGh
submitted by allex2501 to BrasilBitcoin [link] [comments]


Inglés Americano - Lección 1 - Pronunciación (1ra. Parte ... Inglés Americano (Curso completo) - YouTube COMUNIDADES ONLINE: COMO CRIAR? Comunidade das Nações Fortaleza - YouTube We no speak americano (lyrics) - YouTube

7 comunidades linguísticas para aprimorar suas habilidades ...

  1. Inglés Americano - Lección 1 - Pronunciación (1ra. Parte ...
  2. Inglés Americano (Curso completo) - YouTube
  3. COMUNIDADES ONLINE: COMO CRIAR?
  4. Comunidade das Nações Fortaleza - YouTube
  5. We no speak americano (lyrics) - YouTube
  6. YouTube
  7. Fuerte Osage - Peliculas Western Español Americano - YouTube

Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. ESTA ES LA PAGINA PRINCIPAL: https://www.youtube.com/channel/UCwvgBXd14CY8dohDq6dHUlg EN FACEBOOK: https://www.facebook.com/carlos263/?ref=aymt_homepage_panel Gostaria de criar uma comunidade em volta do seu projeto? Este video é para você :) Neste video dou 3 dicas de como criar uma comunidade! Curte, comente e compartilhe este material imersivo Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Comunidade das Nações Fortaleza Este https://amzn.to/30zqTP2 Pertenezco a AMAZON afiliado es un programas que por cada personas que compre en amazon entrando desde este enlace me llevo un p...